Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7359
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aplicação de um algoritmo para avaliação do desempenho de testes diagnósticos para dengue durante epidemia no Centro-Oeste, Brasil (2012-2013)
Título(s) alternativo(s): Testing algorithm in performance evaluation of dengue diagnostic tests during epidemia in Central-West, Brazil (2012-2013)
Autor: Botelho, Pedro Henrique Dias
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6023018160209471
Primeiro orientador: Bara, Maria Teresa Freitas
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3914164125498267
Primeiro coorientador: Féres, Valéria Christina de Rezende
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/8089054699896454
Primeiro membro da banca: Bara, Maria Teresa Freitas
Segundo membro da banca: Alcântara, Keila Correia de
Terceiro membro da banca: Argolo, Angela Ferreira Lopes de Teive e
Quarto membro da banca: Rocha, Benigno Alberto Moraes da
Resumo: Introdução. Testes laboratoriais são fundamentais para o diagnóstico da dengue, nesse sentido são propostos algoritmos, que propõe instruções para um diagnóstico laboratorial de dengue mais eficaz. Objetivo. Avaliar o desempenho de testes laboratoriais na confirmação de casos suspeitos de dengue, no curso de duas epidemias (2012 e 2013) em Goiânia, Goiás, Centro-Oeste do Brasil. Metodologia. Trata-se de um estudo observacional analítico que analisou uma base de dados clínicos e laboratoriais de uma coorte prospectiva de pacientes com suspeita clínica de dengue. O algoritmo aplicado baseou-se em três períodos da doença, 0-3, 4-7 e >7 dias após o início dos sintomas (DOS) e no uso de testes de detecção das imunoglobulinas M e G (IgM e IgG), do antígeno da proteína não-estrutural 1 (NS1Ag) e do RNA viral por reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa (RT-PCR). Foram avaliadas a positividade dos testes individualmente e em associação de testes por dia de infecção; e a sensibilidade, especificidade e acurácia dos testes. A análise estatistica usou os programas SPSS Statistics 17.0, R software e OPENEPI. Resultados. Dos 592 pacientes selecionados, 415 (70,1%) foram confirmados laboratorialmente. No período de 0-3 DOS, a RT-PCR e NS1Ag obtiveram 81,6% e 63,3% de positividade respectivamente. IgM obteve as positividade nos períodos de 4-7 e >7 DOS (85,5% e 93,3%, respectivamente). Individualmente, os testes de RT-PCR e IgM positividade ao diagnóstico no início e no final da fase aguda da infecção, respectivamente. Os resultados de sensibilidade foram semelhantes aos de positividade, enquanto os de especificidade de NS1Ag foram superiores à 90% em todos os períodos. Conclusão. O algoritmo apontou qual teste laboratorial foi o melhor para o curso da doença. Até 3 DOS, o teste molecular é o mais sensível; Entre 4-7 DOS, duas técnicas podem ser necessárias para obter um diagnóstico preciso. O teste de NS1Ag apresenta menor detecção em casos de infecção secundária, no entanto, foi o teste mais específico, podendo ser utilizado no diagnóstico diferencial de dengue. Estes resultados contribuíram para a decisão diagnóstica no contexto epidemiológico com a circulação concomitante de arbovírus.
Abstract: Introduction. Laboratory tests are essential for dengue diagnosis, in that sense algorithms are proposed, which proposes instructions for a more effective laboratory dengue diagnosis. Aim. To evaluate the performance of laboratory tests in the confirmation of suspected dengue cases, appling an algorithm, during a dengue epidemic in Goiânia, Central West Brazil 2012-2013. Methodology. This is a retrospective analytical observational study in a database of a prospective cohort with suspected dengue cases. The algorithm applied was based on three periods in the acute phase of disease, 0-3, 4-7 and >7 days after onset of symptoms (DOS) and in detection of immunoglobulins M and G (IgM and IgG), non-structural 1 protein antigen (NS1Ag) and viral RNA by reverse transcriptase-polymerase chain reaction (RT-PCR). Positivity was seen individually and in association of tests in the algorithm and per day of infection, and used to confirm cases. The tests performance was evaluated by the sensitivity, specificity and accuracy of each test when compared to the others association, also in the algorithm. The results were statistically analyzed using SPSS Statistics 17.0, R software and OPENEPI. Results. 592 patients with suspected dengue were included, 415 (70.1%) were laboratory confirmed. In the 0-3 DOS period, the best positivities were by RT-PCR (81.6%) and NS1Ag (63.3%). While, IgM obtained the best positivities in 4-7 and >7 DOS periods (85.5% and 93.3%, respectively). Individually, RT-PCR and IgM tests were the most efficient to add positivity to diagnosis at the beginning and at the end of the acute phase of infection, respectively. Sensitivity results were similar to those of positivity, whereas NS1Ag specificities were greater than 90% at all periods. Conclusion. The algorithm sowed which laboratorial test was the best for the course of disease. Until 3 DOS, molecular is most sensitive test; between 4-7 DOS, two techniques may be required to obtain an accurate diagnostic. NS1Ag test, presented less detection in secondary infection cases, however, they was more specific test and can be used in differential diagnosis of dengue. These results contributed to diagnostic decision in the epidemiological context with concomitant arbovirus circulation.
Palavras-chave: Dengue
Diagnóstico laboratorial
Algoritmo
RT-PCR
NS1Ag
Antidengue IgM ELISA
Dengue
Laboratory diagnosis
Algorithm
RT-PCR
NS1Ag
Anti-dengue IgM ELISA
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade Farmácia - FF (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Assistência e Avaliação em Saúde (FF)
Citação: BOTELHO, P. H. D. Aplicação de um algoritmo para avaliação do desempenho de testes diagnósticos para dengue durante epidemia no Centro-Oeste, Brasil (2012-2013). 2017. 80 f. Dissertação (Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/7359
Data de defesa: 20-Abr-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Assistência e Avaliação em Saúde (FF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Pedro Henrique Dias Botelho - 2017.pdf2,11 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons