Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/354
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPires Júnior, Hélio Bernardes-
dc.creatorBorges, Ligia Miranda Ferreira-
dc.creatorSousa, Lorena Alessandra Dias de-
dc.creatorCunha, Luiz Carlos-
dc.creatorLino Júnior, Ruy de Souza-
dc.creatorMelo, Dorcas Fernandes dos Anjos-
dc.creatorPereira, Marcelo Elias-
dc.date.accessioned2013-05-15T19:58:59Z-
dc.date.available2013-05-15T19:58:59Z-
dc.date.issued2012-12-
dc.identifier.citationPIRES JÚNIOR, H. B.; BORGES, L. M. F.; SOUSA, L. A. D. de; CUNHA, L. C.; LINO JÚNIOR , R. de S.; MELO, D. F. dos A.; PEREIRA, M. E. Avaliação da toxicidade aguda do extrato hexânico de frutos de melia azedarach (meliaceae) em camundongos. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 13, n. 4, out./dez. 2012. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/vet/article/view/15179>.pt_BR
dc.identifier.issne- 1089-6891-
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/354-
dc.descriptionv. 13, n. 4, p. 512-519, out./dez. 2012.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho foi desenvolvido visando avaliar a toxicidade aguda do extrato hexânico de frutos de Melia azedarach em camundongos. Foram compostos dois grupos tratados, sendo um para cada dose, 300 mg/kg e 2000 mg/kg. Para cada grupo tratado foi utilizado um grupo controle não tratado. Todos os grupos foram compostos por seis animais, sendo três de cada sexo. Os animais foram avaliados aos 30 minutos, 1h, 2h, 4h, 6h, 12h e 24h e a partir de então diariamente, até o 14º dia após o tratamento, seguindo o screening hipocrático. A cada três dias, eles foram pesados e o consumo de ração foi medido. Foi avaliada a presença de alterações macroscópicas e microscópicas no coração, rins, pulmão, fígado, baço, intestinos e cérebro. Em ambas as doses nenhuma alteração em relação ao screening hipocrático foi observada. Somente os camundongos machos tratados com 2000 mg/kg apresentaram consumo de ração menor que o controle, mas, ainda assim, o ganho de peso foi semelhante entre os grupos. Não houve diferença significativa quanto ao peso dos órgãos entre os grupos, nem foram observadas alterações macroscópicas. Não foram encontradas alterações histopatológicas, com exceção de alterações pulmonares como hiperemia, hemorragia e edema nos grupos tratado e controle. Podese concluir que o extrato hexânico de frutos verdes de M. azedarach não apresenta toxicidade aguda sobre camundongos Swiss. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ This study was developed aiming to evaluate the acute effects of Melia azedarach hexanic fruit extract on mice.Two treated groups, one for each dose, 300 mg/kg and 2000 mg/kg, were prepared. For each treatment group, a non-treated control group was used. All groups were composed of six animals, three of each sex. The animals were evaluated at 30 min., 1h, 2h, 4h, 6h, 12h and 24h and then daily, for 14 days after treatment, following the Hippocratic screening. At each three days weight gain and ration consumption were evaluated. Macroscopic and microscopic alterations were evaluated in the heart, kidneys, lungs, liver, spleen, intestine and brain. No alteration in the Hippocratic screening in both doses, during the 14-days interval, was observed. The mice treated with the 2000 mg/kg doses consumed fewer rations than the animals of the control group; however, weight gain was statistically similar. No statistic difference was observed between the weight of the organs, and they had no macroscopic alterations. No histopathologic alterations were found on the examined organs, for both doses, except for lung alterations such as hyperaemia, haemorrage and edema in both treated and control groups. Based on the results obtained, we conclude that the hexanic extract of M. azedarach green fruits had no acute effects against Swiss mice.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES/ CNPq; Programa de Apoio às Publicações Periódicas Científicas (PROAPUPEC) da UFGpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherJosé Henrique Stringhinipt_BR
dc.subjectCamundongos swisspt_BR
dc.subjectExtrato hexânico de frutos verdespt_BR
dc.subjectHistopatologiapt_BR
dc.subjectMelia azedarachpt_BR
dc.subjectToxicidade agudapt_BR
dc.titleAvaliação da toxicidade aguda do extrato hexânico de frutos de melia azedarach (meliaceae) em camundongospt_BR
dc.title.alternativeEvaluation of acute toxicological effects of melia azedarach (meliaceae) hexanic fruit extract on swiss micept_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.publisher.departmentEscola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:EVZ - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
15179-91143-2-PB-3.pdf200,87 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.