Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10676
Tipo do documento: Dissertação
Título: Co-encapsulação do trans-cinamaldeído e do fluconazol em nanopartículas de quitosana para o tratamento tópico da candidíase vulvovaginal
Título(s) alternativo(s): Co-encapsulation of trans-cinnamaldehyde and fluconazole in chitosan nanoparticles for topical treatment of vulvovaginal candidiasis
Autor: Sousa, Paulo Henrique Dantas de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0867077587097317
Primeiro orientador: Amaral, André Corrêa
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/8801299423520104
Primeiro membro da banca: Amaral, André Corrêa
Segundo membro da banca: Alves, Suzana Ferreira
Terceiro membro da banca: Silva, Luís Antônio Dantas
Resumo: A candidíase vulvovaginal é uma infecção causada por fungos do gênero Candida. O aumento da incidência de candidíase vulvovaginal pode estar relacionada com o avanço das doenças crônicas e imunossupressoras juntamente com o surgimento de novos mecanismos de resistência fúngica. O objetivo do presente trabalho foi preparar e caracterizar nanopartículas de quitosana contendo fluconazol e trans-cinamaldeído coencapsulados para o tratamento tópico da candidíase vulvovaginal. As nanopartículas vazias, de fluconazol, trans-cinamaldeído e coencapsuladas foram preparadas por meio da técnica de gelificação ionotrópica. As nanopartículas foram caracterizadas quanto ao tamanho médio e índice de polidispersão pela técnica de espalhamento dinâmico de luz. A carga superficial das nanopartículas foi obtida pela técnica de migração eletroforética. As nanopartículas vazias apresentaram tamanho médio de 448,9 ±32,9 nm, PdI de 0,4 ±0,1 e uma carga superficial de 31 ±0,4 mV, as nanopartículas de fluconazol exibiram um tamanho médio de 175,3 ±8,9 nm, PdI de 0,2 ±0,01, carga superficial de 33,2 ±0,3 mV e eficiência de encapsulação de 37,5 % ±3,1. Já as nanopartículas de trans-cinamaldeído demonstraram um tamanho médio de 352,6 ±71,6 nm, PdI de 0,4 ±0,05, carga superficial de 44,6 ±3,7 mV e eficiência de encapsulação de 44,6% ±3,7 e as nanopartículas coencapsuladas apresentaram um tamanho médio de 234,5 ±60,2 nm, PdI de 0,4 ±0,07, carga superficial de 33,2 ±0,5 mV e eficiência de encapsulação de 56,8% ±3 para o fluconazol e 46,1% ±5,1 para o trans-cinamaldeído. A microscopia eletrônica de varredura as nanopartículas apresentaram um formato oval. As nanopartículas tiveram sua eficácia antifúngica frente a cepa de C. albicans ATCC 10231 investigada por meio da concentração inibitória mínima pela técnica de microdiluição em caldo. A nanopartícula de fluconazol apresentou eficácia antifúngica com concentração inibitória mínima de 2 μg/mL e a de trans-cinamaldeído foi eficaz na concentração de 75 μg/mL. A nanopartícula coencapsulada exibiu uma concentração inibitória mínima de 2 μg/mL para o fluconazol e 37,5 μg/mL para o trans-cinamaldeído. Quanto a toxicidade in vitro as nanopartículas foram consideradas atóxicas. Em relação ao teste in vivo de toxicidade, apenas as nanopartículas vazias exibiram um efeito citotóxico. Todos os grupos de nanopartículas mostraram-se eficazes no processo de inibição do crescimento fúngico.
Abstract: Vulvovaginal candidiasis is an infection caused by fungi of the genus Candida. The increased incidence of vulvovaginal candidiasis maybe related to the advancement of chronic and immunosuppressive diseases along with the emergence of new mechanisms of fungal resistance. The objective of the present work was to prepare and characterize chitosan nanoparticles containing fluconazole and trans-cinnamaldehyde co-encapsulated for the topical treatment of vulvovaginal candidiasis. The empty nanoparticles, fluconazole, trans-cinnamaldehyde and coencapsulated were prepared using the ionotropic gelling technique. The nanoparticles were characterized as to their average size and polydispersity index by the dynamic light scattering technique. The surface charge of the nanoparticles was obtained by the electrophoretic migration technique. The empty nanoparticles had an average size of 448,9 ± 32,9 nm, PdI of 0,4 ± 0,1 and a surface load of 31 ± 0,4 mV, the nanoparticles of fluconazole exhibited an average size of 175,3 ± 8,9 nm, PdI of 0,2 ± 0,01, surface load of 33,2 ± 0,3 mV and encapsulation efficiency of 37,5% ± 3,1. Trans-cinnamaldehyde nanoparticles showed an average size of 352,6 ± 71,6 nm, PdI of 0,4 ± 0,05, surface load of 44,6 ± 3,7 mV and encapsulation efficiency of 44,6 % ± 3,7 and the coencapsulated nanoparticles had an average size of 234,5 ± 60,2 nm, PdI of 0,4 ± 0,07, surface load of 33,2 ± 0,5 mV and encapsulation efficiency of 56,8% ± 3 for fluconazole and 46,1% ± 5,1 for trans-cinnamaldehyde. The scanning electron microscopy of the nanoparticles presented an oval shape. The nanoparticles had their antifungal efficacy against the strain of C. albicans ATCC 10231 investigated by means of the minimum inhibitory concentration by the broth microdilution technique. The fluconazole nanoparticle showed antifungal efficacy with a minimum inhibitory concentration of 2 μg/mL and the trans-cinnamaldehyde was effective in the concentration of 75 μg/mL. The coencapsulated nanoparticle exhibited a minimum inhibitory concentration of 2 μg/mL for fluconazole and 37,5 μg/mL for trans-cinnamaldehyde. The coencapsulated nanoparticle exhibited the same minimal inhibitory concentrations as the fluconazole and trans-cinnamaldehyde nanoparticles. As for in vitro toxicity, nanoparticles were considered non-toxic. Regarding the in vivo toxicity test, only the empty nanoparticles exhibited a cytotoxic effect. All groups of nanoparticles proved to be effective in inhibiting fungal growth.
Palavras-chave: Candidíase vulvovaginal
Gelificação ionotrópica
Nanopartículas poliméricas
Candidíase vulvovaginal murina
Resistência fúngica
Key words
Vulvovaginal candidiasis
Ionotropic gelation
Polymeric nanoparticles
Murine vulvovaginal candidiasis
Fungal resistance
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::VIROLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (IPTSP)
Citação: SOUSA, P. H. D. Co-encapsulação do trans-cinamaldeído e do fluconazol em nanopartículas de quitosana para o tratamento tópico da candidíase vulvovaginal. 2020. 79 f. Dissertação (Mestrado em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10676
Data de defesa: 3-Abr-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (IPTSP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Paulo Henrique Dantas de Sousa - 2020.pdf3,7 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons