Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12065
Tipo do documento: Dissertação
Título: O método de investigação da acrasia no livro VII da ética nicomaqueia de Aristóteles
Título(s) alternativo(s): The methodology of investigation on akrasia in book VII of the nicomachean ethics
Autor: Silva, Cristiane Martins da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3428101260499238
Primeiro orientador: Almeida, Wellington Damasceno de
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/7297509489292287
Primeiro membro da banca: Almeida, Wellington Damasceno de
Segundo membro da banca: Mendonça, Fernando Martins
Terceiro membro da banca: Borges, Anderson de Paula
Resumo: O presente trabalho apresenta um estudo da metodologia empregada por Aristóteles na investigação a respeito da acrasia no Livro VII da Ética Nicomaqueia. De início, apresento algumas leituras sobre o modelo metodológico empregado por Aristóteles nas investigações de ética, de modo a traçar um panorama das discussões sobre o tema. A exposição dessas leituras mostra que existe certa controvérsia entre os intérpretes a respeito da natureza da metodologia das investigações éticas de Aristóteles, e que as discordâncias se concentram especialmente em torno de três pontos: i) se as estratégias empregadas por Aristóteles nessas investigações constituem um modelo investigativo de natureza dialética, composto por um conjunto de técnicas que correspondem às que Aristóteles expõe nos Tópicos, ou se constituem um modelo de investigação científico que se assemelha ao que foi esboçado por ele no Livro II dos Segundos Analíticos; ii) se os pontos de partida dessas investigações são um conjunto de endoxa (opiniões partilhadas pela maioria a respeito dos temas investigados) ou se são um conjunto de phainómena (conjunto de dados semelhante aos das investigações científicas, que incluem apenas os endoxa tomados por Aristóteles como verdadeiros, além de outros dados evidentes coletados na experiência da vida ordinária e no próprio uso da linguagem); iii) se o objetivo dessas investigações é fazer um inventário das opiniões partilhadas a respeito de certos temas, e posteriormente corrigir as inconsistências presentes nesse conjunto de crenças, ou se o objetivo é a formulação dos princípios de uma ciência política, constituídos em grande parte por definições de tipos éticos. Ao ler a investigação sobre a acrasia, observamos que Aristóteles se dedica a dizer o que é essa disposição e construir sua definição, o que poderia ser evidência de um estudo de natureza científica e da aplicação da proposta geral que ele defende no Livro II dos Segundos Analíticos. No entanto, também fica evidente, seja pela análise da passagem metodológica que inicia a discussão, seja pelas estratégias empregadas ao longo da investigação, que o emprego de técnicas da dialética é parte relevante de todo esse processo. Entendo que a presença de elementos de uma investigação teórica acompanhados do uso de técnicas da dialética se deve à própria natureza dos estudos de ética. Na investigação a respeito da acrasia Aristóteles se dedica, por um lado, a mostrar que essa disposição existe enquanto uma disposição moral distinta de outras e construir sua definição, obtendo, dessa maneira, um princípio que pode ser usado em ciência política. Por outro lado, ele também problematiza as opiniões partilhadas ordinariamente a respeito do tema investigado, usando para isso técnicas da dialética, e buscando explicar as inconsistências e imprecisões presentes no conjunto de crenças a respeito do seu objeto de investigação. Entendo que a coexistência dessas estratégias de investigação - por um lado um estudo teórico que busca a construção de definições, e por outro a problematização das opiniões partilhadas sobre o tema - pode ser entendida como uma tentativa de responder às necessidades da própria ciência política (da qual a ética é parte, para Aristóteles), na qual o conhecimento teórico não é suficiente: essa ciência tem como objetivo não apenas conhecer o que são cada uma das disposições morais desejáveis ou a serem evitadas, mas também produzir ou evitar essas disposições nos cidadãos.
Abstract: This thesis presents a study of the methodology used by Aristotle in the investigation on akrasia in Book VII of the Nicomachean Ethics. First, I present some readings about the methodological model used by Aristotle in his ethical treatises in order to show the state of affairs of the discussions on this subject. The exposition of these readings shows that there is some controversy among scholars about the nature of the methodology employed by Aristotle in his ethical investigations. They mainly disagree about three points: i) whether the strategies employed by Aristotle in these investigations constitute a dialectical model of investigation, composed of the techniques he exposes in the Topics, or a scientific model of investigation, similar to what he outlines in book II of the Posterior Analytics; ii) whether the starting points of these investigations are endoxa (opinions shared by the majority of people) or phainómena (a set of data similar to those he uses in scientific investigations, which include only the endoxa Aristotle takes to be true, in addition to other evident data collected in the ordinary life experience and how we speak); iii) whether the objective of these investigations is to make an inventory of shared opinions on certain topics, and correct the inconsistencies identified in this set of beliefs, or to formulate the principles of a political science, constituted largely by definitions of ethical types. While reading the investigation on akrasia, we observe that Aristotle is compromised to explain what this disposition is and formulate its definition, which could be evidence of a scientific study and the application of the general proposal he outlines in Book II of the Posterior Analytics. However, it is also evident, either analyzing how he initiates the discussion, or observing the strategies he employs throughout the investigation, that the use of dialectical techniques is relevant in this process. I understand that the presence of elements of a theoretical investigation, accompanied by the use of dialectical techniques relates to the very nature of ethical studies. In the investigation of akrasia, Aristotle tries to establish that this moral disposition exists and it’s distinct from others by constructing its definition, a principle that can be used in political science. Along with that he also builds puzzles using the commonly shared opinions about this topic, applying dialectical techniques for this, and seeking to explain the inconsistencies and inaccuracies present in the set of beliefs about its object of investigation. I understand that the coexistence of these research strategies - on the one hand, a theoretical study that seeks to formulate definitions, and on the other, the scrutiny of shared opinions on the subject - can be understood as an attempt to deal with the needs of political science itself (of which ethics is a part, according to Aristotle), in which theoretical knowledge is not sufficient: this discipline aims not only to know what each of the moral dispositions are, but also how to produce or avoid these dispositions in the citizens.
Palavras-chave: Acrasia
Investigação dialética
Investigação científica
Akrasia
Dialectical investigation
Scientific investigation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA::ETICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Filosofia (FAFIL)
Citação: SILVA, C. M. O método de investigação da acrasia no livro VII da ética nicomaqueia de Aristóteles. 2022. 93 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2022.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/12065
Data de defesa: 17-Fev-2022
Aparece nas coleções:Mestrado em Filosofia (FAFIL)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Cristiane Martins da Silva - 2022.pdf793,19 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons