Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12902
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPietrafesa, Pedro Araújo-
dc.creatorPietrafesa, José Paulo-
dc.date.accessioned2017-11-20T14:25:26Z-
dc.date.available2017-11-20T14:25:26Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationPIETRAFESA, Pedro Araújo; PIETRAFESA, José Paulo. Nova ruralidade e o modelo de desenvolvimento no bioma cerrado: as várias "marchas" para o oeste do Brasil. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, Blumenau, v. 3, n. 2, p. 73-92, 2015.pt_BR
dc.identifier.issn2317-5443-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12902-
dc.description.abstractThe paper aims to analyze how the rural activities engaged in the Brazilian Midwest contributed to regional development. The study assumed that the agro industrial sector collaborated not only to the occupation of Brazilian up-country, but also to the urbanization of the states: Goiás, Mato Grosso and Mato Grosso do Sul. Furthermore, the regional development policy was inserted during the decades of 1960 to 1980, in a national context of imports substitution. Currently, the Midwest states experienced the expansion of sugar and ethanol industrial complex with new tax breaks and budget resources to the settlement of the sector.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCentro-Oestept_BR
dc.subjectSetor agroindustrialpt_BR
dc.subjectCerradopt_BR
dc.subjectMarcha para o oestept_BR
dc.subjectDesenvolvimento regionalpt_BR
dc.subjectAgro industrial sectorpt_BR
dc.subjectCerradopt_BR
dc.subjectMidwestpt_BR
dc.subjectMarches to the Westpt_BR
dc.subjectRegional developmentpt_BR
dc.titleNova ruralidade e o modelo de desenvolvimento no bioma cerrado: as várias “marchas” para o oeste do Brasilpt_BR
dc.title.alternativeNew rurality and the development model of the cerrado biome: the various “marches” to the brazilian westpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO presente artigo tem o objetivo de analisar como as atividades rurais levadas a efeito no Centro-Oeste contribuíram para o desenvolvimento da região. O trabalho parte do pressuposto de que o setor agroindustrial colaborou não só para a ocupação do interior do Brasil, mas também para a urbanização dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Além disso, a política de desenvolvimento regional esteve inserida, durante as décadas de 1960 a 1980, num contexto nacional de substituição de importações. No período recente, os estados do Centro-Oeste vêm experimentando a expansão do complexo industrial sucroenergético, consubstanciando uma “nova marcha para o Oeste brasileiro”. Neste ultimo caso, conta-se com a concessão de novos incentivos fiscais e com a disponibilidade de recursos orçamentários para a instalação e consolidação do setor.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.7867/2317-5443.2015 V 3 N 2 P 073-092-
dc.publisher.departmentFaculdade de Educação - (FE)pt_BR
Aparece nas coleções:FE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Pedro Araújo Pietrafesa - 2015.pdf285,33 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons