Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4157
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Fernandes, Ana Rita Vidica-
dc.creatorAlbuquerque, Paulenio de Sousa-
dc.date.accessioned2014-10-17T18:05:40Z-
dc.date.available2014-10-17T18:05:40Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationALBUQUERQUE, Paulenio de Sousa. Face a tela: a sociedade e as tecnologias no filme apaixonado Thomas. 2010. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação)–Faculdade de Informação e Comunicação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/4157-
dc.description.abstractThomas is the main character of the French-Belgian film Thomas In Love, from the director Pierre-Paul Renders. Thomas is agoraphoby so he had been locked up in his apartment for 8 years.The narative is told through this curious way of beign with the world and it happens in a near future. Even though Thomas is in every scene, he doesnt visually appear because the movie happens on a subjective view, keeping a sort of mistery about the character. With Thomas vision the movie tries to understand naratives elements and to establish dialogue with our reality. The scenes show his distorted relationship with the other characters. Some themes from the film highlight cybersex, prostitution, and virtual social networks. It also reflects how technology provides new ways to meet people. With this, even with agoraphobia, Thomas' love for Eva comes into being and is not constrained by his apartment.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade federal de Goiáspt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectCinemapt_BR
dc.subjectSociabilidadept_BR
dc.subjectAgorafobiapt_BR
dc.subjectTecnologiapt_BR
dc.subjectCiberculturapt_BR
dc.subjectSociabilitypt_BR
dc.subjectAgoraphobypt_BR
dc.subjectTechnologypt_BR
dc.subjectCyberculturept_BR
dc.titleFace a tela: a sociedade e as tecnologias no filme apaixonado Thomaspt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.description.resumoThomas é o personagem principal do filme franco-belga Apaixonado Thomas, do diretor Pierre-Paul Renders. É um sujeito que sofre de agorafobia, estando recluso no apartamento há oito anos, mantendo contato com outros ambientes e sujeitos por meio do computador. A partir dessa curiosa maneira de estar em contato com o mundo, é desenvolvida a narrativa do filme, que se passa em um futuro próximo. Apesar de estar sempre em cena, visualmente Thomas não aparece, pois o filme é gravado em câmera subjetiva, permanecendo o mistério sobre a identidade desse personagem centralizador. E é com a visão de Thomas que este trabalho busca tanto compreender os elementos da narrativa quanto estabelecer o diálogo com nossa realidade palpável. As cenas são mostradas de forma fragmentada, compondo a sociabilidade de Thomas com o restante dos personagens. Alguns temas do filme merecem destaque como o cibersexo, a prostituição e o clube de encontros virtuais. Da mesma forma, há uma reflexão sobre as tecnologias que tornam possível essa sociabilidade. Se mesmo com todo o aparato tecnológico a agorafobia ainda limita Thomas, a sua paixão por Eva já não cabe no apartamento.pt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFGpt_BR
dc.contributor.referee1Ribeiro, Vinicios Kabral-
dc.contributor.referee1Fernandes, Ana Rita Vidica-
dc.publisher.departmentFaculdade Informação e Comunicação (RG)pt_BR
dc.publisher.coursePublicidade e Propaganda (RG)pt_BR
Aparece nas coleções:FIC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG-Publicidade e Propaganda-Paulénio de Sousa Albuquerque.pdfTrabalho de Conclusão de Curso - Artigo principal1,41 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons