Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13082
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorOliveira Junior, Reinaldo Cunha de-
dc.creatorPires, Alexandre Vaz-
dc.creatorFernandes, Juliano José de Resende-
dc.creatorSusin, Ivanete-
dc.creatorSantos, Flávio Augusto Portela-
dc.creatorAraújo, Rafael Canonenco de-
dc.date.accessioned2017-12-06T11:58:12Z-
dc.date.available2017-12-06T11:58:12Z-
dc.date.issued2004-
dc.identifier.citationOLIVEIRA JUNIOR, Reinaldo Cunha de; PIRES, Alexandre Vaz; FERNANDES, Juliano José de Resende; SUSIN, Ivanete; SANTOS, Flávio Augusto Portela; ARAÚJO, Rafael Canonenco de. Substituição total do farelo de soja por uréia ou amiréia, em dietas com alto teor de concentrado, sobre a amônia ruminal, os parâmetros sangüíneos e o metabolismo do nitrogênio em bovinos de corte. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 33, n. 3, p. 738-748, 2004.pt_BR
dc.identifier.issne- 1806-9290-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13082-
dc.description.abstractSix Nellore bulls, with initial body weight of 420 kg, were assigned to a duplicated 3x3 Latin square design to evaluate the effects of replacing a true protein source (soybean meal), of high biological value, in a rumen degradable protein (RDP) deficient diet, by urea or starea (a supposedly slow release nonprotein nitrogen source), both in a RDP adjusted diet. In natura sugarcane bagasse as the only source of forage (20% of DM). Evaluated parameters were: rumen ammonia-N concentration, plasma urea-N, glucose and nitrogen balance. Experimental treatments were: 1) soybean meal (SBM); 2) urea and 3) starea (A-150S). Diets were isonitrogen (13% CP). The rumen ammonia-N concentration was higher in the treatment with urea, compared to the treatment with SBM, and starea showed no difference compared to the others. Starea had higher loss of urinary N. N retention (g/d and % of consumed) and protein biological value (N retention, % of N digestible) were higher for urea treatment, compared to the others. There was no difference on plasma urea-N and glucose concentration among treatments. Total replacement of SBM by urea, adjusting PDR in diets for growing beef cattle, demonstrated to be viable. Conventional urea showed advantage compared to starea.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAmiréiapt_BR
dc.subjectAmônia ruminalpt_BR
dc.subjectBalanço de nitrogêniopt_BR
dc.subjectParâmetros sanguíneospt_BR
dc.subjectStareapt_BR
dc.subjectBlood parameterspt_BR
dc.subjectNitrogen balancept_BR
dc.subjectRuminal ammonia-Npt_BR
dc.subjectBeef cattlept_BR
dc.titleSubstituição total do farelo de soja por uréia ou amiréia, em dietas com alto teor de concentrado, sobre a amônia ruminal, os parâmetros sangüíneos e o metabolismo do nitrogênio em bovinos de cortept_BR
dc.title.alternativeTotal replacement of soybean meal by urea or starea in high grain diets on nitrogen metabolism, ruminal ammonia-N concentration and bloodpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoSeis novilhos da raça Nelore, não castrados, com peso médio inicial de 420 kg, distribuídos em delineamento em quadrado latino 3x3 duplicado, foram utilizados para avaliar a substituição total de uma fonte de proteína verdadeira (farelo de soja), em uma dieta deficiente em proteína degradável no rúmen (PDR), por uréia ou amiréia (fontes de nitrogênio não protéico), ambas em uma dieta adequada em PDR. As dietas foram isoprotéicas (13,0%) utilizando-se o bagaço de cana-de-açúcar in natura (BIN) como única fonte de volumoso (20% da MS). Foram avaliados: a concentração de amônia ruminal, nitrogênio uréico plasmático, glicose plasmática e o metabolismo do nitrogênio. Os tratamentos foram: 1) farelo de soja (FS); 2) uréia e 3) amiréia (A-150S). A concentração de nitrogênio amoniacal no fluido ruminal foi superior no tratamento com uréia, comparado ao tratamento com farelo de soja, sendo que o tratamento com amiréia não diferiu dos demais. O tratamento com amiréia apresentou maior perda de N urinário. A retenção de N (g/d e % do consumido) e o valor biológico da proteína (N retido, % do N digerido) foram superiores para o tratamento com uréia, comparado aos demais. A concentração de nitrogênio uréico no plasma e a concentração de glicose plasmática foram similares entre os tratamentos. A substituição total do farelo de soja por uréia, ajustando a PDR na dieta de bovinos de corte, demonstrou ser viável. A uréia na forma convencional apresentou vantagens em relação à amiréia.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S1516-35982004000300023-
dc.publisher.departmentEscola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Reinaldo Cunha de Oliveira Junior - 2004.pdf59,31 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons