Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11185
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMacêdo, Lizandra Sousa-
dc.creatorDomingues, Isa Mara Colombo Scarlati-
dc.creatorSilva, Gislene Marques da-
dc.creatorGuarda, Juliana Alves da-
dc.creatorMartins, Mariana Lima-
dc.creatorSilva, Stefânia Ferreira da-
dc.date.accessioned2016-02-26T13:15:46Z-
dc.date.available2016-02-26T13:15:46Z-
dc.date.issued2015-05-23-
dc.identifier.citationMACÊDO, Lizandra Sousa; DOMINGUES, Isa Mara Colombo Scarlati; SILVA, Gislene Marques da; GUARDA, Juliana Alves da; MARTINS, Mariana Lima; SILVA, Stefânia Ferreira da. A hora de ler: parada mais que legal. Itinerarius Reflectionis, Jataí, GO, v. 12, n. 1, jan./jun. 2016. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/index.php?journal=ritref&page=article&op=view&path%5B%5D=37167&path%5B%5D=pdf>.pt_BR
dc.identifier.issne- 1807-9342-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11185-
dc.descriptionv. 12, n. 1, jan./jun. 2016.pt_BR
dc.description.abstractThis article reports the developenmet of the action performed about literacy practice of literary literacy of the Faculty of Education of academic, scholarship holder of Institutional Program Initiation Purse in Teaching - PIBID. Reading is important for the development of language and writing, so it is necessary to encourage students and mediate literary reading practices. Based on these considerations, it is understood that it is necessary to create literary mediation strategies for students, giving to them conditions to experience in relaxing moments by reading. Therefore, we decided to develop the action which we call Literary Parade. This action allowed broaden discussions about literature, from the planning of a differentiated dynamics, and provide students field and school officials contact with different literary works. Thinking of how to call students' attention, we decided to propose a moment of reading in which they and other participants felt comfortable in the choice of books and that nothing be charged or assessed. In a pleasant atmosphere in school, it was selected around 600 books and created: organize and distribute the books in poles (in the inner courtyard and trees in front of the school), colored boxes and tables around the courtyard of the institution. To draw students' attention to the literary time we went to the classroom, playing (little band) and singing a parody to signal and motivate students to the time of the Literary Parade. Once all were present use an instrumental music (classics for children) to make the environment more pleasant. The results were satisfactory in relation to the action because we take students understand that in addition to reading out of obligation, this reading is "uncompromising" and for pleasure.pt_BR
dc.description.sponsorshipPrograma de Apoio à Publicações Periódicas Científicas (PROAPUPEC) da UFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherJose Silvio Oliveirapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPrograma Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBIDpt_BR
dc.subjectPráticas de leiturapt_BR
dc.subjectParada literáriapt_BR
dc.subjectInstitutional Program Initiation Purse in Teaching – PIBIDpt_BR
dc.subjectReading practicespt_BR
dc.subjectLiterary stoppt_BR
dc.titleA hora de ler: parada mais que legalpt_BR
dc.title.alternativeThe read time: the more cool full stoppt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoEste artigo relata o desenvolvimento de uma ação realizada pelas acadêmicas do curso de Pedagogia, bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, sobre práticas de letramento literário. A leitura é importante para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita, portanto é preciso incentivar os alunos e mediar práticas de leitura literária. Partindo dessas considerações, entende-se que é necessário criar estratégias de mediação literária para os alunos, dando condições de vivenciarem momentos descontraídos por meio da leitura. Com essa intencionalidade, decidimos desenvolver uma ação que denominamos de Parada Literária. Essa ação permitiu ampliar as discussões sobre literatura, a partir do planejamento e execução de uma dinâmica diferenciada, e propiciar aos alunos e funcionários da escola parceira o contato com diferentes obras literárias. Pensando em como chamar atenção dos alunos, decidimos propor um momento de leitura em que os mesmos e os demais participantes sentissem a vontade na escolha dos livros e que nada fosse cobrado ou avaliado. Foram selecionados em torno de 600 livros e criado um ambiente agradável na escola: organizamos e distribuímos os livros nos varais (no pátio interno e nas árvores em frente da escola), caixas coloridas e mesas espalhadas pelo pátio da instituição. Para chamar a atenção dos alunos para momento literário fomos à sala de aula, tocando (bandinha) e cantando uma paródia para sinalizar e motiva-los para a hora da Parada Literária. Depois que todos estavam presentes usamos músicas instrumentais (clássicos para criança) para tornar o ambiente mais agradável. Os resultados foram satisfatórios em relação ao desenvolvimento da ação, pois levamos os alunos a perceberem que, para além da leitura por obrigação, está presente a leitura “descompromissada” e por prazer.pt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.publisher.departmentRegional Jataí (RJ)pt_BR
Aparece nas coleções:RJ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Juliana Alves da Guarda - 2016.pdfArtigo - Juliana Alves da Guarda - 2016.185,38 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.