Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8873
Tipo do documento: Dissertação
Título: O carpe diem da sociedade de consumo contemporânea: uma análise a partir da Campanha 4G da Vivo
Título(s) alternativo(s): The carpe diem of the contemporary consumer society: an analysis from the 4G Campaign
Autor: Menezes, Fabrícia Vilarinho de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/4181742525905034
Primeiro orientador: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3007925506666700
Primeiro coorientador: Jordão, Janaína Vieira de Paula
Currículo Lattes do primeiro coorientador: http://lattes.cnpq.br/9936127174016398
Primeiro membro da banca: Gomes, Suely Henrique de Aquino
Segundo membro da banca: Jordão, Janaína Vieira de Paula
Terceiro membro da banca: Fernandes, Ana Rita Vidica
Quarto membro da banca: Chaveiro, Eguimar Felício
Resumo: A pesquisa analisa como os sentidos do carpe diem estão inseridos em uma mensagem quando a materialidade da expressão em latim, escrita ou fala, não encontra-se presente. Considera-se que, ainda que o termo não ocorra de forma explícita nas mídias atuais, seus sentidos podem estar presentes visto que foram construídos ideologicamente ao longo dos anos. Cunhado pelo poeta Horácio no século I a.C., o princípio do carpe diem exorta a colher o dia de hoje mediante a brevidade da vida. Desse modo, elegem-se os dois elementos norteadores da pesquisa na busca dos sentidos atualizados do carpe diem, ambos relacionados à temporalidade: efemeridade da vida e gozo do presente. Os sentidos do preceito horaciano podem ser percebidos em variadas mídias, servindo, ao longo dos anos, a diferentes propósitos. Na sociedade contemporânea, denominada de Hipermodernidade pelo filósofo Gilles Lipovetsky, percebe-se que os temas horacianos encontramse mediados pelo consumo. Opta-se por analisar a temática exemplificando seu uso por meio de vídeos publicitários com o auxílio da Análise de Discurso, a partir especialmente da perspectiva da pesquisadora brasileira Eni P. Orlandi, com contribuições dos autores Rosalind Gill, Dominique Maingueneau. As imagens fílmicas publicitárias são interpeladas em análise conjunta ao texto, segundo os pressupostos de Gillian Rose. Desse modo, utilizando principalmente o exemplo da Campanha 4G da empresa Vivo de telefonia, na qual percebe-se a presença dos eixos norteadores da temática horaciana (brevidade e gozo) no slogan e imagens, busca-se compreender como o princípio do carpe diem, que remonta à antiguidade, é atualizado na contemporaneidade pela sociedade de consumo e de que modo isso pode ser percebido na mensagem da Vivo. Inserido no contexto da sociedade de consumo, observa-se que o carpe diem apresenta-se determinado pelo consumismo, imediatismo e velocidade do tempo como valor. Nesse sentido, o carpe diem contemporâneo é definido por uma temporalidade paradoxal estabelecida por uma exacerbada valorização do presente que ao mesmo tempo ocupa-se do futuro e passado, equilibrando-se entre o efêmero e o duradouro.
Abstract: The research analyzes how the senses of carpe diem are inserted in a message when the materiality of latin expression, writing or speech, is not present. It is considered that, although the term does not occur explicitly in the current media, its senses can be present because they were constructed ideologically over the years. Coined by the poet Horace in the first century b. C, the carpe diem principle exhorts us to live the today because of the brevity of life. In this way, the two guiding elements of the research are chosen in the search for the updated senses of carpe diem, both related to temporality: ephemerality of life and enjoyment of the present. The meanings of the Horace’s precept can be perceived in various media, serving, over the years, for different purposes. In contemporary society, denominated of Hypermodernity by the philosopher Gilles Lipovetsky, it is perceived that the Horace’s themes are mediated by the consumption. It is possible to analyze the theme by illustrating its use through publicity videos with the aid of Discourse Analysis, especially from the perspective of Brazilian researcher Eni P. Orlandi, with contributions by authors Rosalind Gill, Dominique Maingueneau. The publicity film images are discussed together with the text, according to the concepts of Gillian Rose. Thus, using mainly the example of Campaign 4G of the Vivo company of telephony, it which have the presence of the guiding axes of the Horace’s theme (brevity and enjoyment) in the slogan and images, this analyses looks to understand how the principle of carpe diem, which dates back to antiquity, is updated in contemporary times by the consumer society and how this can be perceived in Vivo's message. Inserted in the context of the consumer society, the carpe diem is determined by consumerism, immediacy and speed of time as a value. In this sense, the contemporary carpe diem is defined by a paradoxical temporality established by a valuation of the present time, which at the same time deals with the future and the past, balancing between ephemerality and duration.
Palavras-chave: Carpe diem
Sociedade de consumo
Hipermodernidade
Publicidade
Vivo
Comunicação
Cultura
Consumer society
Hypermodernity
Advertising
Comunication
Culture
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: MENEZES, F. V. O carpe diem da sociedade de consumo contemporânea: uma análise a partir da Campanha 4G da Vivo. 2018. 229 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/8873
Data de defesa: 29-Mai-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Fabrícia Vilarinho de Menezes - 2018.pdf5,35 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons