Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17299
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBorges, Bruno Gonçalves-
dc.date.accessioned2019-03-29T15:00:21Z-
dc.date.available2019-03-29T15:00:21Z-
dc.date.issued2012-12-
dc.identifier.citationBORGES, Bruno Gonçalves. Lugares e tempos da disciplina história da educação. Itinerarius Reflectionis, Jataí, v. 2, n. 13, 2012. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/22349/19248>.pt_BR
dc.identifier.issne- 1807-9342-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17299-
dc.description.abstractThis article discusses the development of the discipline of History Education in the European and brazilian context, according to the place and time categories . Such investment finds resonance in one of the dimensions proposed by André Chervel (1990) analysis of a school discipline purposes called ideals. Therefore, the author explains two fundamental ways to understanding the history of a discipline, which are covered in real purposes and ideals. The idealization of education, the subject of this article, which basically comes from outside the school itself and is embodied in education policy and in the production of curricula and programs / plans of course helps to know how the prescription of discipline occurred, ie the optimal configuration of the purposes of education. This first dimension, however, does not disclose the tension thus sets in when the prescription is faced with the reality intended. Thus, the paper seeks to situate the constitution of the disciplinary field of History of Education as a subsidy to approach the real purposes.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherJosé Sílvio Oliveirapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectLugarespt_BR
dc.subjectTempospt_BR
dc.subjectHistória da educaçãopt_BR
dc.subjectEnsinopt_BR
dc.subjectPlacept_BR
dc.subjectTimept_BR
dc.subjectHistory of educationpt_BR
dc.subjectTeachpt_BR
dc.titleLugares e tempos da disciplina história da educaçãopt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO presente artigo discute a constituição da disciplina História da Educação no contexto europeu e, posteriormente brasileiro, segundo as categorias lugar e tempo. Tal investimento encontra ressonância em uma das dimensões propostas por André Chervel (1990) na análise de uma disciplina escolar/acadêmica denominada finalidades ideais. Logo, o autor explicita duas formas fundamentais para a compreensão da história de uma disciplina, que são contempladas em finalidades ideais e reais. A idealização do ensino, objeto deste artigo, que, basicamente, vem do exterior da própria escola e se materializa na política educacional e na produção dos currículos e dos programas/planos de curso ajuda a conhecer como ocorreu a prescrição da disciplina, ou seja, a configuração das finalidades ideais do ensino. Essa primeira dimensão, no entanto, não revela a tensão que, consequentemente, se instala quando a prescrição se depara com a realidade destinada. Assim, o texto pretende situar a constituição do campo disciplinar da História da Educação como subsídio à abordagem das finalidades reais.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.identifier.doi10.5216/rir.v2i13.22349-
dc.publisher.departmentRegional Jataí (RJ)pt_BR
Aparece nas coleções:RJ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Bruno Gonçalves Borges - 2012.pdf302,86 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons