Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11255
Tipo do documento: Tese
Título: A formação de professores de Ciências na licenciatura em Educação do Campo: tecendo tramas na Alternância
Título(s) alternativo(s): The formation of Science teachers in the degree in Rural Education: weaving wefts in Alternation
Autor: Cardoso, Elisandra Carneiro de Freitas
Currículo Lattes do Autor:  http://lattes.cnpq.br/6372135582028220
Primeiro orientador: Shuvartz, Marilda
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7325765815766484
Primeiro membro da banca: Shuvartz, Marilda
Segundo membro da banca: Rosa, Dalva Eterna Goncalves
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Jose Pedro Machado
Quarto membro da banca: Kato, Danilo Seithi
Quinto membro da banca: Queiroz, João Batista Pereira de
Resumo: O presente trabalho objetiva compreender como o curso de Licenciatura em Educação do Campo da UFG - Regional Goiás - promove uma formação de professores de ciências que dialogue com a estratégia da Alternância a fim de compreender o posicionamento do curso em relação à concepção de formação dos professores do campo. Com o intuito de atender ao objetivo geral, elencamos como objetivos específicos: 1) historiar os caminhos percorridos para a implementação da LEdoC na UFG; 2) entender os princípios da Educação do Campo e da Alternância; 3) relatar como ocorre a formação de professores de Ciências por meio da Alternância; 4) identificar as estratégias empregadas no curso para alcançar a Alternância; e 5) refletir sobre o posicionamento do curso em relação a concepção de formação dos professores do campo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em que adotamos a pesquisa participante como forma de investigação, pois se apoia em um comprometimento pessoal entre o pesquisador e o objeto de pesquisa e se constrói a partir de uma perspectiva humanizadora da realidade. Para a coleta de dados, adotamos a análise do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) e a participação em reuniões de planejamento e nas atividades desenvolvidas durante o Tempo Comunidade (TC). Participamos de oito reuniões de colegiado e cinco reuniões de planejamento do TC, totalizando treze reuniões que foram gravadas e transcritas. As atividades desenvolvidas no TC incluíram a participação nas atividades de abertura e encerramento, nas reuniões de orientação dos grupos de TC e as atividades nas comunidades, totalizando um número de dezessete encontros. Para a análise elegemos as seguintes categorias: Planejamento, Tempo, Alternância, Avaliação, Tema Gerador, Interdisciplinaridade, Diálogo, Contextualização, Coletividade, Cultura e Práxis. Os resultados demonstraram que no PPC falta clareza em relação à proposta pedagógica em Alternância, pois apesar de o documento expressar a articulação entre Tempo Universidade (TU) e TC, ainda nos parece que isso se dá de maneira frágil, o que se torna um obstáculo para a efetivação de uma Alternância Integrativa. De outra forma, o planejamento, a avaliação e o trabalho coletivo são elementos da prática pedagógica dos professores formadores fundamentais para articular a integração entre os tempos formativos. Nesse sentido, é preciso romper com práticas e costumes de não envolvimento e não pertencimento a um processo formativo forjado nas lutas sociais, pois o movimento de Educação do Campo exige um compromisso com a coletividade e com a formação integral e humana do campesinato, o que não pode ser impulsionado sem a atitude de escuta do outro, do diálogo e da colaboração. Um elemento transformador na Alternância do curso é a adoção de instrumentos pedagógicos específicos para a LEdoC, permitindo o diálogo de saberes, o rompimento das barreiras disciplinares e a articulação entre os tempos formativos, o que se aproxima com a Alternância Integrativa. A despeito de a UFG ter construído uma trajetória com a questão do campesinato, ela não tem um lócus de discussão de uma política institucional que atenda ao sujeito do campo. A Regional Goiás ainda é refém da ausência de suporte institucional para o desenvolvimento de processos formativos que incluam o campesinato na condição de sujeitos de direito. Diante disso, entendemos que a Alternância na LEdoC/UFG – Regional Goiás – tem se construído na dialeticidade entre o rompimento com práticas encrustadas em um modelo de educação que não inclui o campo e os seus sujeitos e a estruturação de caminhos que produzam uma formação humana, crítica e enraizada na realidade do campo.
Abstract: The present work aims to understand how the UFG - Regional Goiás - Graduation in Education for Rural Schools promotes the formation of Science teachers that dialogue with the Alternation strategy in order to understand the positioning from the course in front of training teachers for Rural Schools. In order to achieve the general objective, we list as specific objectives: 1) to record the paths taken for the implementation of LEdoC at UFG; 2) to understand the principles of Rural Education and Alternation; 3) to report how the formation of Science teachers through Alternation occurs; 4) identify the strategies used in the course to achieve Alternation; and 5) to think about positioning of course in front of training teachers for Rural Schools. It is a qualitative research in which we adopt participative research as a form of investigation, as it is based on a personal commitment between the researcher and the object and is built from a humanizing perspective for reality. To collect of data, we adopted the analysis of the Pedagogical Project of the Course and the participation in planning meetings and activities developed during Time-Community (TC). We participated at eight collegiate meetings and five TC planning and evaluation meetings, totaling thirteen meetings recorded and transcribed. The activities developed at the TC included participation in the opening and closing, in the orientation meetings of the TC groups and activities in the communities, totaling a number of seventeen meetings. For the analysis we chose the following categories: Planning, Time, Alternation, Evaluation, Generating Theme, Interdisciplinarity, Dialogue, Contextualization, Collectivity, Culture and Praxis. The results showed that PPC lacks clarity in relation to the pedagogical proposal in Alternation, because although the document expresses the articulation between Time-University and Time-Community, it still seems that happens in a fragile way, which becomes an obstacle to the realization of an Integrative Alternation. Otherwise, planning, evaluation and co-work are elements of the pedagogical practice of teachers whose are fundamental trainers to articulate the integration between formative times. In this sense, it is necessary to break with practices and customs of non-involvement and not belonging to a formative process forged in social struggles, since the Rural Education movement requires a commitment to the community and to the integral and human formation of the peasantry, which it cannot be promoted without the attitude of listening to the other, of dialogue and collaboration. A transformative element in the Alternation of the course is the adoption of specific pedagogical instruments for LEdoC, allowing the dialogue of knowledge, the breaking of disciplinary barriers and the articulation between formative times, which is close to the Integrative Alternation. Despite UFG having built a trajectory with the peasantry issue, it does not have a locus for discussing an institutional policy that serves the subject of the field. Regional Goiás is still hostage to the lack of institutional support for the development of training processes that include the peasantry as subjects of law. In view of this, we understand that Alternation at LEdoC/UFG -Regional Goiás - has been built on the dialectic between breaking with practices embedded in education model that does not include the Rural area and its subjects and the structuring of paths that produce a human formation, critical and rooted in the reality of the countryside.
Palavras-chave: Educação do Campo
Formação de professores de Ciências
Alternância Rural Education
Formation of Science teachers
Alternation
Rural Education
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)
Citação: CARDOSO, E. C. F. A formação de professores de Ciências na licenciatura em Educação do Campo: tecendo tramas na Alternância. 2020. 234 f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2020.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11255
Data de defesa: 20-Dez-2020
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação em Ciências e Matemática (PRPG)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Elisandra Carneiro de Freitas Cardoso - 2020.pdf3,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons