Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17615
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorFrantz, Kariza Aiko-
dc.creatorMoura Filho, Edney de Resende-
dc.creatorAbud, Murilo Batista-
dc.creatorÁvila, Marcos Pereira de-
dc.creatorSilva, Leopoldo Magacho dos Santos-
dc.date.accessioned2019-06-05T15:54:37Z-
dc.date.available2019-06-05T15:54:37Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationFRANTZ, Kariza Aiko; MOURA FILHO, Edney de Rezende; ABUD, Murilo Batista; ÁVILA, Marcos Pereira de; MAGACHO, Leopoldo. Comparação do efeito analgésico entre etoricoxib 90 mg e dipirona sódica na exérese de pterígio primário com transplante autólogo de conjuntiva. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 72, n. 5, p. 661-664, 2009.pt_BR
dc.identifier.issn0004-2749-
dc.identifier.issne- 1678-2925-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17615-
dc.description.abstractPurpose: To compare the analgesic effect between dipyrone, 90 mg etoricoxib, and placebo after excision of primary ptery- gium with conjunctival autograft. Methods: Prospective, ran- domized, double-masked clinical trial. Three groups of 26 pa- tients (one eye per patient) were submitted to surgery and re- ceived the study drugs for five days after surgery. A scale of pain was used, graduated from zero to ten, for patient evalua- tion in the first, third and fifth postoperative days. The pain was classified as absent (zero), mild (1 to 3), moderate (4 to 7) and severe (8 to 10). Statistical analysis was performed with the SPSS, version 11.5. Results: A statistically significant dif- ference was found between etoricoxib and dipyrone in the first and third postoperative days (p=0.001 and p=0.01; respecti- vely). Etoricoxib was superior to placebo only in the first pos- toperative day (p=0.04). There was no significance in the com- parison between dipyrone and placebo. Conclusions: Anal- gesia of etoricoxib was superior to placebo in the first pos- toperative day and to dipyrone in the third and fifth days after excision of primary pterygium with conjunctival autograft. There was no significant difference between dipyrone and placebo in all time points.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDor pós-operatóriapt_BR
dc.subjectConjuntiva/transplantept_BR
dc.subjectPterígiopt_BR
dc.subjectAnalgesiapt_BR
dc.subjectPlacebopt_BR
dc.subjectDipirona/uso terapêuticopt_BR
dc.subjectPiridinas/uso terapêuticopt_BR
dc.subjectPain, postoperativept_BR
dc.subjectPterygiumpt_BR
dc.subjectConjunctiva/transplantationpt_BR
dc.subjectPlacebopt_BR
dc.subjectAnalgesiapt_BR
dc.subjectPyridi- nes/therapeutic usept_BR
dc.subjectDipyrone/therapeutic usept_BR
dc.titleComparação do efeito analgésico entre etoricoxib 90 mg e dipirona sódica na exérese de pterígio primário com transplante autólogo de conjuntivapt_BR
dc.title.alternativeComparison of the analgesic effect between 90 mg etoricoxib and dipyrone after exeresis of primary pterygium with conjunctival autograftpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoObjetivo: Comparar o efeito analgésico entre dipirona sódica e etoricoxib 90 mg após exérese de pterígio primário com transplante autólogo de conjuntiva. Métodos: Trata-se de um ensaio clínico prospectivo, rando- mizado, duplo-mascarado. Três grupos de 26 pacientes (1 olho por paciente) foram operados e receberam as medicações em estudo durante os cinco dias seguintes à cirurgia. Foi utilizada uma escala de dor, numerada de zero a dez, para avaliação pelo paciente no 1o, 3o e 5o dias pós-operatórios. A dor foi classificada em ausente (zero), leve (1 a 3), moderada (4 a 7) e intensa (8 a 10). A análise estatística foi realizada com o software SPSS, versão 11.5. Resultados: Foi observada diferença estatisticamente significativa entre etoricoxib e dipirona no 1o e 3o dia pós-operatório (PO) (p=0,001 e p=0,01; respectivamente). O etoricoxib foi superior ao placebo apenas no 1o PO (p=0,04). Não houve diferença de resultados entre dipirona e placebo. Conclusões: A analgesia do etoricoxib foi superior à do placebo no PO1 e à da dipirona no PO1 e PO3, na exérese de pterígio primário com transplante autólogo de conjuntiva. Não houve diferença significativa da analgesia pós-operatória entre dipirona e placebo no mesmo procedimento.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S0004-27492009000500012-
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicina - FM (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Kariza Aiko Frantz - 2009.pdf117,47 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons