Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17340
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorScalize, Paulo Sérgio-
dc.creatorLeite, Wellington Cyro de Almeida-
dc.date.accessioned2019-04-01T15:01:01Z-
dc.date.available2019-04-01T15:01:01Z-
dc.date.issued2013-03-
dc.identifier.citationSCALIZE, Paulo Sérgio; LEITE, Wellington Cyro de Almeida. Variação na micromedição do consumo de água no funcionamento correto e reversível do hidrômetro. Revista Eletrônica de Engenharia Civil, Goiânia, v. 6, n. 1, 2013. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/reec/article/view/21240/13102>.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17340-
dc.description.abstractAiming to combat the apparent losses, the hydrometer’s park has to be object of preventive active maintenance, with careful evaluation of hydrometers to be replaced. One of the main functions of the measurer’s replacement is reduce the sub‐metering, registering the consumption accurately. However, the measurers should register the intake influx and reflux, that may influence the recorded volume in a determined period. Thus, benchtop and field studies were performed in order to verify the performance of volumetric and velocimetric new measurers, from different manufacturers. At benchtop study were observed ranging errors from ‐ 15.5% to ‐100% in reflux for velocimetric measurers, and to volumetric measurers tested, errors at study situations were virtually similar, don’t influencing the volume recorded by measurer. The field study showed that velocimetric hydrometer from A's manufacturer registered, in 7 days, 800 L more than the volumetric meter from F’s manufacturer, indicating that reflux due to water balance in the network directly influences the volume registered by the velocimetric measurer, affecting the monthly charging of water's supply users. Aiming to solve reflux cases, backstop valves were installed in ten water connections that presented water balance problems at distribution network. In these places, the problems were solved, and was observed a small decrease in registered volume.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRicardo Prado Abreu Reispt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHidrômetropt_BR
dc.subjectMicromediçãopt_BR
dc.subjectPerdas de águapt_BR
dc.subjectConsumo de águapt_BR
dc.subjectMedidor de águapt_BR
dc.subjectReversívelpt_BR
dc.subjectHydrometerpt_BR
dc.subjectMicro‐measurementpt_BR
dc.subjectWater lossespt_BR
dc.subjectWater consumptionpt_BR
dc.subjectWater measurementpt_BR
dc.subjectReversiblept_BR
dc.titleVariação na micromedição do consumo de água no funcionamento correto e reversível do hidrômetropt_BR
dc.title.alternativeMicro measurement variation of water consumption in correct and reversible functioning of hydrometept_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoVisando o combate às perdas aparentes, o parque de hidrômetros deve ser objeto de uma manutenção preventiva ativa, com avaliação criteriosa dos hidrômetros a serem substituídos. Uma das principais funções da substituição dos medidores é reduzir a submedição, registrando o consumo corretamente. No entanto, os medidores devem registrar o consumo no fluxo e no refluxo, fato esse que pode influenciar no volume registrado em um determinado período. Dessa forma, foram realizados estudos em bancada e em campo com o objetivo de verificar o desempenho de medidores velocimétricos e volumétricos novos de diferentes fabricantes. No estudo em bancada foram constatados erros variando de – 15,5% a – 100% no refluxo para os medidores velocimétricos e para os medidores volumétricos ensaiados os erros apresentados nas situações de estudo foram praticamente iguais, não influenciando no volume registrado pelo medidor. O estudo em campo evidenciou que o hidrômetro velocimétrico do fabricante A registrou, em 7 dias, 800 L a mais que o medidor volumétrico do fabricante F, evidenciando que o refluxo devido ao balanço de água na rede influencia diretamente no volume registrado pelo medidor velocimétrico, afetando a cobrança do consumo mensal do usuário do sistema de abastecimento de água. Visando resolver situações de refluxo, foram instaladas válvulas anti‐retorno em dez ligações de água que apresentavam o problema de balanço de água na rede de distribuição. Nestes locais, os problemas foram resolvidos, além de ter sido observada uma pequena queda no volume registrado.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.identifier.doi10.5216/reec.v6i1.21240-
dc.publisher.departmentEscola de Engenharia Civil e Ambiental (EECA) - RGpt_BR
Aparece nas coleções:EECA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Paulo Sérgio Scalize - 2013.pdf998,3 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons