Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17786
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBachion, Maria Marcia-
dc.creatorCarvalho, EmÌlia Campos de-
dc.creatorStuchi, Rosamary Aparecida Garcia-
dc.date.accessioned2019-07-17T14:33:22Z-
dc.date.available2019-07-17T14:33:22Z-
dc.date.issued1998-04-
dc.identifier.citationBACHION, Maria Marcia; CARVALHO, EmÌlia Campos de; STUCHI, Rosamary Aparecida Garcia. Retrospectiva da produção científica do SIBRACEn 1988-1994. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 6, n. 2, p. 47-55, abr. 1998.pt_BR
dc.identifier.issne- 1518-8345-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17786-
dc.description.abstractThe present study had the purpose of identifying characteristics of the scientific production on Nursing Communication based on a sample of papers presented at four events of the Brazilian Symposium on Nursing Communication (1988, 1990, 1992 and 1994). The majority of authors were faculty, who developed research mainly in groups, focussing as subjects the dyad (professionals and clientele), establishing as objects of their studies aspects of interaction (quality and effectiveness) as well as aspects of the production and utilization of Nursing knowledge. Interpersonal context was the most investigated, care was the area most studied and the usual environment was the hospital. Research were mainly of non-experimental type. Results evidenced aspects of communication inadequateness in areas of care (including administration), education (mainly of clientele) and research. At the same time, authors perceived the trend towards innovative solutions and improvement of knowledge on the communication process.pt_BR
dc.description.abstractEn este estudio se buscó identificar algunas características de la producción científica sobre Comunicación en Enfermería tenendo en consideración los trabajos presentados en los cuatro eventos del Simpósio Brasileño de Comunicación en Enfermería (1988, 1990, 1992 y 1994). Se verificó que la mayoría de los autores está compuesta por docentes, que realizan sus investigaciones en grupos, enfocando principalmente como sujetos las diades (profesionales y clientela), estabeleciendo como objeto de estudio aspectos de la interacción (cualidad y efectividad) y aspectos de la producción/utilización del conocimiento en Enfermería. El contexto interpersonal es lo más investigado. El área más estudiada es la asistencial y el ambiente es el hospital. La mayoría de las investigaciones son del tipo no experimento. Los resultados evidenciaron aspectos de inadecuacidad de la comunicación en área de asistencia (incluyendo la administración), educación (principalmente la clientela) e investigación. Al mismo tiempo, percíbese una tendencia de búsqueda por soluciones innovadoras, también por el avance del conocimento sobre el proceso de comunicación.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectComunicação em enfermagempt_BR
dc.subjectProdução científicapt_BR
dc.subjectNursing communicationpt_BR
dc.subjectScientific productionpt_BR
dc.subjectcomunicación en enfermeríapt_BR
dc.subjectProducción científicapt_BR
dc.titleRetrospectiva da produção científica do SIBRACEn: (1988-1994)pt_BR
dc.title.alternativeRetrospective analysis of the scientific production presented at the brazilian symposium on nursing communication - SIBRACEn: (1988-1994)pt_BR
dc.title.alternativeRetrospectiva de la producción científica del SIBRACEn: (1988-1994)pt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoBuscou-se identificar algumas características da produção científica acerca da Comunicação em Enfermagem tendo-se como amostra os trabalhos de temas livres apresentados nos quatro eventos - Simpósio Brasileiro de Comunicação em Enfermagem (1988, 1990, 1992 e 1994). Verificou-se que a maioria dos autores é composta por docentes, que realizam as investigações preferencialmente em grupos, enfocando principalmente como sujeitos as díades (profissionais e clientela), estabelecendo como objeto de estudo aspectos da interação (qualidade e efetividade), bem como aspectos da produção/utilização do conhecimento em Enfermagem. O contexto interpessoal é o usualmente mais pesquisado. A área mais estudada é a assistencial e o ambiente é o hospitalar. As investigações são na maioria do tipo não experimento. Os resultados arrolados pelos seus autores evidenciam aspectos de inadequação da comunicação nas áreas da assistência (incluindo a administração), da educação (principalmente da clientela) e da pesquisa. Ao mesmo tempo percebe-se a tendência subjacente de busca de soluções inovadoras, bem como avanço no conhecimento do processo de comunicação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S0104-11691998000200008-
dc.publisher.departmentFaculdade de Enfermagem - FEN (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Márcia Bachion - 1998.pdf175,56 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons