Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12329
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1André, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges-
dc.creatorAlmeida, Ana Paula de-
dc.creatorCruvinel, Nathália Teixeira-
dc.date.accessioned2017-09-11T12:30:13Z-
dc.date.available2017-09-11T12:30:13Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationALMEIDA, Ana Paula de; CRUVINEL, Nathália Teixeira. Pesquisa de Campylobacter spp. em carcaça de frango comercializado em Goiânia, Goiás. 2017. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12329-
dc.description.abstractCampylobacteriosis is a disease transmitted by food contaminated by bacteria of the genus Campylobacter and constitutes a serious public health problem. It is a major cause of diarrhea in the US and European Union, being associated with severe sequelae such as Guillain-Barré syndrome. One of the largest reservoirs of this bacterium are poultry, and the consumption of raw or undercooked chicken meat is the main source of contamination for humans. The most prevalent species involved in infections are C. jejuni, C. coli and C. lari. Objective: To determine the prevalence of Campylobacter in chickens carcasses commercialized in Goiânia. Material and methods: 40 samples of chilled chicken carcasses were collected from Goiania abattoirs and their outlets in the municipality. To evaluate the viability of the microorganism after freezing, half of the samples from the slaughterhouses were frozen for 21 days in a conventional freezer. The methodology for isolation and identification obeyed the rules of ISSO 10272-2. Results: Of the 40 samples collected, 37.5% (15) were contaminated with Campylobacter species. Of these, 20.0% (8) were contaminated by Campylobacter jejuni, 10.0% (4) by Campylobacter lari and 7.5% (3) by Campylobacter coli. The cooled specimens presented 41.6% (5) of contamination and the frozen samples 33.3% (4). Conclusions: The high prevalence of Campylobacter shows a compromised microbiological quality of chicken carcasses, representing a threat to the health of the population and points out the need to establish control parameters of this bacterium in food.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCampylobacterpt_BR
dc.subjectFrangospt_BR
dc.subjectAbatedourospt_BR
dc.titlePesquisa de Campylobacter spp. em carcaça de frango comercializado em Goiânia, Goiáspt_BR
dc.title.alternativeSearch for Campylobacter spp. in case of chicken marketed in Goiânia, Goiáspt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.resumoA campilobacteriose é uma doença transmitida por alimentos contaminados por bactérias do gênero Campylobacter e configuram um grave problema de saúde pública. É uma das principais causas de diarreia nos EUA e União Europeia, estando associada à sequelas graves como a Síndrome de Guillain-Barré. Um dos maiores reservatórios dessa bactéria são as aves, sendo o consumo de carne de frango, crua ou mal cozida, a principal fonte de contaminação para o homem. As espécies mais prevalentes envolvidas nas infecções são C. jejuni, C. coli e C. lari. Objetivo: Determinar a prevalência de Campylobacter em carcaças de frangos comercializados em Goiânia. Material e métodos: foram coletadas 40 amostras de carcaças de frango refrigeradas de abatedouros de Goiânia e de seus pontos de venda no município. Para avaliar a viabilidade do micro-organismo após congelamento, metade das amostras dos abatedouros foi congelada por 21 dias em freezer convencional. A metodologia para isolamento e identificação obedeceu às normas da ISSO 10272-2. Resultados: Das 40 amostras coletadas 37,5% (15) estavam contaminadas por espécies de Campylobacter. Destas, 20,0% (8) estavam contaminadas por Campylobacter jejuni, 10,0% (4) por Campylobacter lari e 7,5% (3) por Campylobacter coli. As amostras resfriadas apresentaram 41,6% (5) de contaminação e as congeladas 33,3% (4). Conclusões: A alta prevalência de Campylobacter demonstra comprometimento da qualidade microbiológica das carcaças de frango, representando ameaça à saúde da população e aponta a necessidade de se estabelecer parâmetros de controle desta bactéria em alimentos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.contributor.referee1Borges, Liana Jayme-
dc.contributor.referee1Correia, Márcia Helena Sacchi-
dc.contributor.referee1André, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges-
dc.publisher.departmentFaculdade de Nutrição - FANUT (RG)pt_BR
dc.publisher.courseNutrição (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FANUT - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Nutrição - Ana Paula de Almeida - 2017.pdf509 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons