Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17947
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Tatiana Moreira da-
dc.creatorMaia, Monica Canedo Silva-
dc.creatorArruda, Jalsi Tacon-
dc.creatorApprobato, Fabiana Carmo-
dc.creatorMendonça, Carolina Rodrigues de-
dc.creatorApprobato, Mário Silva-
dc.date.accessioned2019-08-20T15:09:14Z-
dc.date.available2019-08-20T15:09:14Z-
dc.date.issued2013-06-
dc.identifier.citationSILVA, T. M.; MAIA, M. C. S.; ARRUDA, J. T.; APPROBATO, F. C.; MENDONCA, C. R.; Approbato, M.S. Folic acid dos not improve semem parameters in subfertile men: a double-blind randomized, placebo controlled study. Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida, Brasília, DF, v. 17, n. 3, p. 152-157, May/June 2013.pt_BR
dc.identifier.issn1518-0557-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/17947-
dc.description.abstractObjective: It is thought that oral supplementation with antioxidants might reduce damage caused by reactive oxygen species in the seminal fluid, and as a consequen- ce it increases the fertilizing capacity of spermatozoa due to improvement of sperm parameters. Methods: The aim of this research is to evaluate the effect of folic acid supplementation, by semen analy- sis, in 49 subfertile men with the median age being 35.3 years (±7.7). The experimental group (n= 23) received 5mg of folic acid daily and the control group (n= 26) received placebo, both groups were treated for three months. In order to confirm the condition of sub-fertility, two spermogram were performed with an interval of 15 days between the first and the second test. Moreover, sexual intercourse and masturbation abstinence were required for two to five days before collecting the semen samples (according to the WHO recommendations). Pre and post-intervention examination was performed in the same laboratory by two professionals, according to the WHO criteria, 1999. The chi-square test was applied for both groups.Results:There was no statistically improvement in any of the following parameters: concentration, motility, morphology and vitality of the spermatozoa. Conclusion: Folic acid treatment alone in doses of 5mg/day does not improve sperm parameters in sub-infertile men.pt_BR
dc.language.isoengpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMale infertilitypt_BR
dc.subjectOxidative stresspt_BR
dc.subjectAntioxidant supplementspt_BR
dc.subjectSpermogrampt_BR
dc.subjectFolic acidpt_BR
dc.subjectInfertilidade masculinapt_BR
dc.subjectSuplementos antioxidantespt_BR
dc.subjectEstresse oxidativopt_BR
dc.subjectÁcido fólicopt_BR
dc.subjectEspermogramapt_BR
dc.titleFolic acid does not improve semen parametrs in subfertile men: a double-blin, randomized, placebo-controlled studypt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoObjetivo: Acredita-se que a suplementação oral com antioxidantes possa reduzir os danos causados por espé- cies reativas de oxigênio no líquido seminal aumentando a capacidade de fertilização dos espermatozóides devido à melhora dos parâmetros espermáticos. Métodos: O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da suplementação com ácido fólico no espermograma de 49 homens subférteis com faixa etária média de 35,3 anos (±7,7). O grupo tratado (n= 23) recebeu ácido fólico 5 mg/dia e o grupo controle (n= 26) recebeu placebo, ambos durante 3 meses. Para constatar a condição de subfertilidade, realizaram-se dois espermogramas prévios com intervalo de 15 dias entre o primeiro e segundo exame. Além disso, foi requerida abstenção da atividade sexual ou masturbação por 2 a 7 dias antes das coletas (conforme recomendações da OMS). Exames pré e pós- -intervenção foram realizados no mesmo laboratório por duas profissionais, seguindo os critérios da OMS, 1999. Aplicou-se o teste qui-quadrado em ambos os grupos. Resultados: Observamos que não houve melhora estatisticamente significante em nenhum dos seguintes parâmetros : concentração, motilidade, morfologia e vitalidade dos espermatozóides. Conclusão: O tratamento exclusivo com ácido fólico na dosagem de 5 mg/dia não melhorou os parâmetros esper- máticos em homens subférteis.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.5935/1518-0557.20130052-
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicina - FM (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FM - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Tatiana Moreira da Silva - 2013.pdf249,84 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons