Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12812
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAndrade, Carla Yoko Tanikawa de-
dc.creatorAndrade, Maria Auxiliadora-
dc.creatorCafé, Marcos Barcellos-
dc.creatorStringhini, José Henrique-
dc.creatorMori, Anderson-
dc.creatorMoraes, Dunya Mara Cardoso-
dc.creatorAlcântara, Juliana Bonifácio-
dc.creatorCosta, Hérika Xavier-
dc.date.accessioned2017-11-13T12:52:51Z-
dc.date.available2017-11-13T12:52:51Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationANDRADE, Carla Yoko Tanikawa de; ANDRADE, Maria Auxiliadora; CAFÉ, Marcos Barcellos; STRINGHINI, José Henrique; MORI, Anderson; MORAES, Dunya Mara Cardoso; ALCÂNTARA, Juliana Bonifácio; COSTA, Hérika Xavier. Efeitos da Salmonella Enteritidis experimentalmente inoculada na saúde gastrintestinal de perus. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 41, n. 3, p. 618-623, 2012.pt_BR
dc.identifier.issne- 1806-9290-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12812-
dc.description.abstractThe effects of Salmonella Enteritidis on the colonization and development of the intestinal tract, feed conversion and weight gain were evaluated. A total of 135 day old turkeys were assigned to three treatments: control; turkeys from eggs inoculated with Salmonella Enteritidis via shell and turkeys challenged with drinking water with Salmonella Enteritidis. At 10, 20 and 28 days, the performance variables were evaluated and samples were collected to perform bacterial assessment, biometrics and histomorphometry. On days one, 15 and 28, samples of meconium/excreta were collected from all birds. The intestinal colonization increased during the initial phase when Salmonella was inoculated via eggshell. The intestine showed greater weight on the first, tenth and 28th days when Salmonella was present, with no differences regarding the intestine length. Salmonella Enteritidis was able to colonize the intestinal tract, establish infection, reduce bird performance and modify the cellular structures of the intestine. Contamination of the eggshell before hatching generated birds susceptible to infection at birth and the frequency of isolation of Salmonella Enteritidis persisted until 28 days of age. Salmonella inoculation by drinking water generated infected birds, but with less recovery of the pathogen with age increase. Inoculated birds showed inferior performance, confirming the potential damage to poultry production.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectColonização intestinalpt_BR
dc.subjectHistomorfometriapt_BR
dc.subjectMeleagridis gallopavopt_BR
dc.subjectSalmonelosept_BR
dc.subjectIntestinal colonizationpt_BR
dc.subjectHistomorphometrypt_BR
dc.titleEfeitos da Salmonella Enteritidis experimentalmente inoculada na saúde gastrintestinal de peruspt_BR
dc.title.alternativeEffects of experimentally inoculated Salmonella Enteritidis on the gastrointestinal health of turkeyspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoAvaliaram-se os efeitos de Salmonella Enteritidis sobre a colonização e o desenvolvimento do trato intestinal, a conversão alimentar e o ganho de peso em perus. Um total de 135 perus de corte de 1 dia foi distribuído em três tratamentos: controle; perus oriundos de ovos inoculados com Salmonella Enteritidis via casca e perus desafiados com água de bebida com Salmonella Enteritidis. Aos 10, 20 e 28 dias, avaliaram-se as variáveis de desempenho e coletaram-se amostras para avaliação bacteriana, biometria e histomorfometria. Realizaram-se também, nos dias 1, 15 e 28 de idade, coletas de mecônio/excretas de todas as aves. A colonização intestinal aumentou durante a fase inicial quando Salmonella foi inoculada via casca. O intestino apresentou maior peso ao 1o, 10o e 28o dias quando Salmonella esteve presente, sem diferença no comprimento. Salmonella Enteritidis foi capaz de colonizar o trato intestinal, estabelecer infecção, reduzir o desempenho das aves e modificar as estruturas celulares do intestino. A contaminação da casca do ovo antes da incubação propiciou a ocorrência de infecções ao nascimento, e a frequência de isolamento de Salmonella Enteritidis persistiu até 28 dias de idade. A inoculação de Salmonella pela água de bebida gerou aves infectadas, porém com menor nível de infecção com o avançar da idade. O desempenho de aves inoculadas com Salmonella Enteritidis é menor e isso confirma potenciais prejuízos para a produção avícola.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Carla Yoko Tanikawa de Andrade - 2012.pdf53,03 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons