Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13160
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorRosa, Sandra Valéria Limonta-
dc.creatorSantos, Willian Batista dos-
dc.date.accessioned2017-12-12T11:32:39Z-
dc.date.available2017-12-12T11:32:39Z-
dc.date.issued2015-12-
dc.identifier.citationROSA, Sandra Valéria Limonta; SANTOS, Willian Batista dos. Trabalho docente e qualidade da educação básica: crítica às diretrizes do Banco Mundial. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 21, n. 46, p. 665-687, set./dez. 2015.pt_BR
dc.identifier.issne- 1981-0431-
dc.identifier.issn1516-4896-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13160-
dc.description.abstractThis article presents a critical analysis of the document “Achieving world-class education in Brazil: next steps”, produced by the World Bank in 2010 with the goal of setting priorities for the Brazilian educational policy, emphasizing the issues relating to training and teaching. It is here a clipping from a literature that analyzes the proposals by the World Bank for education in developing countries and how these policies have directly affected the Brazilian education guidelines. For us, the incorporation of such guidelines has intensified the already precarious working conditions and also the teacher ongoing training.pt_BR
dc.description.abstractEn este artículo se presenta un análisis crítico del documento “Lograr una educación de nivel mundial en Brasil: los próximos pasos”, producido por el Banco Mundial en 2010 con el objetivo de establecer las prioridades de la política educativa brasileña, haciendo hincapié en las cuestiones relativas a la formación y el trabajo de los profesores. Se trata de un recorte de una investigación bibliográfica que analiza las directrices del Banco Mundial para la educación de los países llamados en desarrollo y cómo estas políticas han afectado directamente a las directrices para la educación brasileña. Para nosotros, la incorporación de estas directrices ha intensificado las precarias condiciones de trabajo y formación continua de los docentes.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTrabalho docentept_BR
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.subjectQualidade da educaçãopt_BR
dc.subjectBanco Mundialpt_BR
dc.subjectTeachingpt_BR
dc.subjectWorld Bankpt_BR
dc.subjectTeacher trainingpt_BR
dc.subjectQuality of educationpt_BR
dc.subjectTrabajo docentept_BR
dc.subjectFormación del profesoradopt_BR
dc.subjectCalidad de la educaciónpt_BR
dc.subjectBanco Mundialpt_BR
dc.titleTrabalho docente e qualidade da educação básica: crítica às diretrizes do Banco Mundialpt_BR
dc.title.alternativeTeaching and quality of basic education: criticism of the World Bank guidelinespt_BR
dc.title.alternativeEnseñanza y calidad de la educación básica: revisión de las directrices del Banco Mundialpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoEste artigo apresenta uma análise crítica do documento “Atingindo uma educação de nível mundial no Brasil: próximos passos”, produzido pelo Banco Mundial no ano de 2010 com o objetivo de definir prioridades para a política educacional brasileira, dando ênfase às questões referentes à formação e ao trabalho dos docentes. Trata-se aqui de um recorte de uma pesquisa bibliográfica que analisa as orientações propostas pelo Banco Mundial para a educação nos países ditos em desenvolvimento e como estas têm afetado diretamente as políticas de educação brasileiras. Para nós, a incorporação de tais orientações tem intensificado as já precárias condições de trabalho e de formação continuada dos professores.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Educação - (FE)pt_BR
Aparece nas coleções:FE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Sandra Valéria Limonta Rosa - 2015.pdf596,33 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons