Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13772
Tipo do documento: Artigo
Título: Morfometria do compartimento intertubular dos testículos de roedores silvestres Necromys lasiurus e Rhipidomys macrurus (Cricetidae: sigmodontinae) capturados em área de cerrado do sudoeste de Goiás
Título(s) alternativo(s): Morphometry of the intertubular compartment of the testes in the wild rodents Necromys lasiurus and Rhipidomys macrurus (Cricetidae: sigmodontinae) captured in cerrado area from southwestern of Goiás
Autor: Oliveira, Luiza Marchiotti de
Mello, João Pedro Lourenço
Matta, Sérgio Luis Pinto da
Melo, Fabiano Rodrigues de
Melo, Fabiana Cristina Silveira Alves de
Resumo: São escassas na literatura informações a respeito da biologia reprodutiva de pequenos mamíferos, especialmente aspectos histomorfométricos do compartimento intertubular. O objetivo deste trabalho foi avaliar o compartimento intertubular dos roedores silvestres Necromys lasiurus e Rhipidomys macrurus. Foram utilizados testículos de seis indivíduos de N. lasiurus e sete indivíduos de R. macrurus. Os testículos foram retirados e fixados em Karnovsky, desidratados, embebidos em metacrilato, cortados com 3μm de espessura e corados com azul de toluidina/borato de sódio 1%. As análises morfométricas foram realizadas utilizando o software de análise de imagens Image Pro-Plus. R. macrurus apresentou valores de peso corporal e gonadal superiores aos valores encontrados para N. lasiurus. As espécies apresentaram o primeiro padrão descrito por FAWCETT et al., (1973), onde as células de Leydig e os vasos sanguíneos são separados dos túbulos seminíferos por um tecido linfático bem desenvolvido. O percentual de intertúbulo no parênquima testicular de R. macrurus foi superior ao valor encontrado para N. lasiurus. As células de Leydig foram os elementos mais abundantes do compartimento intertubular nas duas espécies. O número de células de Leydig por grama de testículo de N. lasiurus e R. macrurus foi superior aos valores encontrados para outros pequenos roedores. O alto investimento de R. macrurus em tecido intertubular, com alta proporção de células de Leydig, associado a elevado número de células de Leydig por grama de testículo e altos valores do ILS sugerem que esta espécie apresente maior investimento na produção androgênica quando comparado a N. lasiurus.
Abstract: There are few informations in the literature about the reproductive biology of small mammals, specially histomorphometric aspects of the intertubular compartment. The aim of this study was to assess the intertubular compartment of wild rodents Necromys lasiurus and Rhipidomys macrurus. Six testes of N. lasiurus and seven testes of R. macrurus were used in this study. The testes were removed and fixed in Karnovsky solution, dehydrated, embedded in methacrylate, sectioned with threemicrometer- thick, and stained with 1% toluidine blue/sodium borate. The morphometric analyses were carried out using the Image Pro-Plus software. R. macrurus showed higher values of body and testis weight than the values found in N. lasiurus. The species showed the first pattern described by FAWCETT et al., (1973) in which the Leydig cells and blood vessels are separated from the seminiferous tubules by a developed lymphatic space. The percentage of intertubule in the testicular parenchyma in R. macrurus was higher than the percentage found in N. lasiurus. The Leydig cells were the most abundant elements in the interstitial compartment in both species. The Leydig cells number per gram of testis in N. lasiurus and R. macrurus was higher than the values found to other small rodents. The great effort in intertubular tissue in R. macrurus associated to high percentage of Leydig cells, high number of Leydig cells per gram of testis and high value of ILS suggest that this specie has a higher investment in androgen production than N. lasiurus.
Palavras-chave: Célula de leydig
Intertúbulo
Morfometria
Reprodução
Leydig cell
Intertubule
Morphometry
Reproduction
País: Brasil
Unidade acadêmica: Regional Jataí (RJ)
Citação: OLIVEIRA, Luiza Marchiotti de; MELLO, João Pedro Lourenço; MATTA, Sérgio Luis Pinto; MELO, Fabiano Rodrigues de; MELO, Fabiana Cristina Silveira Alves de. Morfometria do compartimento intertubular dos testículos de roedores silvestres Necromys lasiurus e Rhipidomys macrurus (Cricetidae: sigmodontinae) capturados em área de cerrado do sudoeste de Goiás. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 11, n. 21, p. 2319-2330, jun. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13772
Data de publicação: Jun-2015
Aparece nas coleções:RJ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Luiza Marchiotti de Oliveira - 2015.pdf184,9 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons