Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11675
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCoelho, Wilma Maria-
dc.creatorCampos, Dulcinéa Maria Barbosa-
dc.date.accessioned2017-03-28T14:18:03Z-
dc.date.available2017-03-28T14:18:03Z-
dc.date.issued1996-06-
dc.identifier.citationCOELHO, Wilma Maria; CAMPOS, Dulcinéa Maria Barbosa. Avaliação da eficiência de um sistema de lagoas de estabilização de esgotos na remoção de ovos de helmintos: proposta para a determinação do percentual de recuperação de ovos de helmintos através do método de Schwartzbrod. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 25, n. 1, p. 61-72, jan./jun. 1996. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/18479/10957>.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11675-
dc.description.abstractThis study verifíed the capacity of retention of helminths eggs in a system composed by waste stabilization ponds, and for that purpose three methods were tested and evaluated (EXTRABES, Leeds J and the A method, recommended by the World Health Organization, described by Schwartzbrod (WHO, 1989). As no data were available on the retrieval of helminths eggs by the Schwartzbrod method, a technique was proposed to determine this percentage. The assays were carried out on samples with sedimentable solid volumes ranging from 1,0 ml to 20,0 ml with a retrieval rate of 18% and 3,3%, respectively. The number of helminth eggs retrieved through this method was larger in samples with less sedimentable solids. These results show that when carrying out a sewage parasitological examination, the amount of solid sediments must be determined in order to apply the correspondem recuperation rates to the values of solids found in the original sample. Comparing the obtained results, the Schwartzbrod method was 1,5 fold more effícient in recuperating helminth eggs than the EXTRABES and 7,8 fold than the Leeds I method. The output of the fírst lake was not appropriate in relation with the removal of helminth eggs in 16,6% of the samples for utilization in agriculture, according to the World Health Organization patterns. Ali the examined samples in the final output, presented a negative value. It was concluded that for the period studied, in terms of parasitological criteria to be followed, the final output of the system could be used in restricted irrigations, according to the World Health Organization recommendations.pt_BR
dc.description.sponsorshipSociedade Brasileira de Parasitologiapt_BR
dc.description.sponsorshipCegrafpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRuy de Souza Lino Juniorpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEfluentespt_BR
dc.subjectOvos de helmintospt_BR
dc.subjectReutilizaçãopt_BR
dc.subjectLagoas de estabilização de esgotopt_BR
dc.subjectEffluentspt_BR
dc.subjectHelminth eggspt_BR
dc.subjectReutilizept_BR
dc.subjectSewer stabilization lakespt_BR
dc.titleAvaliação da eficiência de um sistema de lagoas de estabilização de esgotos na remoção de ovos de helmintos: proposta para a determinação do percentual de recuperação de ovos de helmintos através do método de Schwartzbrodpt_BR
dc.title.alternativeEvaluation of the efficiency of a system of waste stabilization ponds in the remotion of helminthse eggs - a proposal for the determination of the retrieval rate of helminth eggs through the Schwartzbrod methodpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoEste estudo teve como objetivo verificar a capacidade de retenção de ovos de helmintos num sistema formado por lagoas de estabilização de esgotos e para isso foram testados e avaliados três métodos (EXTRABES, Leeds I e o método A recomendado pela Organização Mundial de Saúde, descrito por Schwartzbrod (WHO.1989). Por não existirem dados disponíveis sobre o percentual de recuperação de ovos de helmintos peto método de Schwartzbrod, foi proposto um procedimento para determinar tal percentual. Os ensaios foram realizados em amostras com volume de sólidos sedimentáveis variando de 1,0 ml a 20,0 ml resultando percentuais de recuperação de ovos de helmintos entre 18% "e 3,3%. Observou-se que o número de ovos de helmintos encontrados através deste método foi maior em amostras que apresentam menor quantidade de sólidos sedimentáveis. Estes resultados demonstram que ao realizar o exame paras itológico do esgoto é necessário determinar previamente a quantidade de sólidos sedimentáveis na amostra para que ao final do exame seja possível aplicar os percentuais de recuperação correspondentes aos valores de sólidos encontrados na amostra original. Comparando os resultados obtidos, observou-se que o método de Schwartzbrod apresentou eficiência de recuperação de ovos de helmintos 1,5 vezes maior que o método EXTRABES e 7,8 vezes maior que o método Leeds I. Na remoção de ovos de helmintos, no sistema de lagoas de estabilização de esgotos, verificou-se que no efluente da lagoa primária 16,6% das amostras apresentaram-se fora dos padrões recomendados pela Organização Mundial de Saúde para reutilização na agricultura.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.identifier.doi0301-0406-
dc.publisher.departmentInstituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Wilma Maria Coelho- 1996.pdf2,78 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons