Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3798
Tipo do documento: Tese
Título: Ambiência, características uterinas ovarianas, produção e composição do leite de primíparas da raça Holandesa (pc) criadas no bioma Cerrado
Título(s) alternativo(s): Ambience, uterine and ovarian characteristics, production and milk composition of primpiparous Holstein heifers (PC) created in teh Brazilian savannah
Autor: Bilego, Ubirajara Oliveira
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6132609908554457
Primeiro orientador: Meirinhos, Maria Lúcia G.
Primeiro coorientador: Brasil, Ipojucan de Goiás
Segundo Coorientador: Viu, Marco Antônio de Oliveira
Primeiro membro da banca: Meirinhos, Maria Lúcia G.
Segundo membro da banca: Malaquias Junior, João Darós
Terceiro membro da banca: Leão, Karen Martins
Quarto membro da banca: Oliveira Filho, Benedito Dias de
Quinto membro da banca: Lopes, Dyomar Toledo
Resumo: Objetivou-se com o presente trabalho avaliar os efeitos das características ambientais na produção e composição do leite e na atividade reprodutiva de primíparas da raça Holandesa (PC). Os três experimentos foram realizados na Fazenda Rio Verdinho, localizada em Rio Verde, região Sudoeste do estado Goiás. A localidade possui dois períodos bem definidos, sendo o período chuvoso (PCh) (outubro a abril) e o período seco (PS) (maio a setembro). No experimento I, objetivou-se avaliar fatores ambientais como: temperaturas, umidade relativa (UR) e precipitação para estimativa do Índice de Temperatura e Umidade (ITU) em dois períodos do ano. O período experimental compreendeu o PCh durante os meses de Janeiro a Abril de 2011 e o PS compreendeu os meses de Maio a Agosto de 2012. Através dos dados climáticos calculou-se o (ITU) pela fórmula descrita em NRC (1971). Os resultados apontaram diferenças para as variáveis temperatura média, mínima, UR, precipitação e ITU, com maiores valores para a PCh. No experimento II, utilizou-se 72 vacas primíparas, da raça holandesa (PC), com idades entre 24 a 30 meses, divididas em dois grupos experimentais, sendo 36 no grupo da PS e 36 no grupo do PCh. Avaliou-se a produção e os teores de gordura, proteína, extrato seco total (EST) e desengordurado (ESD) e nitrogênio uréico no leite (NUL). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em duas épocas de mensurações (período Chuvoso e Seco). Não houve diferenças entre os períodos seco e chuvoso para produção de leite. Os valores de composição centesimal do leite foram todos diferentes entre os períodos avaliados. Valores de gordura, proteína, EST e ESD foram maiores (P˂0,01) durante o período seco. A época mais quente e úmida do ano (PCh) teve efeito direto na composição do leite das primíparas Holandesas avaliadas. No experimento III, avaliaram-se os efeitos da sazonalidade sobre estrutura ovariana e a involução uterina de primíparas Holandesas (PC). Utilizou-se 72 vacas primíparas, com idades entre 24 a 30 meses, divididas em dois grupos experimentais, sendo 36 no grupo do PS e 36 no grupo do PCh. As avaliações ginecológicas começaram a partir de 20 a 25 dias pós-parto e seguiram-se semanalmente, até que houvesse duas leituras repetidas do tamanho e simetria do útero ou, manifestação de estro. Utilizou-se vaginoscópio e aparelho de ultrassonografia para avaliações uterinas e ovarianas. O útero foi avaliado quanto a higidez, tamanho, disposição e presença de conteúdo. Os ovários foram avaliados quanto ao tamanho, presença de folículos, tamanho dos folículos, presença e tamanhos dos corpos lúteos. Houve diferenças quanto ao tamanho médio dos folículos e dos corpos lúteos entre o PS e PCh, com menores médias foliculares e luteais no PS. O tamanho do útero não diferiu no momento da completa involução uterina. Vacas no PS apresentaram o canal cervical mais fechado no momento das avaliações e cornos uterinos mais próximos da simetria completa. Concluiu-se que primíparas Holandesas, no manejo avaliado levam mais tempo para concluir a involução uterina no PCh do que no PS.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the effects of environmental characteristics on production and milk composition and reproductive activity of primiparous Holstein (PC) race. The experiments were carried out in the Rio whiting, located in Rio Verde, Goiás state Southwest region of the city has two well-defined periods, the rainy season (PCh) (October to April) and dry (PS) (May to September). In the first experiment aimed to evaluate environmental factors such as temperature, relative humidity (RH) and rainfall to estimate Temperature and Humidity Index (THI) in two seasons. The experimental period included the PW during the months of January to April 2011 and the PS to the months of May to August 2012. Through the climate data we calculated the (UTI) by the formula described in NRC (1971). The results showed differences in the variables, minimum, average temperature RH, precipitation and ITU, with higher values for PW. In the second experiment, we used 72 primiparous cows of Holstein breed (PC), aged 24 to 30 months, divided into two experimental groups, with 36 in the PS group and 36 in the PW group. We evaluated the yield and the content of fat, protein, total solids (EST) and defatted (ESD) and milk urea nitrogen (MUN). The experimental design was completely randomized in two periods of measurements (rainy and dry season). There were no differences between the dry and rainy periods for milk production. The values of proximate composition of milk were all different between periods. Values of fat, protein, EST and ESD were higher (P ˂ 0.01) during the dry period. The warmer and more humid the year (PW) time had a direct effect on milk composition of primiparous Holstein evaluated. In experiment III, evaluated the effects of seasonality on ovarian structure and uterine involution in primiparous Holstein (PC). We used 72 primiparous cows , aged 24 to 30 months , divided into two experimental groups , with 36 in the PS group and 36 in the PW group. The gynecological exams started from 20 to 25 days postpartum and followed weekly until there were two repeated readings of the size and symmetry of the uterus or of estrus. We used vaginoscópio and ultrasound apparatus for uterine and ovarian reviews. The uterus was evaluated for soundness, size, disposition and presence of content. The ovaries were evaluated for size, presence of follicles, size of follicles, presence and size of corpora lutea. There were differences in the average size of follicles and corpora lutea between the PS and PCh, with smaller follicular and luteal averages in PS. The size of the uterus did not differ at the time of the complete uterine involution. Cows in PS showed the most closed at the time of the assessment and uterine horns closer to the complete symmetry cervical canal. It was concluded that primiparous Holstein, the management reviews take longer to complete uterine involution in PW than in PS.
Palavras-chave: Sazonalidade
Componentes lácteos
Estresse térmico
Gado leiteiro
Ginecologia
Seasonality
Dairy cattle
Heat stress
Gynecology
Milk components
Área(s) do CNPq: ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ)
Citação: BILEGO, Ubirajara Oliveira. Ambiência, características uterinas ovarianas, produção e composição do leite de primíparas da raça Holandesa (pc) criadas no bioma Cerrado. 2013. 91 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal), Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/3798
Data de defesa: 27-Set-2013
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência Animal (EVZ)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese-Ubirajara Oliveira Bilego-2013.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons