Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11083
Tipo do documento: Artigo
Título: Saúde bucal na educação infantil, responsabilidade de quem?
Título(s) alternativo(s): Oral health in early childhood education, whose responsibility?
Autor: Leite, Giulena Rosa
Brás, Suele de Moraes
Faleiros, Sônia Aparecida
Maia, Ludmila Grego
Martins, Marlene Andrade
Silva, Luiz Almeida da
Resumo: Com o objetivo de avaliar o conhecimento em saúde bucal e a importância mostrada a este assunto por parte dos professores, foram entrevistados todos os 17 profissionais de um Centro Municipal de Educação Infantil no Município de Jataí, no sudoeste de Goiás. A coleta de dados se deu em dois momentos: inicialmente foi realizada uma observação livre a fim conhecer melhor os trabalhos desenvolvidos pelos educadores/professores desta instituição, uma imersão no campo de estudo. Em um segundo momento foi realizado entrevista com os profissionais da instituição, por meio de um roteiro estruturado, contendo perguntas abertas e fechadas sobre o tema. As ações de proteção e promoção a saúde, podem ser desenvolvidas pelo sistema de saúde, articulado com outras instituições governamentais, empresas, associações comunitárias e com a população e seus órgãos de representação visando à redução de fatores de risco, que constituem ameaça à saúde dos indivíduos, podendo provocar-lhes incapacidades e doenças. Considerando a saúde bucal como parte integrante e indissociável da saúde geral, a infância é o período que pode ser considerado como o mais importante para o futuro da saúde bucal do indivíduo. Foram entrevistados 17 educadores, todos do sexo feminino, 13 eram naturais de Jataí/GO, 07 possuíam graduação completa e 13 eram casados. Em relação ao tempo de serviço, 10 educadoras possuíam tempo entre 11 e 21 anos, 11 indivíduos afirmaram não ter recebido qualquer informação a respeito de promoção da saúde bucal em sua formação e 16 referiram ter interesse em receber mais informações sobre esse assunto. Em relação a sua própria higiene bucal, 12 relataram ir regularmente ao dentista; porém, 15 relataram estar precisando desta consulta.
Abstract: In order to evaluate the oral health knowledge and shown the importance of this issue in the teachers, were interviewed all 17 staff from a Municipal Kindergarten Centre in the city of Jataí, in the southwest of Goiás. The data collection was in two occasions: was initially performed a free observation in order to know better the work done by educators / teachers of this institution, an immersion in the field of study. In a second step we interviewed professionals in the institution, through a structured questionnaire with open and closed questions on the subject. The protective actions and health promotion, can be developed by the health system, combined with other government agencies, businesses, community organizations and the people and their representative bodies in order to reduce risk factors that constitute health threat of individuals, which could cause them disability and illness. Considering the oral health as an integral and inseparable part of general health, childhood is the period which can be considered as the most important for the future of oral health of the individual. We interviewed 17 teachers, all female, 13 were from Jataí / GO, 07 had complete undergraduate and 13 were married. With regard to length of service, 10 educators had time between 11 and 21 years 11indivíduos claimed to have received no information about oral health promotion in their training and 16 reported having interest in receiving more information about this subject. Regarding their own oral hygiene, 12 reported regularly go to the dentist; however, 15 reported being in need of this consultation.
Palavras-chave: Saúde bucal
Educação infantil
Promoção da saúde
Oral health
Early childhood education
Health promotion
País: brasil
Instituição: Jose Silvio Oliveira
Unidade acadêmica: Regional Jataí (RJ)
Citação: LEITE, Giulena Rosa, BRÁS, Suele de Moraes; FALEIROS, Sônia Aparecida; MAIA, Ludmila Grego; MARTINS, Marlene Andrade; SILVA, Luiz Almeida da. Saúde bucal na educação infantil, responsabilidade de quem? Itinerarius Reflectionis, Jataí, v. 11, n. 1, 2015. Disponível em: < http://www.revistas.ufg.br/index.php/ritref/article/view/32902/18402>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11083
Data de publicação: 19-Fev-2015
Aparece nas coleções:RJ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Saúde bucal na educação infantil.pdfArtigo - Giulena Rosa Leite - 2015214,67 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.