Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12275
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Zanolla, Ercílio-
dc.creatorCardoso, Macks Miller Lopes-
dc.date.accessioned2017-08-11T14:16:20Z-
dc.date.available2017-08-11T14:16:20Z-
dc.date.issued2017-07-04-
dc.identifier.citationCARDOSO, Macks Miller Lopes. Gerenciamento de resultados e política de dividendos: análise nas empresas brasileiras de capital aberto. 2017. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12275-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGerenciamento de resultadospt_BR
dc.subjectPolítica de dividendospt_BR
dc.subjectEmpresas brasileiraspt_BR
dc.subjectBM & FBOVESPApt_BR
dc.titleGerenciamento de resultados e política de dividendos: análise nas empresas brasileiras de capital abertopt_BR
dc.title.alternativeManagement of results and dividend policy: analysis of brazilian open capital companiespt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.resumoCom a implementação de Normas Internacionais de Contabilidade pelo International Financial Reporting Standards (IFRS), as empresas brasileiras aderiram ao processo de convergência das práticas contábeis, com o intuito de adequar-se aos “padrões” de normas internacionais. Todavia, esse processo oportuniza lacunas para ações discricionárias dos gestores em relação a determinados procedimentos. Essas atividades são denominadas de gerenciamento de resultados, caracterizadas por ações de gestão que divergem das práticas usuais, realizadas com o objetivo principal de atender certos ganhos limiares. Nesse sentido, o estudo pretendeu investigar o efeito do gerenciamento de resultados na política de distribuição de dividendos das empresas brasileiras de capital aberto listadas na BM&FBOVESPA. Para isso, o trabalho adotou a hipótese (H1) de que gerenciamento de resultados impacta positivamente a política de dividendos. Utilizando como amostra as empresas de capital aberto listadas na BM&FBOVESPA e consoante à hipótese de que existe relação entre política de dividendos e gerenciamento de resultados das empresas brasileiras de capital aberto, o modelo econométrico proposto por Khanna e Khanna (2015) foi adaptado para ser utilizado na verificação do problema de pesquisa. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que os acrualls discricionários (parte gerenciada) têm impacto na política de dividendos das empresas e o coeficiente negativo da variável mostrou que quanto maior o pagamento de dividendos menor será o gerenciamento de resultados, rejeitando a H1 proposta na pesquisa. O retorno sobre patrimônio líquido mostrou-se significativo no pagamento de dividendos, o que sugere que as empresas lucrativas tendem a pagar mais dividendos. O grau de alavancagem financeira foi considerado não significativo e finalmente, o tamanho da empresa afeta a política de dividendos de forma significativa, embora de modo inversamente proporcional.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.contributor.referee1Cunha, Moisés Ferreira da-
dc.contributor.referee1Santos, Thaisa Renata dos-
dc.contributor.referee1Zanolla, Ercílio-
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)pt_BR
dc.publisher.courseCiências Contábeis (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Ciências Contábeis - Macks Miller Lopes Cardoso - 2017786,96 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.