Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16312
Tipo do documento: Artigo
Título: Equidade e inclusão escolar como termos recorrentes nas políticas educacionais
Título(s) alternativo(s): Equidad y inclusión escolar como términos recurrentes en las políticas educativas
Equity and school inclusion as recurring terms in educational policies
Autor: Santos, Cristiane da Silva
Resumo: O presente texto tem como objetivo compreender como se configuram os termos equidade e inclusão/exclusão escolar recorrentes nas políticas públicas que orientam as reformas educacionais, com vistas a implantar a educação inclusiva em seus sistemas de ensino cujo eixo articulador se situa na visão economicista e neoliberal imposta pelos organismos internacionais. Por meio das análises empreendidas, verificamos que os termos/conceitos de equidade e inclusão/exclusão escolar presentes nos discursos da educação para todos e da escola inclusiva ocorrem num contexto de exclusão social ampliada, o que aumenta os desafios para assegurar os direitos das pessoas com deficiência. Nesse contexto, em que pesem todas as contradições e a necessidade de superar a lógica do sistema que gera os excluídos, o ideário inclusivista representa um avanço nas relações até hoje estabelecidas nos campos social e educacional, porque princípios e valores que têm norteado tanto a sociedade como a escola regular terão que ser necessariamente, revistos e superados. Por isso, precisamos de uma educação que nos capacite a refletir e levantar as contradições entre o que se diz e o que realmente se quer no projeto educativo brasileiro, pois os jargões utilizados não precisam ser definidos a quem estão servindo na política pública.
Abstract: Este trabajo tiene como objetivo comprender cómo se configuran los términos equidad y inclusión / exclusión escolar recurrentes en las políticas públicas que orientan las reformas educativas, con el fin de poner en práctica la educación inclusiva en sus sistemas escolares cuyo punto central radica en la visión economicista y neoliberal impuesta por los organismos internacionales. A través de los análisis realizados, verificamos que los términos / conceptos de equidad y de inclusión / exclusión escolar presentes en los discursos de la educación para todos y de la escuela inclusiva ocurren en un contexto de exclusión social ampliada, lo que aumenta los desafíos para garantizar los derechos de las personas con discapacidades. En este contexto, a pesar de todas las contradicciones y la necesidad de superar la lógica del sistema que genera los excluidos, lo ideario inclusivista representa un avance en las relaciones ya establecidas en el ámbito social y educativo, ya que los principios y valores que han orientado tanto a la sociedad cuanto a la escuela regular habrán de ser necesariamente revisados y superados. Por lo tanto, necesitamos de una educación que nos permita reflexionar y indagar las contradicciones entre lo que se dice y lo que realmente se quiere en el proyecto educativo de Brasil, ya que la jerga utilizada no necesita ser definida a quién esta sirviendo en la política pública.
This paper aims at understanding the terms equity and school inclusion/exclusion that have been recurring in the public policies that guide educational reforms which, on their turn, aim to implement inclusive education in their school systems whose central theme lies on the economistic and neoliberal view imposed by international bodies. Through the current analysis, we have found that the terms/concepts of equity and school inclusion/exclusion present both in education speeches for all and inclusive school occur in a larger context of social exclusion, which increases the challenges to ensure the rights of persons with disabilities. In this context, in spite of all the contradictions and the need to overcome the logic of the system that generates the excluded, the inclusivist ideology represents a breakthrough in relations to date established in the social and educational fields, because the principles and values that have guided both society regular school will necessarily be revised and overcome. Thus, we need an education that will enable us to reflect and raise the contradictions between what is said and what we really want for the educational project in Brazil, as the jargon used need not be defined and nor serve the ones in public policies.
Palavras-chave: Políticas públicas
(Ex)inclusão escolar
Equidade
Política pública
(Ex) inclusión escolar
Equidad
Public policies
School inclusion/exclusion
Fairness
País: Brasil
Instituição: Wolney Honório Filho
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Regional de Catalão (RC)
Citação: SANTOS, Cristiane da Silva. Equidade e inclusão escolar como termos recorrentes nas políticas educacionais. Poiésis Pedagógica, Catalão, v. 11, n. 2, p. 93-113, jul./dez. 2013. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/29582/16414>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5216/rpp.v11i2.29582
Identificador do documento: 10.5216/rpp.v11i2.29582
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/16312
Data de publicação: Dez-2013
Aparece nas coleções:RC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Cristiane da Silva Santos - 2013.pdf299,3 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons