Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9780
Tipo do documento: Dissertação
Título: Jornalismo sensacionalista, mulheres e cidadania: aspectos da presença feminina nas capas do Jornal Daqui
Título(s) alternativo(s): Sensationalist journalism, women and citizenship: aspects of the feminine presence in the covers of the Jornal Daqui
Autor: Silva, Lethícia Alves Faria da
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/1211136740573892
Primeiro orientador: Temer, Ana Carolina Rocha Pessoa
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/2424054335258827
Primeiro membro da banca: Temer, Ana Carolina Rocha Pessoa
Segundo membro da banca: Braga, Claudomilson Fernandes
Terceiro membro da banca: Santos, Marli dos
Resumo: O objetivo deste trabalho é investigar quais são as representações sociais acerca do gênero feminino no Jornal Daqui, veículo impresso popular com maior circulação no Estado de Goiás e que também ocupa o primeiro lugar no ranking nacional de maiores jornais de circulação paga por ano, em 2019, segundo dados divulgados pela Instituto Verificador de Comunicação (IVC). O recorte temporal é fixado no Dia Internacional da Mulher, consolidado anualmente no dia 08 de março,por ser uma data que expressa toda a luta histórica das mulheres pela igualdade de gênero. A amostra total do trabalho dissertativo compõe-se pelas capas do jornal supracitado entre os anos 2011 a 2018 e por entrevistas com roteiros semiestruturados com editores, mulheres retratadas e leitores do veículo. Com o empreendimento desta análise, sustentada em uma leitura crítica da mídia e efetivada a partir da Análise de Discurso Crítica (ADC), interpelamos o jornal estudado para questionar quem são e como são as mulheres representadas em seu discurso, a fim de examinar como a produção jornalística do veículo incide nas questões referentes ao exercício da cidadania do gênero feminino. Os resultados inferem que o Jornal Daqui contribui para a preservação da desigualdade de gênero, pois congrega as mulheres em três aspectos: objeto, vulgaridade e corpo. Com isso, percebe-se que as mulheres representadas são sempre brancas, magras, heterossexuais, célebres e sexualizadas, o que denota a manutenção do status quo através da exclusão de todas aquelas que destoam deste padrão hegemônico, culminando na negação da cidadania ao gênero feminino.
Abstract: The purpose of this work is to investigate which are the social representations about the female gender in the Jornal Daqui, a popular printed vehicle with the largest circulation in the state of Goias, which also ranks first in the national ranking of largest paid newspappers per year in 2019, according to data released by Instituto Verficiado de Comunicação (IVC). The temporal cut is set on the International Women’s Day, consolidated annually on March 8, as it is a date that expresses all the hystorical fight of women for gender equality. The total sample of the essay is composed by the covers of the mentioned newspaper between the years of 2011 until 2018 and by interviews with semi-estructured scripts with editors, women portrayed and readers of the vehicle. With the undertaking of this analysis, based on a crictical reading of the midia and made effective from the Análise de Discurso Crítica (ADC), we interpellated the newspaper studied to question who the women are and how are they represented in their speech, in order to examine how the vehicle’s jornalistic production incides on the matters refering to the exercise of citizenship of the female gender. The results infer that the Jornal Daqui contribuited to the preservation of gender equality, since congregates women in three aspects: object, vulgarity and body. With that, it is noticed that the represented women are always white, skinny, heterossexual, famous and sexualized, which denotes the maintenence of the status quo by excluding all those that disregard this hegemonic pattern, culminating in the denial of the citizenship to the female gender.
Palavras-chave: Jornalismo sensacionalista
Gênero
Mulheres
Cidadania
Representações sociais
Sensationalist jornalism
Gender
Women
Citizenship
Social representation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Programa: Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC)
Citação: SILVA, Lethícia Alves Faria da. Jornalismo sensacionalista, mulheres e cidadania: aspectos da presença feminina nas capas do Jornal Daqui. 2019. 230 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9780
Data de defesa: 29-Mai-2019
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lethícia Alves Faria da Silva - 2019.pdf2,78 MBAdobe PDFBaixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons