Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13209
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPrado, Yandra Cassia Lobato do-
dc.creatorPimenta, Vanessa de Sousa Cruz-
dc.creatorAraújo, Luciana Batalha de Miranda-
dc.creatorAraújo, Eugênio Gonçalves de-
dc.date.accessioned2017-12-18T14:11:42Z-
dc.date.available2017-12-18T14:11:42Z-
dc.date.issued2013-12-
dc.identifier.citationPRADO, Yandra Cassia Lobato do; PIMENTA, Vanessa de Sousa Cruz; ARAÚJO, Luciana Batalha de Miranda; ARAÚJO, Eugênio Gonçalves de. Papel de proteínas motoras na plasticidade sináptica. Neurobiologia, Recife, v. 76, n. 3-4, p. 123-140, jul./dez. 2013.pt_BR
dc.identifier.issne- 1807-9865-
dc.identifier.issn0028-3800-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13209-
dc.description.abstractNeuronal plasticity is an intrinsic property of the nervous system (NS) which is retained throughout life. Morphophysiological knowledge of the neuron, the nature of their synaptic connections and organization of associative brain areas allows better understanding of neuronal plasticity. Neurons have the capacity to organize the internal components, taking a variety of shapes and performing coordinated cytoskeleton-dependent movements in response to stimuli. Among the motor proteins stands myosin-V, one unconventional myosin important in many aspects to essential cell physiology processes such as membrane transport, and maintenance of cellular structure, linked to signaling pathways as well as aspects of the process of plasticity, such as segregation and generation of subcellular compartments.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAprendizagempt_BR
dc.subjectMiosinaspt_BR
dc.subjectSinapsespt_BR
dc.subjectLearningpt_BR
dc.subjectMyosinspt_BR
dc.subjectSynapsespt_BR
dc.titlePapel de proteínas motoras na plasticidade sinápticapt_BR
dc.title.alternativeRole of motor protein in sinaptic plasticitypt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA plasticidade neuronal é uma propriedade intrínseca do sistema nervoso (SN), que é conservada por toda a vida. O conhecimento morfofisiológico do neurônio, da natureza das suas conexões sinápticas e da organização das áreas associativas cerebrais permite uma melhor compreensão da plasticidade neuronal. Os neurônios têm a capacidade de organizar seus componentes internos, adotando uma variedade de formas e realizando movimentos coordenados dependentes do citoesqueleto em resposta a estímulos. Dentre as proteínas motoras destaca-se a miosina-V, uma miosina não-convencional u; importante em vários aspectos essenciais da fisiologia celular, como transporte de membrana, manutenção da estrutura celular e ligação com vias de sinalização celular, bem como aspectos relacionados ao processo de plasticidade, tal como segregação e geração de compartimentos subcelulares.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Yandra Cassia Lobato do Prado - 2013.pdf814,78 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons