Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7217
Tipo do documento: Dissertação
Título: O significado do trabalho para juízes estaduais
Título(s) alternativo(s): o significado do trabalho para juizes estaduais
Autor: Silva, Ricardo Augusto Ferreira e
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/0961063198670419
Primeiro orientador: Guimarães, Tomas de Aquino
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5763004127461260
Primeiro coorientador: Sousa, Marcos de Moraes
Primeiro membro da banca: Guimarães, Tomas de Aquino
Segundo membro da banca: Freitag, Maria Salete Batista
Terceiro membro da banca: Porto, Juliana Barreiros
Resumo: O trabalho é visto não só como fonte de renda para a subsistência, mas como meio de o indivíduo se relacionar com outros indivíduos e de se sentir como parte da sociedade. Com a finalidade de contribuir para preencher uma lacuna na literatura científica esta pesquisa teve como objetivo descrever o significado do trabalho do juiz, apoiando-se nas dimensões de significado descritas no modelo MOW – Meaning of Work (1987): (a) centralidade, (b) normas sociais e (c) objetivos e resultados valorizados no trabalho. A pesquisa foi realizada no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, com abrangência nas 13 regiões judiciárias. A coleta de dados ocorreu entre outubro e dezembro de 2016; foram entrevistados 20 juízes de primeiro grau por meio de um roteiro semiestruturado. Os dados obtidos das respostas às questões foram analisados por meio de técnicas de análise textual e, posteriormente, pela análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa demonstraram que não houve consenso quanto à centralidade do trabalho tanto em relação ao tempo quanto em comparação do trabalho com outras esferas da vida, embora a maioria dos entrevistados afirmasse que a Família é prioridade, seguida de trabalho e religião. O conceito de significado do trabalho, de forma unânime, foi associado pelos entrevistados a algo útil e produtivo à sociedade. Neste sentido, os juízes consideram o trabalho mais como um dever do que um direito diante da sociedade. Os entrevistados foram incisivos no entendimento de que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e os tribunais superiores são órgãos com caráter político, por possuírem na cúpula membros não advindos da magistratura. Criticou-se também a forma de legislar do CNJ por meio de resoluções, o que pode interferir na autonomia e independência dos juízes. Embora os sentimentos de frustração e felicidade sejam contrabalanceados entre os magistrados, os dados da pesquisa convergem com o padrão de concepção positiva onde o trabalho é visto como atividade geradora de valor na sociedade.
Abstract: Work has been seen not only as a source of income for subsistence, but as means for the individual to relate to others and to feel as part of society. This research aims to describe the meaning of the work of the judge, relying on the dimensions of meaning described in the model MOW ‒ Meaning of Work (1987): (a) centrality, (b) social norms and (c) objectives and results valued at work. The research carried out at the Court of Justice of the State of Goiás, covered the 13 judicial regions. Data collection took place between October and December 2016; 20 first-degree judges were interviewed through a semi-structured script. The data obtained from the answers to the questions were analyzed through textual data techniques and, later, by content analysis. The results of the research showed that there was no consensus regarding the centrality of work in relation to time and in comparison to work with other spheres of life, although most interviewees affirmed that the Family is a priority, followed by work and religion. The concept of meaning of work, in a unanimous way, is associated with something useful and productive to society. In this sense, judges consider work more as a duty than a right before society. The interviewees demonstrated incisive behaviour in the question of the CNJ and the superior courts being organs of a political character, for having at the top members not coming from the judiciary. The way of legislating through resolutions is another criticized topic, which directly interferes with the autonomy and independence of the judges. Although feelings of frustration and happiness are counterbalanced among magistrates, research data converge with the positive conception pattern where work has been seen as value-creating activity in society.
Palavras-chave: Administração judicial
Trabalho do juiz
Significado do trabalho
Judicial administration
Judge’s work
Meaning of work
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Administração (FACE)
Citação: SILVA, R. A. F. O significado do trabalho para juízes estaduais. 2017. 92 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7217
Data de defesa: 24-Mar-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Administração (FACE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ricardo Augusto Ferreira e Silva - 2017.pdf989,92 kBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons