Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11704
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCarvalho, Luiz Alcir de Faria-
dc.creatorSilva, Ionizete Garcia da-
dc.date.accessioned2017-04-04T12:46:03Z-
dc.date.available2017-04-04T12:46:03Z-
dc.date.issued1999-11-
dc.identifier.citationCARVALHO, Luiz Alcir de Faria; SILVA, Ionizete Garcia da. Atividade larvicida do temephos a 1% sobre o aedes aegypti (Lin., 1762), em diferentes criadouros artificiais. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 28, n. 2, p. 211-232, jul./dez. 1999. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/17045/10316>.pt_BR
dc.identifier.issn0301-0406-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11704-
dc.description.abstractThe efficiency of the larvicide temephos over Aedes aegypti was assessed in order to study the possibility of modífication in susceptibility of the mosquitoes to this insecticide. The experiment was carried out with granulated temephos 1% over A. aegypti most common habitats (asbestos, plastic, ceramic, tin, glass and cement containers and a tire). For each habitat and larval stage a different container was filled with 4 liters of the temephos solution and posteriorly 20 A. aegypti larvae were placed in them. Each experiment was repeated 4 times with a 48 hour interval. Mortality was evaluated 24 hours after the beginning of the experimení, and subsequently within a 2 day interval. Ali assays were carried out in a 12 m" área in the backyard of a private home in a residential área of the city of Goiânia. It was demonstrated that the diversity on the habitat's material had no influence on mortality in ali íarvae stages. Furthermore, a resistance of 3° and 4 stages A. aegypti larvae to the l ppm temephos solution was shown.pt_BR
dc.description.sponsorshipSociedade Brasileira de Parasitologiapt_BR
dc.description.sponsorshipCegrafpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRuy de Souza Lino Juniorpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAedes aegyptipt_BR
dc.subjectTemephospt_BR
dc.subjectLarvicidapt_BR
dc.subjectControlept_BR
dc.subjectLarvicidept_BR
dc.subjectControlpt_BR
dc.titleAtividade larvicida do temephos a 1% sobre o aedes aegypti (Lin., 1762), em diferentes criadouros artificiaispt_BR
dc.title.alternativeLarvicide activity of temephos 1% on Aedes aegypti (Lin., 1762), in different artificial habitatspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumotstudou-se a eficiência do larvicida lemephos sobre o Aedes ae&pli, com o objetivo di: evidenciar as modificações da suscelibilidade do mosquito ao inseticida, através de bioensaios, e trazer informações que auxiliem no planejamento das acões de combate/controle, bem como na decisão sobre a frequência e extensão do uso. A partir da criação de A. aegypti em alta escala, os experimentos foram realizados com temephos granulado a 1%. na dose de l ppm, em criadouros artificiais mais comuns do A. aegypti nos centros urbanos: amianto, pneu, plástico, cerâmica, lata, cimento e vidro. Para cada criadouro e estádio larval colocaram-se quatro litros da solução de temephos, e em seguida 20 larvas do A. aegypli. Foram feitas quatro réplicas de cada experimento, com repetições a cada 48 horas. A mortalidade foi avaliada após 24 horas do início dos experimentos, e os subsequentes eram realizados após intervalos de dois dias. Todos os ensaios biológicos foram realizados em um fundo de quintal arborizado, localizado no Setor Sul, em Goiânia, numa área coberta de aproximadamente 12 m2, que servia de viveiro de plantas. Verificou-se que os criadouros não tiveram influência sobre a mortalidade do A. aegypti em todos os estádios larvaís e constatou-se diferença significativa na mortalidade entre os estádios do A aeg)-pti. sendo que o 3° e 4° estádios mostraram-se resistentes à solução de temephos a l ppm.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Luiz Alcir de Faria Carvalho - 1999.pdf5,43 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons