Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11453
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAlmeida Netto, Joaquim Caetano de-
dc.creatorSchmidt, Sydney-
dc.creatorReis, Cleômenes-
dc.creatorDiníz, Mário-
dc.creatorKoleilat, Mohamad Nadeh-
dc.creatorOliveira, Tiago Branquinho de-
dc.creatorFreitas, Zanilda da Silva-
dc.creatorRocha, Dorivan Chaves da-
dc.creatorRodarte, Aminadab Rodrigues-
dc.date.accessioned2017-02-22T12:43:50Z-
dc.date.available2017-02-22T12:43:50Z-
dc.date.issued1975-09-
dc.identifier.citationALMEIDA NETTO, Joaquim Caetano de; SCHMIDT, Sydney; REIS, Cleômenes; DINÍZ, Mário; KOLEILAT, Mohamad Nadeh; BRANQUINHO, T.; FREITAS, Z. S.; ROCHA, Dorivan Chaves da; RODARTE, R. A. Doença meningocócica em Goiás – dados epidemiológicos relativos ao período 1971– 1974. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 4, n. 3, p. 43-54, jul./set. 1975. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22439/13301>.pt_BR
dc.identifier.issn0301-0406-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11453-
dc.description.abstractThe principal epidemlology data of Meningococcic Meningitis in Goiânia and its surroundings, are shown here. These data were collectod gut were 1971-1974, and based on tht number of in pafients of the "Osw»Ido Cruz" Hospital for contagiou* dlseascs. 1. Occurence of the disease in relation to the annual number of patients interned: in 1971, 33 cases In 765 Interned patients (4,3%); in 1972 62/1.190 (5,4%); in 1973 300/1.728 (17,3%), and 1974, 1.078/2.432 (44,3%). 2. Occurrence wíthin meníngitli of ali etiology; in 1971, 33 cases In 167 (19,76%); in 1972, 1.078/1.646 (65,48%,. 3. Morhidity coefficient in Goiânia: in 1971, 4.13 casei per 100.000 inhabitants; in 1972, 6.52; in 1973, 33,30 and in 1974 150.04. 4. Mortality coefficient in Goiânia; in 1971, 0,97 per 100.000 Inhabitmti in 1972, 1.12; in 1973, 4.60 and fn 1974, 15.60. 5. Leíhality coefficient: in 1972* 8 patients died from 33 (24,24%), in 1972, II out o£ 62 (17,74%); in 1973, 41 out of 300 (13,66%) and in 1974, 109 out of 1.073 (10.11%). 6. Moothly distribution: Homogeneus in 1971; Rising tendency in 1972; 1973 and 1974 beginning in may and with the peak in the period .of August to December. 7. Age distribution: children under 5 years old were predominant in 1971 - 1972. Children (aboye 5 years old and adults predominai in 1973 • iy?4), 8. - Serotype C:. serotype was predominant in 1973 and A in 1974. These data are characteristic of an Cpidemy since 1973. In 1974, meningococcal meningitis, was the main contagious disease that required internaticn. Now it constitutes a. high nsk disease for children and young adults. Data available up to December 1974 do not allow ns to made an epidemiological eyaluatíon of the vaccination.pt_BR
dc.description.sponsorshipCegrafpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRuy de Souza Lino Juniorpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleDoença meningocócica em Goiás – dados epidemiológicos relativos ao período 1971 – 1974pt_BR
dc.title.alternativeMeningococcal disease in Goiás — epidemiological date over 1971 to 1974pt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoSão apresentados os principais dados epidemiológicos da Doença Meningocócica em Goiânia e área de afluência no período 1971-1574, com base na casuística do Hospitai "Oswaldo Cruz" de Doenças Transmissíveis. 1. Ocorrência em relação ao total anual de internações: em 1971, 33 casos dentre 765 internações (4,3%); em 1972, 62/1.190 (5,4%>; em 1973, 300/1.728 <17,3%) e 1974, 1.078/2.432 (44,3%). 2. Ocorrência dentre as meningites de todas as etiologias: em 1971, 33 casos dentre 167 (19,76%); em 1972, 62/250, (24,80%); em 1973, 300/542 (55,31%); em 1974, 1.078/1.646 (65,48%). 3. Coeficiente de morbídade em Goiânia: em 1971, 4,13 casos poi 100 mil habitantes; em 1972, 6,52; em 1973, 33,30 c em 1974, 150,04. 4. Coeficiente de mortalidade em Goiânia: em 1971, 0,97 óbitos por 100 mil habitantes; em 1972, 1,12; em 1973, 4,60 e em 1974, 13,13. 5. Coeficiente de letalidade: em 1971 faleceram 8 pacientes dentre 33(24,24%); em 1972, 11/62 (17,74%) em 1973, 41/300 (13,66%) e em 1974, 109/1.078 (10,11%). 6. Distribuição mensal: homogénea em 1971; tendência ascencional em 1972, 1973 e 1974, a partir de maio, apresentando maior incidência no período de agosto a dezembro com acme em setembro e outubro. 7. Distribuição por grupo etário: 1971 e 1972 predominou em criança abaixo de 5 anos e em 1973 e 1974, em crianças acima de 5 anos e adultos.8. Sorotipos: em 1973 predominou o Sorotipo C e em 1974 o A. Concluem que os dados apresentados caracterizaram uma situação epidêmica a partir de 1973, que, em 1974, levou a Meningite Meningocócica a ocupar o 1°. lugar dentre as doenças transmissíveis que exigem internação hospitalar, constituindo-se atuahnente numa doença de grande risco para a população infanto-juvenil e que os dados disponíveis até dezembro de 1974 nos permitem ainda uma avaliação epidemiológica da vacinação,pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo- Joaquim Caetano de Almeida Netto- 1975.pdf2,04 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons