Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19096
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMarques Filho, Adair-
dc.creatorGalinkin, Ana Lúcia-
dc.creatorSilva Filho, Raimundo Martins da-
dc.date.accessioned2020-09-25T16:20:27Z-
dc.date.available2020-09-25T16:20:27Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationMARTINS, Raimundo; FALCÃO, Jordana. Infância em jogo: a sala de aula como espaço de debate para os games para crianças. Textura, Canoas, v. 15, n. 27, p. 31-42, jan./abr. 2013.pt_BR
dc.identifier.issn2358-0801-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19096-
dc.description.abstractBy means of this article, we objectify to reflect on the historical aspects related to the question of the homoafetive invisibility/visibility from the film “the Single Man” of the director Tom Ford. This cinematographic narrative, a 2009 production is analyzed considering it magnifying of the social movements in the second half of century XX and its consequences in the contemporarity. In these reflections, we opt to launching hand of a look of social psychology on the dimensions of the gender, the sexuality and the homoafetivity following a description-social clipping by means of images in movement.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectCinemapt_BR
dc.subjectHomoaffectivitypt_BR
dc.subjectGenderpt_BR
dc.subjectInvisibilitypt_BR
dc.subjectHomoafetividadept_BR
dc.subjectInvisibilidadept_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.titleO direito de amar – a (in)visibilidade homoafetiva a partir do filme A single man , de Tom Fordpt_BR
dc.title.alternativeThe law of love – a homoaffective (in)visibility from the movie A single man by Tom Fordpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoPor meio deste artigo, objetivamos refletir sobre os aspectos históricos relacionados à questão da invisibilidade/visibilidade homoafetiva a partir do filme A Single Man, do diretor Tom Ford. Essa narrativa cinematográfica, produzida em 2009, é analisada considerando-se a ampliação dos movimentos sociais na segunda metade do século XX e seus reflexos na contemporaneidade. Nessas reflexões, optamos por lançar mão de um olhar da psicologia social sobre as dimensões do gênero, da sexualidade e da homoafetividade, seguindo um recorte histórico-social por meio de imagens em movimento.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Artes Visuais - FAV (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Adair Marques Filho - 2013.pdf267,26 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons