Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3146
Tipo do documento: Dissertação
Título: O trabalhador da educação e a acumulação flexível do capital: um estudo do posicionamento do Sintego frente à política educacional de Goiás
Autor: Araujo Júnior, João Ferreira de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/8849437030161130
Primeiro orientador: Cruz, José Adelson da
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3603652407866783
Primeiro membro da banca: Pinheiro, Veralúcia
Segundo membro da banca: Pessoa, Jadir de Morais
Resumo: Este trabalho objetiva compreender o “entendimento e o posicionamento” do Sintego em relação às mudanças no trabalho pedagógico, a partir da implantação do “Pacto pela Educação: um futuro melhor exige mudanças” no Estado de Goiás. Desenvolveu-se na Linha de Pesquisa Educação, Trabalho e Movimento Sociais, do Programa de Pós-Graduação da FE/UFG. Adotou-se como referencial teórico para compreender o projeto educacional do Estado de Goiás, as transformações no mundo do trabalho e as ações do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Goiás (SINTEGO), os seguintes autores: Harvey (2011), Cruz (2005 e 2008), Corràgio (1999), Schwartzman e Cox (2009), Saviani (1991 e 2009 e 2012), Paro (1993 e 2010 e 2011), Enguita (1989), Tumolo e Bez (2008), Canezin (2009) e Boito Jr. (1996 e 1999 e 2001 e 2005). Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas semiestruturadas com a direção do Sintego. Também foi feito buscas de teses, dissertações e artigos no banco de teses e dissertações da Universidade Federal de Goiás (UFG), da Universidade Federal de Brasília (UNB), da PUC-GO e do banco de dados da CAPES em periódicos da área de educação, produzidas entre os anos de 1990 a 2011. Partiu-se da compreensão do Pacto pela Educação como projeto de governança, disseminado pelos organismos internacionais, na acumulação flexível do capital, que objetiva ampliar a privatização do público. Nesse deslocamento das fronteiras entre o público e o privado, as relações e condições do trabalho pedagógico foram alteradas, exigindo-se novas lutas e organizações dos trabalhadores. Como resultado da pesquisa, constatou-se que o Sintego conhece o processo de ampliação da iniciativa privada na prestação dos serviços públicos educacionais. No entanto, ainda não conseguiu fazer com que este processo tornasse bandeira de luta, ficando presos a lutas pontuais, baseados em fatores externos ao processo e resultado do trabalho pedagógico.
Abstract: This study aims to understand the "understanding and positioning" of Sintego regarding changes in pedagogical work, since the implementation of the "Pact for Education: a better future requires changes" in the State of Goiás. It was developed in the Research Line “Education, Labor and Social Movement”, of the Post-Graduation Program in FE/UFG. Transformations in the world of work and actions of the Education Workers Union of the State of Goiás (SINTEGO) were adopted as a theoretical framework to understand the educational project of the State of Goiás. This work was based theoretically on the following authors: Harvey (2011), Cruz (2005; 2008), Corràgio (1999), Schwartzman and Cox (2009), Saviani (1991; 2009; 2012), Paro (1993; 2010; 2011), Enguita (1989), Tumolo and Bez (2008), Canezin (2009) e Boito Jr. (1996; 1999; 2001; 2005). Semistructured interviews with the direction of Sintego were achieved for data collection. Searches for theses, dissertations and articles on the bank of theses and dissertations of Federal University of Goiás (UFG), Federal University of Brasilia (UNB), PUC-GO and database CAPES in journals of education, produced between the years 1990-2011, were searched. Pact for Education was understood as governance project, disseminated by international organizations, in the flexible accumulation of capital, which aims to expand the privatization of the public. In this displacement of borders between public and private, relations and conditions of educational work were changed, requiring new struggles and workers' organizations. As result of the research, it was found that Sintego knows the process of expanding the private sector in the provision of public educational services. However, it still could not make this process becomes a battle flag, getting stuck in specific fights, based on factors external to the process and outcome of pedagogical work.
Palavras-chave: Sintego
Acumulação flexível
Pacto pela Educação
Trabalho Pedagógico
Flexible Accumulation
Pact for Education
Pedagogical Work
Área(s) do CNPq: ADMINISTRACAO EDUCACIONAL::ADMINISTRACAO DE SISTEMAS EDUCACIONAIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Educação - FE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação (FE)
Citação: ARAÚJO JÚNIOR, João Ferreira de. O trabalhador da educação e a acumulação flexível do capital: um estudo do posicionamento do Sintego frente à política educacional de Goiás. 2013. 128 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3146
Data de defesa: 18-Set-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação (FE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Araújo Júnior, João Ferreira de-2013-dissertação.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons