Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10742
Tipo do documento: Dissertação
Título: Letramento em saúde de cuidadores vinculados ao Serviço de Atenção Domiciliar de Goiânia/GO
Título(s) alternativo(s): Health literacy of caregivers linked to the Home Care Service in Goiânia /GO
Autor: Soares, Thales Antônio Martins
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3455676772830830
Primeiro orientador: Brasil, Virginia Visconde
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1940761888797180
Primeiro membro da banca: Brasil, Virginia Visconde
Segundo membro da banca: Vila, Vanessa da Silva Carvalho
Terceiro membro da banca: Borges Júnior, Laerte Honorato
Resumo: INTRODUÇÃO: o letramento em saúde (LS) se refere às habilidades e capacidade dos indivíduos e populações de acessar, compreender e usar as informações de saúde para promover, manter e tomar decisões em saúde. Cuidadores domiciliares com limitações no LS são propensos a falhar no cuidado em domicílio por problemas relacionados à comunicação deficiente, a informações de saúde incompletas, escolaridade inadequada, acesso limitado aos serviços de saúde e ausência da continuidade dos cuidados. Acredita-se que o LS do cuidador pode influenciar na maneira com que ele cuida da pessoa sob sua responsabilidade. Não há estudos que investiguem o LS de cuidadores domiciliares vinculados a programas de atenção em domicílio, usando instrumento multidimensional. OBJETIVO: determinar as condições de LS dos cuidadores de usuários vinculados ao Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) de Goiânia-Goiás, Brasil. METODOLOGIA: estudo transversal, realizado entre março e junho de 2019, em Goiânia/GO, com 90 cuidadores vinculados ao SAD do município, entrevistados com questionário sociodemográfico e a versão brasileira do Health Literacy Questionnaire (HLQ-Br). Para análise foram utilizadas medidas de tendencia central e dispersão, confiabilidade do HLQ, e os testes de Mann Whitney e Kruskal-Wallis na comparação das variáveis. RESULTADOS: a maior parte dos cuidadores era do sexo feminino (90,0%), possuía companheiro fixo (58,89%), vivia na residência de quem cuidavam (75,6%), possuía hábito de leitura (57,8%), era cuidador informal (91,1%), possuía pais sem escolaridade (44,2%), estudou nove anos ou mais (53,3%) em escola pública (84,4%) e possuía renda pessoal de até um salário mínimo (72,2%). Influenciaram nos escores do HLQ-Br o tipo de cuidador, hábito de leitura, viver com o paciente, possuir renda pessoal e familiar maior que um salário mínimo, tempo como cuidador, escolaridade do cuidador e de seus pais bem como o tipo de escola frequentada. O menor escore da parte 1 do HLQ-Br foi encontrado na escala “Cuidado ativo da saúde” e o maior na escala “Suporte social para saúde”. Já na parte 2 o menor escore encontra-se na escala “Navegar no sistema de saúde” e o maior na escala “Compreender as informações sobre saúde e saber o que fazer”. CONCLUSÕES: A renda, escolaridade e hábito de leitura influenciaram a maioria das escalas do HLQ. Os resultados podem nortear ações dos profissionais de saúde, que devem utilizar o constructo LS em sua prática. Este indicador de saúde ajuda a aprimorar as orientações para os cuidadores domiciliares e, consequente, melhora na qualidade do cuidado. Novos estudos devem ser realizados para ampliar a compreensão do LS nesse contexto, para identificar como reduzir as demandas situacionais, incluindo como os serviços podem contribuir. O LS é mais amplo que a capacidade de ler e compreender. Implica a capacidade para agir.
Abstract: INTRODUCTION: Health literacy (LS) refers to the skills and capacity of individuals and populations to access, understand and use health information to promote, maintain and make health decisions. Home caregivers with HL limitations are prone to fail in home care due to problems related to poor communication, incomplete health information, inadequate education, limited access to health services and lack of continuity of care. It is believed that the caregiver's HL can influence the way he cares for the person under his responsibility. There are no studies that investigate the LS of home caregivers linked to home care programs, using a multidimensional instrument. OBJECTIVE: to determine the HL conditions of caregivers of people linked to the Home Care Service of Goiânia / Goiás, Brazil. METHODOLOGY: cross-sectional study carried out between March and June 2019 in Goiânia / Goiás, with 90 caregivers linked to the municipality's Home Care Service, interviewed with a sociodemographic questionnaire and the Brazilian version of the Health Literacy Questionnaire (HLQ-Br). Measures of central tendency and dispersion, HLQ reliability and the Mann Whitney, Kruskal-Wallis tests were used to compare the variables. RESULTS: most caregivers were female (90.0%), had a steady partner (58.89%), lived in the home of those they cared for (75.6%), had a reading habit (57.8% ), was an informal caregiver (91.1%), had parents without schooling (44.2%), studied nine years or more (53.3%) in a public school (84.4%) and had a personal income of up to one minimum wage (72.2%). The type of caregiver, reading habit, living with the patient, having a family income greater than a minimum wage and education of the caregiver and their parents, influenced the HLQ-Br scores. The lowest score in part 1 of the HLQ-Br was found on the “Active health caregiver” scale and the highest on the “Social support for health” scale. In part 2, the lowest score is found on the “Navigating the health system” scale and the highest on the “Understanding health information and knowing what to do” scale. CONCLUSIONS: Income, education and reading habits influenced most HLQ scales. The results can guide the actions of health professionals, who must use the HL construct in their practice. This health indicator helps to improve guidelines for home caregivers, and consequently improve the quality of care. New studies should be carried out to broaden the understanding of HL in this context, to identify how to reduce situational demands, including how services can contribute. LS is broader than the ability to read and understand. It implies the ability to act.
Palavras-chave: Letramento em saúde
Cuidadores
Atendimento domiciliar
Caregivers
Health literacy
Home care
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem (FEN)
Citação: SOARES, T. A. M. Letramento em saúde de cuidadores vinculados ao Serviço de Atenção Domiciliar de Goiânia/GO. 2020. 118 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/10742
Data de defesa: 29-Mai-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem (FEN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Thales Antônio Martins Soares - 2020.pdf1,82 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons