Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/315
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBarros, Manuela Gonçalves-
dc.date.accessioned2013-05-03T21:00:06Z-
dc.date.available2013-05-03T21:00:06Z-
dc.date.issued2013-05-03-
dc.identifier.citationBARROS, Manuela Gonçalves. Estrutura de capital alvo e as estratégias de financiamento: uma análise empírica no mercado de capitais brasileiro. 2013. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/315-
dc.description.abstractEsta pesquisa teve por objetivo verificar o perfil de endividamento utilizado pelas empresas brasileiras de capital aberto e analisar se a estratégia de estrutura alvo de capital utilizada eleva o risco financeiro das mesmas. A análise foi feita a partir de dados trimestrais das empresas no período entre o primeiro trimestre de 2010 ao segundo trimestre de 2012. Foram consideradas no estudo 200 empresas de capital aberto pertencentes aos setores operacionais com dados não consolidados retirados do sistema Economática. Para verificar a adoção ou não por parte de cada empresa de uma das três estratégias de estrutura alvo de capital consideradas neste estudo, utilizaram-se as variáveis: Dívida Total Bruta (DvB), Valor de Mercado mais Dívida Total Bruta (VtM) e Capital Employed (VtC). Sobre as observações obtidas a partir destas variáveis para cada empresa foi feita uma análise de regressão, a partir da qual as empresas foram divididas em oito categorias distintas. Foram utilizados para testar a hipótese da pesquisa o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis e o teste LSD de Fisher, além da análise estatístico-descritiva do risco financeiro das empresas. Os resultados da pesquisa permitiram concluir a aceitação da hipótese de que a estratégia de se manter uma razão constante de endividamento sobre o valor total da empresa eleva o risco financeiro das empresas que indicam utilizá-la em relação ao risco daquelas que adotam uma estrutura alvo de capital em valores monetários (em R$) absolutos, tendo sido essa última a melhor das alternativas, em termos de risco financeiro, dentre as demais estratégias analisadas no trabalho.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEstrutura de capital Alvopt_BR
dc.subjectRisco financeiropt_BR
dc.subjectDívidapt_BR
dc.titleEstrutura de capital alvo e as estratégias de financiamento: uma análise empírica no mercado de capitais brasileiropt_BR
dc.title.alternativeOptimum capital structure and financing strategies: na empirical analysis in the brazilian capital marketpt_BR
dc.typeOtherpt_BR
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Manuela Gonçalves Barros.pdf722,88 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.