Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1411
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSANTOS, Andréa Pereira dos-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9315618025567235por
dc.contributor.advisor1GOMES, Suely Henrique de Aquino-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3007925506666700por
dc.date.accessioned2014-07-29T15:22:33Z-
dc.date.available2009-12-22-
dc.date.issued2009-03-27-
dc.identifier.citationSANTOS, Andréa Pereira dos. The gay orkut communities: meet, confrontation and (re)construction of identities. 2009. 156 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1411-
dc.description.resumoA atualidade é caracterizada por um mundo simbólico e efêmero, denominado, pela maioria dos teóricos estudados nessa pesquisa, de Pós-Moderno. Considerando os conceitos evidentes no pós-modernismo tais como: identidades fragmentadas, socialidade, presenteísmo, vitalismo, comunidades online e globalização, busca-se, na presente dissertação de mestrado, refletir sobre como esses conceitos estão presentes na vida cotidiana dos indivíduos freqüentadores de comunidades online, especialmente dos sujeitos gays. Faz-se uma leitura sobre Pós-Modernidade e identidade com os autores: Hall (2001), Giddens (2002), Bauman (2005; 2003) e Ortiz (2006), identificando os pressupostos do que venha significar viver em um mundo globalizado e culturalmente mundializado. Analisa-se as questões de gênero e tenta-se relacioná-la a homossexualidade/homoafetividade, considerando os estudos de autores como Scott (1991) e Butler (2001; 2003). Procura-se, também, teorizar, a partir de Trevisan (2002), Louro (2001; 2004), Foucault (1988; 1979), Fry e MacRae (1984) e novamente Butler (2001; 2000), sobre a história da homossexualidade/homoafetividade, demonstrando as relações sociais e de regulação que marginalizaram o sujeito gay e situar em que saberes os estudos homoeróticos estão inseridos. Em seguida, a partir dos teóricos como Levy (1999), Bauman (2003; 2001), Maffesoli (2006) e Lemos (2004; 2008; 2002), discute-se a cibercultura e o ciberespaço, extraindo-se, dali, os conceitos de comunidades estéticas, tribalismos, presenteísmo, vitalismo, hedonismo e formismo nas comunidades online pesquisadas. A partir dos aportes teóricos, objetiva-se compreender, a partir da análise do discurso, como são (e se são) construídas as identidades gays nas comunidades online hospedadas no ORKUT; compreender se as comunidades gays se tornaram guetos e/ou espaços de emancipação; conhecer os conceitos do que é ser gay nos discursos dos participantes; indicar os assuntos que mais prevalecem nos discursos promovidos pelas enquetes; conhecer o que os gays dizem de si nessas comunidades; entender se os discursos gays presentes nas comunidades contribuem para a construção de um contra discurso; identificar, na construção dos discursos, se existe, no espaço online, relações de poder que posicionem os discursos de cada sujeito e, conseqüentemente, suas identidades. Para que esses objetivos fossem alcançados, selecionou-se duas comunidades do ORKUT com as seguintes características: público gay masculino, brasileiras, ativas, com maior tempo de existência, contendo material (discursos) suficientes para análise e grande em número de participantes. Por fim, conclui-se que as identidades gays se revelaram diferenciadas, mesmo estando em uma comunidade online teoricamente homogênea ; além disso, são identidades em constante transformação. No entanto, os discursos dos gays, em muitos casos negativos, são reflexos do sofrimento causado por conta do preconceito ainda muito presente na sociedade atual. Essas identidades, carregadas de sentidos negativos, só se emanciparão quando a sociedade, por meio da educação, desconstruir esse preconceito histórico e arraigado desde a era vitorianapor
dc.description.abstractThe present world is symbolic and ephemeral. It is called Post-Modern by the majority of theoretical studies in this search. Considering the concepts evident in post-modernism such as fragmented identities, sociality, presenteism, vitalism, on line communities and globalization, try in this study reflect how these concepts are present in the life of the individual users from on line communities, especially the gay person. So, theoretical studies by Post-Modernity and identity is possible by the authors: Hall (2001), Giddens (2002), Bauman (2005, 2003) and Ortiz (2006) for identify the assumptions that mean living in a cultural and globalized world. It examines the issues of gender and attempts to relate it with homosexuality / homoaffectivity. For this it considering the studies of authors such as Scott (1991) and Butler (2001, 2003). It is also theorized about the history of homosexuality / homoaffectivity identifying social relations that marginalized gay and locate where the knowledge studies of homoerotic are included. It done by Trevisan (2002), Louro (2001, 2004), Foucault (1988, 1979), Fry and MacRae (1984) and Butler again (2001, 2000). Then, the authors like Levy (1999), Bauman (2003, 2001), Maffesoli (2006) and Lemos (2004, 2008, 2002), discusses the cyberculture and cyberspace and identify the concepts of aesthetic communities , tribalism, presenteism, vitalism, hedonism and formism in on line communities surveyed. For the theoretical contributions aims to: identify the constructed identities gays in on line communities hosted on ORKUT by speech analysis; understand if the gay communities have become ghettos and / or spaces of emancipation; know the concepts of what is to be gay from the participants speeches analysis, identify the issues that prevail in most discourses promoted by forum; know what the gays say to you in these communities; understand if the speeches were found in gay communities contribute to the construction of speech against; identifying the construction of the speeches and if there is space in on line power relationships that make the people positions. For these goals were possible, two ORKUT communities were select with the following characteristics: public gay male, Brazil, active communities in present day, with more existence years, that containing material (speeches) large enough for analysis and the sufficient participants number. Finally it is concluded that gays were different identities, So, identities are also in constant transformation. However, the gays speeches in many cases negative, are reflections of the suffering caused by the society prejudice present today. The gay prejudice is over only when the society deconstruction this prejudice through educationeng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2014-07-29T15:22:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao andrea santos comunicacao.pdf: 1244532 bytes, checksum: 92a8039baa4f4f70dc3510338811f65d (MD5) Previous issue date: 2009-03-27eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://repositorio.bc.ufg.br/TEDE/retrieve/4165/dissertacao%20andrea%20santos%20comunicacao.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Goiáspor
dc.publisher.departmentCiências Sociais Aplicadaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFGpor
dc.publisher.programMestrado em Comunicaçãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectHomoafetividadepor
dc.subjectGêneropor
dc.subjectTeoria Queerpor
dc.subjectCiberculturapor
dc.subjectCiberespaçopor
dc.subjectComunidades onlinepor
dc.subjectORKUTpor
dc.subjectHomoaffectivityeng
dc.subjectGendereng
dc.subjectQueer theoryeng
dc.subjectCybercultureeng
dc.subjectCyberspaceeng
dc.subjectOn line communitieseng
dc.subjectORKUTeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAOpor
dc.titleComunidades gays do ORKUT : encontros, confrontos e (re)construção de identidadespor
dc.title.alternativeThe gay orkut communities: meet, confrontation and (re)construction of identitieseng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação (FIC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertacao andrea santos comunicacao.pdf1,22 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.