Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13996
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBarbosa, Kamilla Alves-
dc.creatorFagan, Evandro Binotto-
dc.creatorCasaroli, Derblai-
dc.creatorCanedo, Sabrina de Carvalho-
dc.creatorTeixeira, Walquiria Fernanda-
dc.date.accessioned2018-03-16T11:25:12Z-
dc.date.available2018-03-16T11:25:12Z-
dc.date.issued2011-09-
dc.identifier.citationBARBOSA, Kamilla Alves; FAGAN, Evandro Binotto; CASAROLI, Derblai; CANEDO, Sabrina de Carvalho; TEIXEIRA, Walquíria Fernanda. Aplicação de estrobilurina na cultura do milho: alterações fisiológicas e bromatológicas. Cerrado Agrociências, Patos de Minas, n. 2, p. 20-29, set. 2011.pt_BR
dc.identifier.issn2178-7662-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13996-
dc.description.abstractCorn is globally one of the most commonly used grains for feed and food. However, some disease problems, like the attack of pathogenic fungi, affect the potential of this crop. To avoid so, fungicides must be used to ensure the success of the crop. Currently, some fungicides based on strobilurins have an effect to combat the pathogen as well as a physiological effect, favorable to plants. This study aimed to evaluate physiological effects and nutritional qualities of corn plants after leaf application of pyraclostrobin, with different levels of nitrogen. The ex‐ periment was carried out in the experimental area of the ESALQ/USP, Department of Plant Production, in Piracicaba/SP, Brazil. The treatments were: T 1 N (without fungicide + 30 kg ha ‐1 N); T 2 N (without fungicide + 60 kg ha ‐1 N); T 3 N (without fungicide + 90 kg ha ‐1 N); T 4 NP (Pyra‐ clostrobin + tebuconazole + 30 kg ha ‐1 N); T 5 NP (Pyraclostrobin + tebuconazole + 60 kg ha ‐1 N); T 6 NP (Pyraclostrobin + tebuconazole + 90 kg ha ‐1 N); and T 7 NA (Cyproconazole Azoxystrobin + 90 kg ha ‐1 N). The Zea mays L. hybrid DKB 330 was cultivated with irrigation. The measures were fenometric and bromatologics variables. The results show that the application of pyraclos‐ trobin provided an average increase in nitrate reductase activity of 56% and a productivity of 8 bags ha ‐1 every 30 kg of N added to soil as compared to treatments without application. The variables of dry matter, crude protein and ether layer remained unchanged. Thus, it was concluded that foliar application of pyraclostrobin, in corn, causes an increase in metabolic activity of this culture and, consequently, an increase in grain yield. However, it does not promote changes in nutritive value variables.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPiraclostrobinapt_BR
dc.subjectZea mays L.pt_BR
dc.subjectNitrato redutasept_BR
dc.subjectProdutividadept_BR
dc.subjectPyraclostrobin;pt_BR
dc.subjectZea mays L.pt_BR
dc.subjectNitrate reductasept_BR
dc.subjectProductivitypt_BR
dc.titleAplicação de estrobilurina na cultura do milho: alterações fisiológicas e bromatológicaspt_BR
dc.title.alternativeStrobilurin application on maize crop: physiological and bromatologics changespt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO milho é, mundialmente, um dos cereais mais utilizados para alimentação humana e animal. Entretanto, alguns problemas fitossanitários, como o ataque de fungos patogênicos, afetam o potencial produtivo desta cultura. Para tanto, fungicidas precisam ser utilizados para garantir o sucesso da lavoura. Atualmente, alguns fungicidas à base de estrobilurina têm tanto efeito de combate ao patógeno quanto efeito fisiológico, favorável, às plantas. O presente traba‐ lho objetivou avaliar efeitos fisiológicos e bromatológicos em plantas de milho, após a aplicação foliar da estrobilurina piraclostrobina, associada a diferentes doses de nitrogênio. O experimen‐ to foi conduzido em campo, na área experimental da ESALQ/USP, Piracicaba/SP. A cultura utilizada foi o milho (Zea mays L.) híbrido DKB 330, cultivado sob sistema de irrigação por pivô central. O experimento foi constituído por sete tratamentos: T 1 N (sem fungicida + 30 kg ha ‐1 N); T 2 N (Sem fungicida + 60 kg ha ‐1 N); T 3 N (Sem fungicida+ 90 kg ha ‐1 N); T 4 NP (Piraclostrobina + tebuconazole + 30 kg ha ‐1 N); T 5 NP (Piraclostrobina + tebuconazole + 60 kg ha ‐1 N); T 6 NP (Pira‐ clostrobina + tebuconazole + 90 kg ha ‐1 N) e T 7 NA (Azoxystrobin + ciproconazole + 90 kg ha ‐1 N). Foram realizadas medidas fonométricas, fisiológicas e bromatológicas Os resultados obtidos mostram que a aplicação de estrobilurina piraclostrobina proporcionou um incremento médio na atividade da enzima nitrato redutase de 56% e um aumento na produtividade de 8 sacas ha ‐1 a cada 30 kg de N adicionado ao solo quando comparados aos tratamentos sem aplicação. As variáveis de massa seca, proteína bruta e estrato etéreo não sofreram alteração. Assim, concluiu‐ se que a aplicação foliar de estrobilurina piraclostrobina, na cultura do milho, ocasiona um in‐ cremento da atividade metabólica desta cultura e, consequentemente, um aumento na produti‐ vidade de grãos, no entanto, não promove alterações nas variáveis bromatológicas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia - EA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Kamilla Alves Barbosa - 2011.pdf271,48 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons