Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19120
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorGarcia, Lismaíra Gonçalves Caixeta-
dc.creatorBecker, Fernanda Salamoni-
dc.creatorDamiani, Clarissa-
dc.date.accessioned2020-09-30T14:03:21Z-
dc.date.available2020-09-30T14:03:21Z-
dc.date.issued2015-03-
dc.identifier.citationGARCIA, Lismaíra Gonçalves Caixeta; BECKER, Fernanda Salamoni; DAMIANI, Clarissa. Néctar de buriti (Mauritia flexuosa): a bebida funcional do cerrado. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Pombal, v. 10, n. 1, p. 263-268, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19120-
dc.description.abstractThe cerrado’s native species fruits offer high nutritional value, besides sensory attractive as color, flavor and unique aroma and intense, yet little explored commercially. Buriti is one of the most interesting and precious palms of Brazil and stands out for its beauty and its multiple uses in food. Aiming his greatest achievement, the Buriti’s nectar development was performed. The product was characterized physic-chemical, microbiological and sensory. The results indicated that the Buriti’s nectar has low energy 71.73 kcal, their iron and manganese levels are able to meet the recommended daily requirements, and can get functional product claim, due to its fiber content (3,1 g (100 g) -1 of nectar). As for microbiological analyzes, Buriti’s nectar was within the microbiological limits set by health legislation. Sensory, was well received, achieving overall average 7 and intention to purchase 81.07% among the respondents. Thus, burity industrialization becomes alternative to the use of the fruit as well as being a product of high nutritional value.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectFerropt_BR
dc.subjectManganêspt_BR
dc.subjectPotencial antioxidantept_BR
dc.subjectIronpt_BR
dc.subjectManganesept_BR
dc.subjectAntioxidant potentialpt_BR
dc.titleNéctar de buriti (Mauritia flexuosa): a bebida funcional do cerradopt_BR
dc.title.alternativeBuriti’s nectar (Mauritia flexuosa): a functional cerrado’s beveragept_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoOs frutos das espécies nativas do cerrado oferecem elevado valor nutricional, além de atrativos sensoriais como cor, sabor e aroma peculiares e intensos, ainda pouco explorados comercialmente. O buriti é uma das mais interessantes e prestimosas palmeiras do Brasil e destaca-se pela sua beleza e pelos seus múltiplos usos na alimentação humana. Visando o seu maior aproveitamento, foi realizada a elaboração do néctar de buriti. O produto foi caracterizado físico-química, microbiológica e sensorialmente. Os resultados indicaram que o néctar de buriti possui baixo valor energético 71,73 kcal, seus teores de ferro e manganês são capazes de suprir as necessidades diárias recomendadas, além de poder receber alegação de produto funcional, devido ao seu teor de fibras (3,1 g (100 g)-1 de néctar). Quanto às análises microbiológicas, o néctar de buriti apresentou-se dentro dos limites microbiológicos estabelecidos pela legislação sanitária. Sensorialmente, teve boa aceitação, obtendo média geral 7 e intenção de compra de 81,07% dentre os entrevistados. Desta forma, a industrialização de buriti torna-se alternativa para o aproveitamento deste fruto, além de ser um produto de grande valor nutricional.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.18378/rvads.v10i1.2778-
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia - EA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Lismaíra Gonçalves Caixeta Garcia - 2015.pdf420,55 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons