Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19224
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMelo, Leonardo Cunha-
dc.creatorMelo, Patrícia Guimarães Santos-
dc.creatorFaria, Luis Claudio de-
dc.creatorDiaz, José Luiz Cabrera-
dc.creatorDel Peloso, Maria José-
dc.creatorRava, Carlos Augustin-
dc.creatorCosta, Joaquim Geraldo Caprio da-
dc.date.accessioned2020-11-09T14:53:03Z-
dc.date.available2020-11-09T14:53:03Z-
dc.date.issued2007-05-
dc.identifier.citationMELO, Leonardo Cunha et al. Interação com ambientes e estabilidade de genótipos de feijoeiro comum na região centro-sul do Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 42, n. 5, p. 714-724, maio 2007.pt_BR
dc.identifier.issn0100-204X-
dc.identifier.issne- 1678-3921-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/19224-
dc.description.abstractThe objective of this work was to evaluate the stability and adaptability of genotypes of the common bean breeding program of Embrapa Arroz e Feijão, and to compare the methods AMMI, Lin & Binns and Eberhart & Russell. Twenty breeding lines and cultivars, belonging to the following commercial group of grain: black, carioca, pink, jalo, and pinto, were evaluated in 22 variety trials, during the rainy and dry seasons of 2002, 2003 and 2004, in the states of Santa Catarina, Paraná and São Paulo. There was low association between the methods AMMI and Lin& Binns (r = 0.39) and AMMI and Eberhart & Russell (r = 0.40); and no correlation between Lin & Binns and Eberhart & Russell. The most stable and productive genotypes commercial grains were: BRS Requinte and the breeding line CNFC 8075 for carioca type; BRS Supremo and BRS Campeiro for black type; and BRS Vereda for pink type.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectPhaseolus vulgarispt_BR
dc.subjectAdaptabilidadept_BR
dc.subjectProdutividade de grãospt_BR
dc.subjectAdaptabilitypt_BR
dc.subjectGrain yieldpt_BR
dc.titleInteração com ambientes e estabilidade de genótipos de feijoeiro-comum na região Centro-Sul do Brasilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO objetivo deste trabalho foi avaliar a estabilidade e adaptabilidade de genótipos, do programa de melhoramento genético do feijoeiro-comum, da Embrapa Arroz e Feijão, e comparar os métodos de AMMI (análise da interação multiplicativa e dos efeitos principais aditivos), de Lin & Binns e de Eberhart & Russell. Os ensaios foram compostos de 20 genótipos (grupos comerciais de grão preto, carioca, roxo, jalo e rajado), avaliados em 22 ensaios, na época das águas (safra) e na seca (safrinha) dos anos de 2002, 2003 e 2004, nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Foi encontrada baixa associação entre os métodos AMMI e Lin & Binns (r = 0,39), e AMMI e Eberhart & Russell (r = 0,40). Não houve correlação entre Lin & Binns e Eberhart & Russell. Os genótipos mais estáveis e produtivos, para tipo de grão comercial carioca são: as cultivares BRS Requinte e a linhagem CNFC 8075; para tipo de grão comercial preto, as cultivares BRS Supremo e BRS Campeiro; e para tipos de grãos comerciais roxo e rosinha, a cultivar BRS Vereda.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.identifier.doi10.1590/S0100-204X2007000500015-
dc.publisher.departmentEscola de Agronomia - EA (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Leonardo Cunha Melo - 2007.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons