Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1574
Tipo do documento: Tese
Título: Enfermidades infecciosas em comunidade indígena Terena de Mato Grosso do Sul
Título(s) alternativo(s): Infectious dieases in Terena community in the state of Mato Grosso do Sul
Autor: AGUIAR, José Ivan Albuquerque
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/3514720738638281
Primeiro orientador: NETTO, Joaquim Caetano de Almeida
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/3444498706763045
Resumo: As condições de saúde da população indígena brasileira são pouco conhecidas, ocorrendo uma escassez de informações sobre a questão. Para estabelecer um entendimento dos aspectos que compõem esse panorama, foi realizado um inquérito entre os índios Terena que habitam os municípios de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti, Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Foram estudadas as prevalências de infecção por parasitos intestinais, de marcadores de infecção para as Hepatites virais A, B e C, e de anticorpos contra os vírus das enfermidades imunopreveníveis; Poliomielite 1, 2 e 3, Sarampo, Febre Amarela e Hepatite B. Os resultados foram estratificados por faixa etária e revelaram que a infecção parasitária acomete 73,5% da população estudada, com destaque para o encontro do Blastocystis Hominis, um agente pouco identificado no país. Na população acima de 10 anos, mais de 90% apresentaram reatividade para o anti-HAV total. Houve negatividade dos marcadores de infecção para as Hepatites B e C, respectivamente HBsAg e anti-HCV, e uma taxa de 16,7% (95% IC 12, 6-21, 3) para o anti-HBs.A prevalência de anticorpos neutralizantes contra o vírus do Sarampo e da Febre Amarela foi de 96,7% (95% IC 93, 9-98, 3) e 91,4% (95% IC 88-94, 7) respectivamente. Em relação à Poliomielite, 62,2% (95% IC 56, 5-67, 6) 71,7% (95% IC 66,2-76, 6) e 63,5% (95% IC 56, 5-69, 6) apresentavam anticorpos contra os Poliovírus tipo1, 2 e 3, respectivamente, demonstrando vulnerabilidade dessa população à Hepatite B, à Febre Amarela e à Poliomielite.
Abstract: The health conditions of Brazilian indigenous population are few recognized with limited information available. A survey was carried out among indians Terena, people that inhabit on the municipalities of Sidrolândia and Dois Irmãos do Buriti, Estado de Mato Grosso do Sul, Brazil. Was studied the prevalence of infection by intestinal parasites, infection markers for viral Hepatitis A, B and C, and for antibody against the viral diseases; Poliomyelitis 1, 2 and 3, Measles, Yellow Fever and Hepatitis B. The results were stratified by age and revealed that the parasitic infection affects 73.5% of the population studied, with high prevalence of the Blastocystis hominis. In the population above 10 years, more than 90% showed reactivity to the anti-HAV, absence of infection markers for Hepatitis B and C, respectively HBsAg and anti-HCV, and a rate of 16.7% (95% CI 12.6-21.3) for the anti-HBs. The prevalence of neutralizing antibodies against the measles virus and yellow fever virus was 96.7% (95% CI 93.9-98.3) and 91.4% (95% CI 88.0-94.7) respectively. The polio results showed that 62.2% (95% CI 56.5-67.6) 71.7% (95% CI 66.2-76.6) and 63.5% (95% CI 56.5-69.6) had antibodies against the types 1, 2 and 3, respectively, showing vulnerability to B Hepatitis, Yellow Fever and Poliomyelitis.
Palavras-chave: Índios sul-americanos
Doenças infecciosas e parasitárias
Hepatites virais
Doenças imunopreveníveis
Soroepidemiologia
South American Indians
Infectious diseases
Hepatitis
Immunization
Seroprevalence
Doenç infecc e parasitárias - Comunidad Indígenas; Doenç imunopreveníveis; Soroepidemiologia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Doutorado em Medicina Tropical
Citação: AGUIAR, José Ivan Albuquerque. Infectious dieases in Terena community in the state of Mato Grosso do Sul. 2008. 60 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1574
Data de defesa: 2-Ago-2008
Aparece nas coleções:Doutorado em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Jose Ivan Albuquerque Aguiar.pdf7,35 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.