Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11797
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorZica, Lincoln Fonseca-
dc.creatorSimão, Salim-
dc.date.accessioned2017-04-24T15:52:59Z-
dc.date.available2017-04-24T15:52:59Z-
dc.date.issued1974-12-
dc.identifier.citationZICA, Lincoln F.; SIMÃO, Salim. Efeito do espaçamento e desbaste na produção da bananeira do cultivar "maçã" (musa sp). Anais da Escola de Agronomia e Veterinária, Goiânia, v. 4, n. 1, p. 47-52, jan./dez. 1974. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2155/2094>.pt_BR
dc.identifier.issn1517-6398-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11797-
dc.description.abstractthe purpose of the present work was to determtne a more adequate spocing for growing bananas (Maçã} in naconditions of the state of Goias. The experiment was carried out in ''cerrado1' soils in Goiania county. The six treatments ' used, consisted of the combination of three (3) spacings, with and without pruning. lhe statistical analysis of the obtained data demonstrated that there was no interaction between pruning and spacing. The results obtained and the observations made during the spacing. The results obtained and the observattons m! de during the experimental phase led to the following conclusons: 1- with the increase in density of the groups of shoots per unit of area, there is an increase inweight as well as an increase in the amount of fruit produced. 2- withtn the norms of this experiment, the use of pruning doisn't alter productivtty. 3- with the reduction of area from 36 m to-9 m for each group of shoots, there is an tncrease in productivity, with out diminishing the size of the fruits.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherAntônio Lopes da Silvapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleEfeito do espaçamento e desbaste na produção da bananeira do cultivar "maçã" (musa sp)pt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho teve como objetivo encontrar um espaçamento mais adequado, para conduzir os bananais do cultivar ''maçã", nas condições edáficas do Estado de Goiás. A experiência foi conduzida em solos sob cerrado, no município de Goiânia. Os seis tratamentos utilizados, consistiram nas combi nações de 3 (três) espaçamentos com dois sistemas de condução, i.e. com e sem desbaste. A análise estatística dos dados obtidos demonstrou não haver interação desbaste x espaçamento. Com base nos resultados e observações feitas durante a fase experimental, tiraram-se as seguintes conclusões: a) com o aumento da densidade de touceiras por unidade de área, há um aumento tanto do peso como do número do frutos produzidos O uso do desbaste não altera a produtividade, nas condições do presente experimento. c) com a redução da área por touceira de 36 m2 parâmetro de frutos produzidos. 9 m2 há um aumento na produtividade, sem prejudicar o tamanho do fruto.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFgpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Lincoln Fonseca Zica - 1974.pdf136,55 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons