Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17732
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBarbosa, Maria Alves-
dc.creatorOliveira, Márcia Arimatéa de-
dc.creatorSiqueira, Karina Machado-
dc.creatorDamas, Keyti Cristine Alves-
dc.creatorPrado, Marinésia Aparecida do-
dc.date.accessioned2019-07-05T14:19:17Z-
dc.date.available2019-07-05T14:19:17Z-
dc.date.issued2003-
dc.identifier.citationBARBOSA, Maria Alves; OLIVEIRA, Márcia Arimatéa de; SIQUEIRA, Karina Machado; DAMAS, Keyti Cristine Alves; PRADO, Marinésia Aparecida do. Língua brasileira de sinais: um desafio para a assistência de enfermagem. Revista Enfermagem UERJ, Rio de Janeiro, v. 11, p. 247-251, 2003.pt_BR
dc.identifier.issne- 0104-3552-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17732-
dc.description.abstractCommunication is a process of messages exchange that helps understanding the world and the relationships between individuals. The aims of this study were established considering the complexity of the hearing deficiency,: to discuss the relevance of non-verbal communication in the relationship between professional and client and to identify the perception of the use of the Brazilian Language of Signals - LIBRAS by students of assistant and technical nursing courses when assisting the hearing deficient client. It is a qualitative study having students of assistant and technical nursing courses as its focus population. A questionnaire was used for the collection of data. The findings show that nonverbal communication is an important means of exchanging information and that LIBRAS enables contact with the hearing deficient client. In conclusion, effective communication is a humanizing factor because it contributes to the quality of human interaction and facilitates the satisfaction of the clients needs.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.subjectHumanizaçãopt_BR
dc.subjectLIBRASpt_BR
dc.subjectCommunicationpt_BR
dc.subjectNursingpt_BR
dc.subjectHumanizingpt_BR
dc.titleLíngua brasileira de sinais: um desafio para a assistência de enfermagempt_BR
dc.title.alternativeBrazilian language of signals: a challenge for the nursing assistancept_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA comunicação é um processo de troca de mensagens que permite a compreensão do mundo e a relação com outros indivíduos. Considerando a complexidade da deficiência auditiva, foram estabelecidos como objetivos deste estudo: discutir a relevância da comunicação não-verbal na relação profissional x cliente e identificar percepções de alunos do ensino profissionalizante de Enfermagem sobre a utilização da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) na assistência ao paciente com deficiência auditiva. Este estudo qualitativo, cuja população constituiu-se de 87 alunos do ensino profissionalizante de enfermagem, foi realizado em Goiânia, em 2002 e 2003. Para a coleta de dados, o instrumento utilizado foi um questionário. Os dados evidenciaram que a comunicação não-verbal é um meio importante para a troca de informações e que a LIBRAS possibilita o contato com o portador de deficiência auditiva. Concluiu-se, entre outros aspectos, que a comunicação efetiva é um fator de humanização à medida que contribui para a qualidade das interações humanas e facilita a satisfação das necessidades do cliente.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Enfermagem - FEN (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Alves Barbosa - 2003.pdf78,98 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons