Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11523
Tipo do documento: Tese
Título: Avaliação das condições limnológicas e sedimentológicas do reservatório da usina hidrelétrica de Espora-GO
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the limnological and sedimentological conditions of the Espora-GO hydroeletric power plant reservoir
Autor: Barcelos, Assunção Andrade de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/9411247067136715
Primeiro orientador: Cabral, João Batista Pereira
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/1914332507525986
Primeiro membro da banca: Cabral, Joao Batista Pereira
Segundo membro da banca: Cunha, Marcia Cristina Da
Terceiro membro da banca: Silva, Rosicler Theodoro da
Quarto membro da banca: Foleto, Eliane Maria
Quinto membro da banca: Souza, Celia Alves de
Resumo: Por ser fundamental à vida, o ser humano possui certa dependência no que se refere à qualidade e quantidade de água. O aumento pela demanda por alimentos e a crescente necessidade por energia elétrica têm, cada vez mais, ampliado o uso da água. O presente trabalho tem como objetivo compreender a dinâmica do uso e ocupação da terra e sua influência no aspecto espacial e temporal na qualidade das águas e no processo de sedimentação do reservatório da UHE Espora. localizada entre os municípios de Serranópolis, Aporé e Itarumã, no trecho médio da bacia do rio Corrente, no estado de Goiás. O reservatório da UHE Espora é tipicamente rural, pois, não recebe, de forma direta, efluentes de áreas urbanas e industriais das cidades existentes na bacia. Para compreender o processo de uso e ocupação das terras na área de estudo, foi realizada análise temporal em dois períodos distintos, correspondentes às fases anterior e posterior à construção do reservatório. Para compreender a dinâmica espacial e temporal das águas do reservatório da UHE Espora, foram definidos 34 pontos de amostragem. Foram realizadas coleta de água em quatro períodos distintos: agosto de 2017 (inverno), novembro de 2017 (primavera), janeiro de 2018 (verão) e abril de 2018 (outono). Os parâmetros limnológicos avaliados foram: Potencial Hidrogeniônico (pH), Temperatura da água (T), Total de Sólidos Dissolvidos (TSD), Turbidez (Turb), Transparência da água (Transp.), Oxigênio Dissolvido (OD), Condutividade Elétrica (CE), Concentração de Sólidos Suspensos (CSS), Clorofila-a (CHL-a), Fósforo (P) e Coliformes termotolerantes (CT). A avaliação do processo de sedimentação foi pautada na análise granulométrica dos sedimentos, estudo de fácies e modelos deposicionais. A coleta de sedimentos de fundo do Reservatório ocorreu em janeiro de 2017. Os procedimentos metodológicos adotados foram: para análise do uso da terra, a classificação supervisionada; a análise qualitativa dos parâmetros limnológicos foi realizada com base no ordenamento jurídico brasileiro, de acordo com a Resolução CONAMA nº 357/2005; as análises estatísticas das variáveis limnológicas foram realizadas em conformidade com a correlação de Pearson; a análise granulométrica dos sedimentos foi realizada de acordo com o método da pipetagem e peneiramento; os perfis de sedimentação foram descritos por intermédio de análise de fácies e classificados de acordo com os modelos deposicionais de corrente, delta e leito. Conforme os dados analisados, verificou-se que, na área de estudo, ocorre predomínio do relevo suave ondulado, com predomínio de Latossolo e menor proporção de Neossolo. A variação altimétrica varia entre 553 a 850m. O clima da área de estudo é classificado como Tropical Úmido - Aw e o mês com precipitação mais elevada foi novembro, verificando-se que em agosto ocorreu a menor nível precipitação. Nos períodos analisados, o pH variou entre 5,3 a 7,5, a Temperatura da água variou de 27,4 a 34°C, a CE entre 4,37 a 6.89 μS/cm, o TSD entre 1.46 a 3,55 mg/L, a Turb de 1,25 a 4.89 NTU, a variação do OD foi entre 6,65 a 9,24 mg/L, a transp da água variou entre 1,68 a 4.65m, a CSS variou em 0,0005 a 0,0009 mg/L, a CHL-a variou entre 0,421 a 8,841 μg/L e o P foi o parâmetro que apresentou maior variação entre todos os parâmetros, de 0,001 a 1,687 mg/L. Conforme a classificação Conama nº 357/2005, o fósforo apresenta valores que classificam as águas do reservatório na classe 4. Os sedimentos depositados no reservatório indicam a ocorrência de 23,3% da fração areia, 33,3% areia síltica, 23,3% silte arenoso e 20,0% são siltes. De acordo com análise de fácies e modelo deposicionais, ocorre na presença dos depósitos de corrente no trecho inicial do reservatório, com predomínio de material arenoso; próximos às áreas de influências dos afluentes sobre o reservatório, foram verificados fáceis típicos de depósitos de delta, enquanto que os depósitos de leito foram verificados nas áreas em que ocorre a menor velocidade de escoamento da água e nas áreas próximas ao barramento
Abstract: For being fundamental to life, the human being has a certain demand on what regards water quality and quantity. The increase in the demand for food, and in the need for electricity, has been increasingly extending the use of water. The present work aims to comprehend the land use and occupation dynamics and its influence in water quality and sedimentation process of the Espora Hydroelectric Power Plant (HPP), located between the municipalities of Serranópolis, Aporé and Itarumã, in the middle stretch of the Corrente River basin, state of Goiás. The Espora HPP reservoir is typically rural since it does not directly receive effluents from the urban and industrial areas from the municipalities comprised by the basin. To comprehend the process of land use and occupation in the study area, a temporal analysis was conducted in two distinct periods. To understand the spatial and temporal dynamics of the waters of the Espora HPP reservoir, 34 sampling points were defined. Water samplings were performed in four different periods: August 2017 (winter), January 2018 (summer), and April 2018 (fall). The evaluated limnological parameters were: Potential Hydrogen (pH), Water Temperature (Temp.), Total Dissolved Solids (TDS), Turbidity (Turb.), Water Transparency (Transp.), Dissolved Oxygen (DO), Electrical Conductivity (EC), Concentration of Suspended Solids (CSS), Chlorophyll a (CHL-a), Phosphorus (P) and Thermotolerant Coliforms (TC). The valuation of the sedimentation process was based on the granulometric analysis of the sediments, facies analysis and deposition models. The sampling of the sediments from the bottom of the reservoir took place in January 2017. The adopted methodologies were: supervised classification, for the land use analysis; the Brazilian legal system, according to the CONAMA Resolution n. 357/2005, for the qualitative analysis of limnological parameters; Pearson Correlation, for the statistic analyses of the limnological variables; pipetting and sieving, for the granulometric analysis of the sediments; and the sedimentation profiles were described through a facies analysis, being later classified according to the stream, delta and riverbed deposition models. According to the analyzed data, a predominance of gently undulating slopes, with the predominance of Latosols, followed by Neosols in a lower proportion. The altimetry varies from 553 to 850 m. The climate of the area is classified as Tropical Wet – Aw, and the month with the highest rainfall was November, with August registering the lowest precipitation. In the analyzed periods, pH ranged from 5.3 to 7.5; water temperature varied from 27.4 to 34°C; EC stayed between 4.37 to 6.89 μS/cm; TSD registered values from 1.46 to 3.55 mg/L; Turbidity varied from 1.25 to 4.89 NTU; DO showed a variation between 6.65 to 9.24 mg/L; Water Transparency ranged from 1.68 to 4.65 m; the CSS stayed between 0.0005 to 0.0009 mg/L; CHL-a presented values from 0.421 to 8.841 μg/L, and P was the parameter to show the highest variation among all, from 0.001 to 1.687 mg/L. According to the CONAMA Resolution n. 357/2005, phosphorus shows values that rates the waters from the reservoir as Class 4. The sediments deposited in the reservoir indicate the occurrence of 23.3% of the fraction sand, 33.3% of silty sand, 23.3% of sandy silt, and 20% of silt. According to the facies and depositional model analyses, there is the occurrence of stream depositions in the initial stretch of the reservoir, with the predominance of sandy material; near the areas of influence of the affluents on the reservoir, facies typical from river deltas were verified, while riverbed deposits were verified in areas with slower water flow and in areas next to the dam.
Palavras-chave: Reservatório
Limnologia
Resolução Conama n° 357/2005
Reservoir
Limnology
Conama Resolution nº 357/2005
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Regional Jataí (RJ)
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia (RJ)
Citação: BARCELOS, A. A. Avaliação das condições limnológicas e sedimentológicas do reservatório da usina hidrelétrica de Espora-GO. 2021. 228 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Goiás, Jataí, 2021.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/11523
Data de defesa: 24-Jun-2021
Aparece nas coleções:Doutorado em Geografia (RJ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Assunção Andrade de Barcelos - 2021.pdf10,62 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons