Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13305
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorRamos, Cristiane Regina Bueno Aguirre-
dc.creatorBrasil, Edward Madureira-
dc.creatorGeraldine, Robson Maia-
dc.date.accessioned2017-12-28T11:25:09Z-
dc.date.available2017-12-28T11:25:09Z-
dc.date.issued2008-06-
dc.identifier.citationRAMOS, Cristiane Regina Bueno Aguirre; BRASIL, Edward Madureira; GERALDINE, Robson Maia. Contaminação por aflatoxinas em híbridos de milho cultivados em três regiões do estado de Goiás. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 38, n. 2, p. 95-102, abr./jun. 2008. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/4157>.pt_BR
dc.identifier.issn1517-6398-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13305-
dc.description.abstractThe natural occurrence of aflatoxins B1 (AFB1), B2 (AFB2), G1(AFG1), and G2 (AFG2) in corn grains was evaluated in three locations of Goiás State (Jataí, Montividiu and Goiânia), from twelve grain samples of hybrids (DAS766, DAS657, 30K75, 30F44, 30P70, 30F33, AG7000, DKB350, AG1051, Strike, Speed and Fort). The aflatoxins were analyzed by high performance liquid chromatography (HPLC). The results were related to the temperature and rainfall data from each region, and to the presence of fungi and rotten ears in the samples. The lowest percentage of rotten ears occurred in Goiânia, with a significant difference among the hybrids. The pathological analysis of the seeds was determined by the "Blotter" test. The Aspergillus spp. was present in all the samples from Jataí, in 41.7% of the samples from Goiânia, and a single sample from Montividiu. The aflatoxin contamination was higher in the samples from Jataí, followed by Goiânia and Montividiu, respectively. In Jataí, that result was correlated with higher rainfall levels during harvest. The levels of AFB1 ranged between "not detected" (nd) and 277.8 µg.kg-1; 0.7 µg.kg-1, and 14 µg.kg-1, for AFB2; and between nd and 34.1 µg.kg-1, for AFG2. The AFG1 was not detected in any of the samples.pt_BR
dc.description.sponsorshipUFGpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherJoão Batista Duartept_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGrãos ardidospt_BR
dc.subjectAspergillus spp.pt_BR
dc.subjectAflatoxinaspt_BR
dc.subjectMilhopt_BR
dc.subjectCLAEpt_BR
dc.subjectRotten earpt_BR
dc.subjectAspergillus spp.pt_BR
dc.subjectAflatoxinpt_BR
dc.subjectMaizept_BR
dc.subjectHPLCpt_BR
dc.titleContaminação por aflatoxinas em híbridos de milho cultivados em três regiões do estado de Goiáspt_BR
dc.title.alternativeAflatoxins contamination of corn hybrids in three regions of the Goiás state, Brazilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA ocorrência natural de aflatoxinas G1(AFG1), G2 (AFG2), B1 (AFB1) e B2 (AFB2) em grãos de milho foi avaliada em três locais do Estado de Goiás (Jataí, Montividiu e Goiânia), a partir de amostras de doze híbridos (DAS766, DAS657, 30K75, 30F44, 30P70, 3F33, AG7000, DKB350, AG1051, Strike, Speed e Fort). A análise de aflatoxinas foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), correlacionando-se os resultados com dados de temperatura e chuvas nas regiões, e com a presença de fungos e grãos ardidos nas amostras. Em Goiânia, verificou-se a menor ocorrência de grãos ardidos, havendo diferença significativa entre os híbridos. A análise patológica dos grãos foi realizada pelo teste "Blotter". Detectou-se a presença de Aspergillus spp. em todas as amostras provenientes de Jataí, em 41,7% das amostras de Goiânia e em apenas uma amostra de Montividiu. O local onde houve maior contaminação por aflatoxinas foi Jataí, seguido de Goiânia e Montividiu, respectivamente. Em Jataí, esse resultado foi correlacionado com a maior quantidade de chuvas durante a colheita. Os níveis de contaminação variaram entre "não detectada" (nd) e 277,8 µg .kg-1, para AFB1; de 0,7 µg.kg-1 a 14 µg.kg-1, para AFB2; e de nd a 34,1 µg .kg-1, para AFG2. Não foi detectada a aflatoxina G1 em quaisquer das amostras analisadas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Cristiane Regina Bueno Aguirre Ramos - 2008.pdf543,61 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons