Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16299
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorInácio, Fátima Pacheco de Santana-
dc.date.accessioned2018-10-30T11:56:29Z-
dc.date.available2018-10-30T11:56:29Z-
dc.date.issued2011-12-
dc.identifier.citationINÁCIO, Fátima Pacheco de Santana. Ausência/permanência do mestre-escola no processo de escolarização do sudeste goiano. Poiésis Pedagógica, Catalão, v. 9, n. 2, p. 60-77, ago./dez. 2011. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/17302/10389>.pt_BR
dc.identifier.issne- 2178-4442-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16299-
dc.description.abstractThe article discusses the continuities and the changes introduced in school education in the Southeast of Goiás, specifically in Catalão, from the thirties on to the sixties. Some of the criticism to the memory present in the local memoirist works such as: Catalan: Historical and Geographical Study, by Maria das Dores Campos and “Catalão Ilustrado”, written by Antonio J. Azzi and also a confrontation between the "authorized " memory, whose records assume the dimension of the veracity of the facts accepted and proclaimed by the local elite, with the memory produced through interviews with former teachers and former students of schoolteachers. In the confront between these two memories it was possible to reveal part of the history of school education and the teaching profession in the region. Finally, the article ends stating that even though the residence of the schoolmaster and his teacher performance in the schooling of the population of Southeast of Goiás up to mid-1960 has been hidden among the written records of memories, it permeates the local history of education and cannot be denied, since it produced / produces its own marks of memory.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherMaria José dos Santospt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEducação escolarpt_BR
dc.subjectMemóriaspt_BR
dc.subjectMestre-escola.pt_BR
dc.subjectSchool educationpt_BR
dc.subjectMemoriespt_BR
dc.subjectSchoolmasterpt_BR
dc.titleAusência/permanência do mestre-escola no processo de escolarização do sudeste goianopt_BR
dc.title.alternativeWithdrawal/permanence of schoolmasters in the process of school education in the southeast of Goiáspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO artigo procura discutir as permanências e as mudanças introduzidas na educação escolar no Sudeste Goiano, especificamente em Catalão, entre os anos trinta e a década de sessenta. Parte da crítica à memória instituída nas obras de memorialistas locais como: Catalão: Estudo Histórico e Geográfico, de autoria de Maria das Dores Campos e Catalão Ilustrado, de autoria de Antonio J. AZZI, em seguida estabelece um confronto entre a memória “autorizada”, cujos registros assumem a dimensão da veracidade dos fatos aceitos e proclamados pela elite local, com a memória produzida, através de entrevistas, com ex-mestres-escolas e ex-alunos de mestres-escolas. No embate entre essas duas memórias foi possível descortinar parte da história da educação escolar e da profissão docente na região. E finaliza afirmando que a permanência do mestre-escola e sua atuação docente na escolarização da população do Sudeste Goiano, até meados de 1960, mesmo sendo ocultada nos registros escritos de memórias, permeia a história da educação local e não pode ser negada, uma vez que produziu/produz os seus próprios marcos de memória.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.identifier.doi10.5216/rpp.v9i2.17302-
dc.publisher.departmentRegional de Catalão (RC)pt_BR
Aparece nas coleções:RC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Fátima Pacheco de Santana Inácio - 2011.pdf91,22 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons