Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1615
Tipo do documento: Dissertação
Título: Jovem e violência: processos de socialziação na sociedade contemporânea
Autor: SOUSA, Odileia Carmo de
Currículo Lattes do Autor: http://lattes.cnpq.br/6838464457993457
Primeiro orientador: LIMA, Dalva Maria Borges Dias
Currículo Lattes do primeiro orientador: http://lattes.cnpq.br/5291000127026087
Resumo: Este trabalho propõe a análise da relação jovem e violência, a partir do processo de socialização por eles vivenciado. A pesquisa é realizada com jovens entre 16 e 23 anos de idade na periferia de Aparecida de Goiânia. Busco problematizar a relação que esses jovens de periferia estabelecem com as tradicionais agências socializadoras, a família e a escola, e acrescento o trabalho e a polícia como agências também encarregadas desse processo na atual sociedade contemporânea. A discussão aponta para o fato de que as tradicionais instituições se mostram frágeis, não sendo mais centrais no que se refere aos valores e às normas estabelecidos para esses jovens no atual contexto de uma sociedade globalizada em constantes mudanças e que não mais oferece as certezas e as seguranças do passado. O jovem hoje tem acesso a múltiplas referências culturais, construindo, assim, um conjunto heterogêneo de redes de significados, que são articulados e adquirem sentido em sua ação cotidiana. Na juventude eles buscam outros referenciais para a construção da identidade fora da família, onde o grupo de amigos passa a cumprir um papel fundamental em sua socialização. O grupo ao qual passam a fazer parte assume uma centralidade na vida desses jovens por intermédio das novas formas de sociabilidade que constroem, tornando-se uma referência na elaboração e vivência da condição juvenil. Procuro aprofundar a compreensão sobre o significado da participação de jovens de baixa renda da periferia da cidade de Aparecida de Goiânia, explorando principalmente o contexto dos processos de socialização que estes experimentam e identificando os significados que atribuem às suas condutas e à constituição de um problema social a partir de comportamentos violentos. Os elevados níveis de violência entre os jovens não só da periferia de Aparecida de Goiânia, mas de todo o Brasil, são favorecidos pelas mudanças operadas na constituição dos núcleos familiares, pelas transformações e degradação do sistema educacional, pelas mudanças e exigências colocadas pelas alterações no mercado de trabalho, bem como pela influência do grupo de amigos (galera). Este último é determinante nessa fase da vida e cada grupo possui suas regras próprias, seus próprios valores, banalizando, muitas vezes, a violência, ou até mesmo utilizando-a como forma de status, uma vez que é requisito de respeito entre os membros. Isso influi de forma significativa no processo de socialização desses jovens.
Palavras-chave: Jovem
violência
socialização
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Mestrado em Sociologia
Citação: SOUSA, Odileia Carmo de. Jovem e violência: processos de socialziação na sociedade contemporânea. 2008. 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1615
Data de defesa: 28-Set-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociologia (FCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Odileia Sociologia 2008.pdf583,49 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.