Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1462
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMatias, Camila Cristine Leôncio-
dc.date.accessioned2013-10-18T18:02:48Z-
dc.date.available2013-10-18T18:02:48Z-
dc.date.issued2013-10-18-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1462-
dc.descriptionMATIAS, Camila Cristine Leôncio. Evidenciação do passivo contingente: um estudo das empresas do setor petroquímico listadas na BM & FBOVESPA. 2013. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Universidade Federal de Goiás, 2013.pt_BR,en_US
dc.language.isopt_BRpt_BR,en_US
dc.subjectDisclosurept_BR,en_US
dc.subjectPassivo contingente - BMF&BOVESPApt_BR,en_US
dc.titleEvidenciação do passivo contingente: um estudo das empresas do setor petroquímico listadas na BM&FBOVESPApt_BR,en_US
dc.typeOtherpt_BR,en_US
dc.description.resumoA aderência às normas de evidenciação contábil pode possibilitar o fornecimento de informações confiáveis para a tomada de decisão dos usuários. Diversas normas contábeis, correlacionadas às normas internacionais, foram emitidas pelo CPC e uma dessas normas foi o pronunciamento técnico CPC 25, que regula as provisões e passivos e ativos contingentes. O passivo contingente é uma classe contábil de difícil mensuração tendo em vista as incertezas sobre a confirmação ou não de sua existência. Neste sentido, esta pesquisa tem como principal objetivo analisar a aderência à norma de divulgação e evidenciação do passivo contingente (CPC 25) pelas empresas petroquímicas listadas na BM&FBOVESPA. Dessa forma, foi realizada uma pesquisa de cunho descritivo e cuja abordagem do problema é qualitativa. Os procedimentos utilizados para a coleta de dados foi o da pesquisa documental e a amostragem é não probabilística e por acessibilidade. Foram analisados os conjuntos das demonstrações contábeis anuais publicadas das empresas do setor petroquímico listadas na BM&FBOVESPA do período de 2010 a 2012. Os resultados do estudo apontam que os únicos critérios aderidos por todas as empresas foram os da divulgação em nota explicativa e da estimativa do efeito financeiro das contingencias, sendo que 80% das empresas analisadas aderiram a menos da metade dos itens exigidos pelo CPC 25 quanto à evidenciação do passivo contingente.pt_BR,en_US
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Camila Cristine.pdf1,22 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.