Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/21086
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorVidica, Ana Rita-
dc.creatorDias, Luciene de Oliveira-
dc.creatorCruz, João Lúcio Mariano-
dc.date.accessioned2022-08-04T12:47:44Z-
dc.date.available2022-08-04T12:47:44Z-
dc.date.issued2020-08-
dc.identifier.citationVIDICA, Ana Rita; DIAS, Luciene de Oliveira; CRUZ, João Lúcio Mariano. Ações e pensamentos de imagens da classe trabalhadora: dos [fechamentos] às aberturas. Policromias: revista de estudos do discurso, imagem e som, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 94-117, maio/ago. 2020.pt_BR
dc.identifier.issn2448-2935-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/21086-
dc.description.abstractOur work seeks to enter into the thoughts and actions of the working class photographs produced by August Sander (1876-1964) in his relations with contemporary photographs (1955-year). The images of workers’ bodies are presented as a symbolic space for triggering differences as they present symptoms and cultural traces (DIDI-HUBERMAN, 2012). Therefore, we seek to access a memory of the photographs, taken as carriers of thought (SAMAIN, 2012), to think about visualities of the plurality of bodies of workers in the society of our time, using the theoretical-methodological proposal of crossing images proposed by Didi-Huberman (2012). Our initial clues indicate that in the processes of construction of photographs of workers there are passages that demonstrate a centralization in the heterosexual and male performance of what is the body of “a worker”; and that the gay body and other plural bodies, when they access the right to look (MIRZOEFF, 2016) and to be seen, tension this dominant performance and promote openings.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectFotografiapt_BR
dc.subjectVisualidadespt_BR
dc.subjectCorpos pluraispt_BR
dc.subjectCulturapt_BR
dc.subjectDiferençapt_BR
dc.subjectPhotographypt_BR
dc.subjectVisualitiespt_BR
dc.subjectPlural bodiespt_BR
dc.subjectCulturept_BR
dc.subjectDifferencept_BR
dc.titleAções e pensamentos de imagens da classe trabalhadora: dos [fechamentos] às aberturaspt_BR
dc.title.alternativeActions and thoughts of working class images: from [closes] to openingspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoNosso trabalho busca adentrar nos pensamentos e ações das fotografias da classe trabalhadora produzidas por August Sander (1876-1964) em suas relações com fotografias contemporâneas (1955-2019). As imagens de corpos de trabalhadoras e trabalhadores apresentam-se como espaço simbólico de acionamento de diferenças na medida em que apresentam sintomas-rastros culturais (DIDI-HUBERMAN, 2012). Por isso, buscamos acessar uma memória das fotografias, tomadas como portadoras de pensamento (SAMAIN, 2012), para pensar visualidades da pluralidade de corpos de trabalhadoras e trabalhadores na sociedade de nosso tempo, utilizando a proposta teórico-metodológica de cruzamento de imagens proposta por Didi-Huberman (2012). Nossas pistas iniciais indicam que nos processos de construção de fotografias de trabalhadores há passagens que demonstram uma centralização na performance heterossexual e masculina do que seja o corpo de “um trabalhador”; e que o corpo gay e outros corpos plurais, quando acessam o direito de olhar (MIRZOEFF, 2016) e de serem vistos tensionam essa performance dominante e promovem aberturas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FIC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ana Rita Vidica - 2020.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons