Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17632
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorGuimarães, Valeriana de Castro-
dc.creatorBarbosa, Maria Alves-
dc.creatorCosta, Claudiney Candido-
dc.date.accessioned2019-06-10T15:08:47Z-
dc.date.available2019-06-10T15:08:47Z-
dc.date.issued2014-04-
dc.identifier.citationGUIMARÃES, Valeriana de Castro; BARBOSA, Maria Alves; COSTA, Claudiney Candido. Teste da orelhinha no recém-nascido: sentimentos e expectativas maternas em relação ao resultado. Revista Goiana de Medicina, Goiânia, v. 45, n. 1, p. 28, abr. 2014.pt_BR
dc.identifier.issn0034-9585-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17632-
dc.description.abstractIntroduction: Concern for the hearing grows every day, for deafness represents the most prevalent disease present at birth, compared to other diseases. Aim: This is a descriptive study in qualitative boarding that has as objective to investigate the maternal feelings and expectations expressed by the newborn mothers concerning the result of the ear test. Methods: Eleven mothers had been interviewed, in an academic public hospital in Goiás, whose babies had presented absence of emissions in the first test, being directed for retest. The data had been collected by means of individual interview with the newborn mothers and the following parameters had been analyzed: suspicion on the hearing of the son, knowledge about the deafness and expectations about the result. Results : The analysis of the mothers´ expressed speeches evidenced many emotional reactions according to the knowledge and suspicion of the mother about the son’s hearing. Conclusions: The deafness diagnosis is not easy to be communicated because it’s a difficult situation and it causes suffering to the parents. Considering the importance that demands the moment, the family deserves special attention of the health professionals involved in the process, before a deafness diagnosis.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPerda auditivapt_BR
dc.subjectRecém-nascidopt_BR
dc.subjectEmoçõespt_BR
dc.subjectTestes diagnósticos de rotinapt_BR
dc.subjectHearing losspt_BR
dc.subjectInfantpt_BR
dc.subjectNewbornpt_BR
dc.subjectEmotionspt_BR
dc.subjectDiagnostic testspt_BR
dc.subjectRoutinept_BR
dc.titleTeste da orelhinha no recém-nascido: sentimentos e expectativas maternas em relação ao resultadopt_BR
dc.title.alternativeEar test on the newborn baby: maternal fee lings and expectations concerning the resultpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoIntrodução: A preocupação com a audição cresce a cada dia, pois a surdez representa a doença mais prevalentemente encontrada ao nascimento, quando comparada a outras enfermidades. Objetivo: Trata-se de estudo descritivo em abordagem qualitativa, com objetivo de investigar os sentimentos e expectativas expressas pelas mães de recém-nascidos em relação ao resultado do teste da orelhinha. Métodos: Foram entrevistadas onze mães, em um hospital público universitário em Goiás, cujos bebês apresentaram ausência de emissões no primeiro teste, sendo encaminhadas para reteste. Os dados foram obtidos por meio de entrevista individual com as mães dos recém-nascidos, sendo analisados os seguintes parâmetros: desconfiança sobre a audição do filho, conhecimento sobre a surdez, e expectativas frente ao resultado. Resultados : A análise dos discursos expressos pelas mães evidenciou reações emocionais diversas variando de acordo com conhecimento e suspeita da mãe sobre a audição do filho. CONCLUSÃO: O diagnóstico de surdez não é fácil de ser comunicado por ser uma situação difícil e que causa sofrimento dos pais. Considerando a importância que exige o momento, a família merece atenção especial dos profissionais de saúde envolvidos no processo, diante do diagnóstico de surdez.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Enfermagem - FEN (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Valeriana de Castro Guimarães - 2014.pdf86,85 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons