Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11804
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPereira, Danielle Goeldner-
dc.creatorToha, Fabio Amodeo Lansac-
dc.creatorPauleto, Gustavo Mayer-
dc.creatorBini, Luis Mauricio-
dc.creatorVelho, Luiz Felipe Machado-
dc.date.accessioned2017-04-25T19:38:01Z-
dc.date.available2017-04-25T19:38:01Z-
dc.date.issued2012-12-
dc.identifier.citationPEREIRA, Danielle Goeldner; TÔHA, Fábio Amodêo Lansac; PAULETO, Gustavo Mayer; BINI, Luis Mauricio; VELHO, Luiz Felipe Machado. Effects of nitrogen and phosphorus on the abundance and cell size of planktonic nanoflagellate communities. Acta Limnologica Brasiliensia, Rio Claro, v. 24, n. 4, p. 427-437, Oct./Dec. 2012.pt_BR
dc.identifier.issne- 2179-975X-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11804-
dc.description.abstractAim: We experimentally investigated the effects of nutrients (Nitrogen and Phosphorus) enrichment on the density, biomass, and cell size of pigmented and heterotrophic plankton nanoflagellates communities. Methods: The experiment was done in mesocosms in a tropical reservoir during a 19-day period. Four different treatments were carried out: Control (non-nutrient addition - C), phosphorus additions (P), nitrogen addition (N) and phosphorus + nitrogen addition (N + P). Each treatment was performed in triplicate, sorted randomly, thus giving a total of 12 experimental carboys, which were placed transversely in the middle of the reservoir. Results: In general, pigmented and heterotrophic nanoflagellates fractions responded to nutrient addition, increasing densities and biomass values at the fertilized treatments. Opposed to expected, enriched treatments resulted in a slight decrease in mean cell size of the pigmented fraction. Moreover, in nutrient-rich treatments, pigmented nanoflagellates had higher relative abundance than in the control. Conclusions: Our results indicate that: i) the density and biomass of nanoflagellates responded to the nutrient enrichment, mainly when N and P were added together; ii) the pigmented and heterotrophic fractions showed distinct time responses to fertilization; iii) the growth of nanoflagellate community seems to be co-limited by N and P; iv) the nutrient enrichment led to a greater pigmented than heterotrophic fraction contribution; and v) among the analyzed variables, nanoflagellate densities seem to be more sensitive to changes in nutrient availability than biomass or mean cell size.pt_BR
dc.language.isoengpt_BR
dc.publisherAssociação Brasileira de Limnologiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPlanktonpt_BR
dc.subjectProtozoapt_BR
dc.subjectFertilizationpt_BR
dc.subjectMesocomspt_BR
dc.subjectPlânctonpt_BR
dc.subjectProtozoáriospt_BR
dc.subjectFertilizaçãopt_BR
dc.subjectMesocosmospt_BR
dc.titleEffects of nitrogen and phosphorus on the abundance and cell size of planktonic nanoflagellate communitiespt_BR
dc.title.alternativeEfeito da concentração de nitrogênio e fósforo na abundância e tamanho celular da comunidade de nanoflagelados planctônicospt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoObjetivo: Investigamos experimentalmente o efeito da adição de nutrientes (Nitrogênio e Fósforo) sobre a densidade e o tamanho celular da comunidade de nanoflagelados planctônicos pigmentados e heterotróficos. Métodos: O experimento foi desenvolvido em mesocosmos num reservatório tropical durante 19 dias. Quatro diferentes tratamentos foram utilizados: Controle (sem adição de nutrientes - C), adição de fósforo (P), adição de nitrogenio (N) e adição de fósforo + nitrogênio (N + P). Cada tratamento foi realizado em triplicata, sorteado randomicamente, totalizando 12 unidades experimentais as quais foram instaladas transversalmente no meio do reservatório. Resultados: Em geral, os nanoflagelados pigmentados e heterotróficos responderam à adição de nutrientes, com incremento na densidade e biomassa nos tratamentos fertilizados. Ao contrário do esperado, os tratamentos enriquecidos mostraram um leve decréscimo no tamanho celular médio da fração pigmentada. Além disso, a contribuição relativa dos nanoflagelados pigmentados para a abundancia total foi maior nos tratamentos fertilizados quando comparada ao controle. Conclusão: Nossos resultados indicaram que: i) a densidade e a biomassa dos nanoflagelados responderam ao enriquecimento por nutrientes, principalmente quando N e P foram adicionados em conjunto; ii) as frações pigmentadas e heterotróficas apresentaram tempos distintos de resposta a fertilização; iii) o crescimento da comunidade de nanoflagelados parece ser co-limitada por N e P; iv) o enriquecimento por nutrientes tornou a contribuição da fração pigmentada maior que a contribuição da fração heterotrófica; e v) entre as variáveis analisadas da comunidade de nanoflagelados, a densidade pareceu ser mais sensível às alterações na disponibilidade de nutrientes quando comparada a biomassa e ao tamanho celular médio.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S2179-975X2013005000009-
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Danielle Goeldner Pereira - 2012.pdf1,16 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons