Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14427
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPrado, Cinara Machado Rodrigues do-
dc.creatorAlves, Maria Isabel Ribeiro-
dc.creatorLeles, Maria Inês Gonçalves-
dc.creatorMedeiros, Rodrigo Irani-
dc.creatorOtto, Carlos Rangel Neves-
dc.creatorDamasceno, Fernando Cruvinel-
dc.creatorFranco, Pedro Ivo Brandão e Melo-
dc.creatorBrait, Carlos Henrique Hoff-
dc.creatorAntoniosi Filho, Nelson Roberto-
dc.date.accessioned2018-04-11T12:08:29Z-
dc.date.available2018-04-11T12:08:29Z-
dc.date.issued2012-03-
dc.identifier.citationPRADO, C. M. R. do; ALVES, M. I. R.; LELES, M. I. G.; MEDEIROS, R. I.; OTTO, C. R. N.; DAMASCENDO, F. C.; FRANCO, P. BRAIT, C. H. H.; FRANCO, P. I. B. M.; ANTONIOSI FILHO, N. R. Estudo da ativação ácida e tratamento térmico de bauxita extraída de jazidas em Minas Gerais, Brasil. Cerâmica, São Paulo, v. 58, n. 345, p. 111-117, jan./mar. 2012.pt_BR
dc.identifier.issn0366-6913-
dc.identifier.issne- 1678-4553-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14427-
dc.description.abstractBrazil is one of the world’s leading producers of bauxite. Little is known, however, about the chemical and mineralogical characteristics of Brazilian bauxite. The objective of this paper is to characterize bauxite in both natural and thermally and chemically activated forms. The transformations occurring during these two processes are described. The results show that the raw bauxite is basically composed of the mineral gibbsite, followed by semicrystalites of goethite and silicon oxide. Its characteristics are those of a solid without mesoporosity, with small total surface area and pore diameter and volume. The chemical and physical modifications that occur in the material during the calcination process are governed mainly by the dehydration of the aluminum hydroxides phases, leading to the formation of the boehmite, hematite and alpha alumina phases. Calcination results in an increase in the porosity and surface area of the bauxite as well as the appearance of the characteristics of mesoporous and thermally stable materials. The activation of bauxites in an acid medium showed that the transformations in the solid are directly related to the concentration of the acid solution used and result in an increase in the total surface area and pore diameter and volume.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAtivação ácidapt_BR
dc.subjectBauxitapt_BR
dc.subjectCalcinaçãopt_BR
dc.subjectAcid activationpt_BR
dc.subjectBauxitept_BR
dc.subjectCalcinationpt_BR
dc.titleEstudo da ativação ácida e tratamento térmico de bauxita extraída de jazidas em Minas Gerais, Brasilpt_BR
dc.title.alternativeStudy of acid activation and thermal treatment of bauxite extracted from deposits in Minas Gerais, Brazilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO Brasil é um dos maiores produtores mundiais de bauxita, contudo pouco se conhece sobre as características químicas e mineralógicas desse mineral. Assim sendo, este trabalho tem por objetivo dar prosseguimento à caracterização de bauxita, estudando as transformações ocorridas nesse material quando submetido à ativação ácida e ao tratamento térmico. Os resultados demonstraram que a bauxita “in natura” é composta basicamente pelo mineral gibbsita, seguido de semicristalitos de goethita e óxido de silício, apresentando característica de sólido com ausência de mesoporosidade, com baixos valores de área superficial total, diâmetro e volume de poros. As modificações químicas e físicas que ocorrem no material durante a calcinação são governadas, principalmente, pela desidratação das fases de hidróxidos de alumínio presentes, levando à formação das fases boehmita, hematita e alfa alumina, além de resultar em aumento na porosidade e na área superficial da bauxita. As bauxitas ativadas em meio ácido mostraram que as transformações sofridas no sólido estão diretamente relacionadas com a concentração da solução ácida utilizada e resultam em aumento da área superficial total, diâmetro e volume de poros.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Química - IQ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:IQ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Cinara Machado Rodrigues do Prado - 2012.pdf1,2 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons