Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13436
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Luiz Antônio Franco da-
dc.creatorMoraes, Rosana Rezende-
dc.creatorRomani, Alana Flávia-
dc.creatorFioravanti, Maria Clorinda Soares-
dc.creatorCunha, Paulo Henrique Jorge da-
dc.creatorBorges, José Renato Junqueira-
dc.creatorMacedo, Sabrina Pereira-
dc.creatorDamasceno, Adilson Donizeti-
dc.creatorRabelo, Rogério Elias-
dc.creatorGarcia, Andressa Mendes-
dc.date.accessioned2018-01-17T12:29:29Z-
dc.date.available2018-01-17T12:29:29Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationSILVA, Luiz Antônio Franco da; MORAES, Rosana Rezende; ROMANI, Alana Flávia; FIORAVANTI, Maria Clorinda Soares; CUNHA, Paulo Henrique Jorge da; BORGES, José Renato Junqueira; MACEDO, Sabrina Pereira; DAMASCENO, Adilson Donizeti; RABELO, Rogério Elias; GARCIA, Andressa Mendes. Pododermatite séptica em bovinos: evolução clínica da fase inicial. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, São Paulo, v. 43, n. 5, p. 674-680, 2006.pt_BR
dc.identifier.issn1678-4456-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13436-
dc.description.abstractThis study aimed to describe the clinical signs of the initial phase of septic pododermatitis in thirty female girolando bovines under the same handling care from different farms in State of Goiás. Following the diagnosis, they were submitted to daily clinical examination of the hoofs during fifteen days. It was considered as the end of the initial phase the presence of fistula in interdigital space or when the observation time over. It was observed the farm’s soil type and the period of the year (if rainy and dryness). During the disease evolution, edema and pain increased in progressive order until skin disruption and fistula formation. In 73,33%, the illness envolved the hind limbs. In 50,00% it was observed moderate edema and 26,67% intense edema in both limbs. Fistula occurred in 83,33% ill animals until sixth day, in 10% between seventh and eleventh days and in 6,67% of the cases it was’t observed. Fistulation areas were middle point of interdigital space in 63,33%; dorsal region of interdigital space in 16,67% and in coronary corium of the abaxial region of the hoof in 10,00% and in palmar/plantar region between coronary cushion in 3,33% of cases. The septic pododermatitis showed the same clinical signs in farms considered in this study and in different periods of the year, differing in time and fistula site. The average time from diagnosis and fistulation was five days. The more commom site was the middle point of the interdigital space.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBovinopt_BR
dc.subjectDoenças digitaispt_BR
dc.subjectEvolução clínicapt_BR
dc.subjectPododermatite sépticapt_BR
dc.subjectBovinept_BR
dc.subjectDigital diseasespt_BR
dc.subjectClinical evolutionpt_BR
dc.subjectSeptic dermatitispt_BR
dc.titlePododermatite séptica em bovinos: evolução clínica da fase inicialpt_BR
dc.title.alternativeBovine septic podermatitis: clinial evolution of the early stagept_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoEsse estudo objetivou caracterizar clinicamente a fase inicial da pododermatite séptica em bovinos. Foram utilizadas 30 fêmeas bovinas, Girolando, de propriedades rurais do Estado de Goiás, submetidas às mesmas condições de manejo. Após o diagnóstico, foram submetidas a exame clínico específico dos dígitos, diariamente, por um período de quinze dias. Considerou-se o término da fase inicial a presença de fístula no espaço interdigital ou quando se completava o período de observação. Foram identificados o tipo de solo e o período do ano (chuvoso e seco). Durante a evolução da doença, o edema e a sensibilidade intensificaram de forma progressiva. Em 73,33% dos casos, a enfermidade ocorreu no membro pélvico. Em 50,00% observou-se edema moderado e 26,67%, edema acentuado, considerando ambos os membros. A fistulação ocorreu em 83,33% animais doentes até o sexto dia, em 10% entre o sétimo e o décimo primeiro dia e em 6,67% não ocorreu. As áreas de fistulação ocorreram no ponto médio do espaço interdigital em 63,33%; na região dorsal do espaço interdigital em 16,67% e no cório-coronário da região abaxial do estojo córneo em 10,00% e na porção palmar/ plantar entre os talões em 3,33% dos casos. A pododermatite séptica apresentou os mesmos sinais clínicos nas propriedades avaliadas e nos diferentes períodos do ano, variando apenas o tempo e o local de fistulação. O tempo médio transcorrido entre o diagnóstico e o a fistulação foi de cinco dias, sendo que o local de maior ocorrência foi o ponto médio do espaço interdigital.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2006.26577-
dc.publisher.departmentEscola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Luiz Antônio Franco da Silva - 2006.pdf160,23 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons